Gênero: Nicotiana

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesFumo-bravoNome científicoNicotiana bonariensis Lehm.Voucher585 Schwirkowski (MBM)SinônimosFamíliaSolanaceaeTipoNativa, não endêmica do Brasil.DescriçãoPlanta herbácea, víscida, anual ou bianual, 0,3-0,8 m alt. Caule principal ereto com ramos numerosos; entrenós não alados ou parcialmente alados. Folhas e ramos glanduloso-pubescentes. Folhas da porção basal rosuladas e as demais folhas com filotaxia helicoidal, todas delgadas, vírides e não cerosas. Folhas da porção basal persistentes, numerosas, 2-25 cm compr. e 1-11,5 cm larg., ovalado-lanceoladas, oblanceoladas, obovalado-elípticas, obovalado- espatuladas ou lanceoladas, com pecíolo curto e alado. Demais folhas sésseis ou subsésseis, raramente decurrentes, auriculadas, elípticas lanceoladas ou linear-lanceoladas, 3-15 cm compr. e 0,5-4,5 cm larg. Inflorescência paniculada de cimas monocasiais. Flores de uma mesma cor no mesmo indivíduo, fechando nas horas de maior insolação ao longo do dia. Pedicelos 4-15 mm compr. Cálice 6-10 mm compr., 4-6 mm larg., campanulado ou poculiforme; lobos subulado-aciculados ou obcuneado-acuminados, mais curtos do que o tubo do cálice, desiguais, todos com nervura central suavemente marcada. Corola hipocrateriforme, glanduloso-pubescente na face externa, 0,9-3 cm compr.; tubo 10-20 mm compr., 3-6 mm larg., com região apical ventricosa, 4-7 mm larg., branco, verde-pálido, branco-rosado, rosa ou magenta; limbo 4-9 mm compr., 7-15 mm diâm., assimétrico e profundamente lobado, face adaxial de cor branca ou branco-rosada, face abaxial branca, branco-rosada, rosa ou magenta. Estames inseridos na metade inferior do tubo da corola, glanduloso-pubescentes na base e de comprimentos diferentes, um par mais alto, outro par um pouco mais baixo, geniculados na base e o quinto bem mais baixo e encurvado ou então, quatro mais altos, geniculados e o quinto mais baixo e encurvado; anteras púrpuras; pólen creme. Cápsula ovalada, 5-10 mm compr. Sementes reniformes, 0,6-0,7 mm compr., marrons, com superfície de aspecto reticuladoe com as paredes anticlinais das células da testa onduladas. (VIGNOLLI-SILVA, 2005).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatMata Atlântica, Pampa.Distribuição geográficaNordeste (Bahia), Sudeste (Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina). (STEHMANN, 2014).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosBibliografiaStehmann, J.R.; Mentz, L.A.; Agra, M.F.; Vignoli-Silva, M.; Giacomin, L.; Rodrigues, I.M.C. Solanaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB14678>. Acesso em: 14 Nov. 2014VIGNOLI-SILVA, M.; MENTZ, L. A. O Gênero Nicotiana L. (Solanaceae) no Rio Grande do Sul, Brasil. IHERINGIA, Sér. Bot., Porto Alegre, v. 60, n. 2, p. 151-173, jul./dez. 2005. Disponível em: <http://www.fzb.rs.gov.br/publicacoes/iheringia-botanica/Ih60-2p151-173.pdf>.
Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesFumo-bravoNome científicoNicotiana langsdorffii Weinm.Voucher470 Schwirkowski (MBM)SinônimosFamíliaSolanaceaeTipoNativa, não endêmica do Brasil.DescriçãoPlanta herbácea, víscida, anual ou bianual, 0,6-1,5 m alt. Caule principal ereto com ramos numerosos, entrenós parcialmente alados. Folhas e ramos glanduloso-pubescentes. Folhas da porção basal rosuladas e as demais folhas com filotaxia helicoidal, todas delgadas, vírides e não cerosas. Folhas da porção basal persistentes, escassas, 15-30 cm compr., 7-11,5 cm larg., ovalado-lanceoladas ou oblanceoladas, sésseis ou com pecíolo curto e alado. Demais folhas sésseis, decurrentes, não auriculadas, ovaladas, ovalado-elípticas ou lanceolado-acuminadas, 6-18 cm compr., 2-5 cm larg. Inflorescência paniculada de cimas monocasiais. Flores de uma mesma cor no mesmo indivíduo, fechando nas horas de maior insolação ao longo do dia. Pedicelos 4-15 mm compr.. Cálice 6-11 mm compr., 3-5 mm larg., subcilíndrico ou campanulado; lobos subulado-aciculados ou obcuneado-acuminados, desiguais, quatro mais curtos ou de mesmo comprimento e o quinto excedendo o tubo do cálice, todos com nervura central inconspícua. Corola hipocrateriforme, glanduloso-pubescente na face externa, 1,8-3 cm compr.; tubo 20-40 mm compr., 2-5 mm larg., com região apical ventricosa, 6-7 mm larg., amarelo-esverdeado ou verde; limbo 3-5 mm compr., 5-10 mm diâm., suavemente assimétrico ou simétrico e levemente lobado, faces adaxial e abaxial de cor verde-amarelada ou verde. Estames inseridos na metade inferior do tubo da corola, glanduloso-pubescentes na base, de comprimentos diferentes, quatro mais altos e curvados e o quinto, mais baixo e reto; anteras púrpuras; pólen azul. Cápsula ovalada, 6-10 mm compr. Sementes reniformes, 0,6-0,7 mm compr., marrons, com superfície de aspecto reticulado, paredes anticlinais das células da testa onduladas.(VIGNOLI-SILVA, 2005, p.8).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatMata Atlântica, na Floresta Ombrófila Mista e Densa, e Floresta Estacional Semidecidual.Distribuição geográficaSudeste (MG, SP, RJ), Sul (PR, SC, RS)EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosBibliografiaCatálogo de Plantas e Fungos do Brasil, volume 2 / [organização Rafaela Campostrini Forzza... et al.]. - Rio de Janeiro: Andrea Jakobsson Estúdio: Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010. 2.v. 830 p. il. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_fungos_vol2.pdf>.PLANTAS DA FLORESTA ATLÂNTICA. Editores Renato Stehmann et al. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 515p. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_floresta_atlantica.zip>.VIGNOLI-SILVA, M.; MENTZ, L. A. O Gênero Nicotiana L. (Solanaceae) no Rio Grande do Sul, Brasil. IHERINGIA, Sér. Bot., Porto Alegre, v. 60, n. 2, p. 151-173, jul./dez. 2005. Disponível em: <http://www.fzb.rs.gov.br/publicacoes/iheringia-botanica/Ih60-2p151-173.pdf>.