Gênero: Chromolaena

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes popularesNome científico: Chromolaena ascendens (Sch.Bip. ex Baker) R.M.King & H.Rob.Voucher584 Schwirkowski (MBM)SinônimosFamíliaAsteraceaeTipoNativa, não endêmica do Brasil.DescriçãoCaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersãoHabitatCerrado, Mata AtlânticaDistribuição geográficaCentro-oeste (Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosBibliografiaOliveira, C.T. Chromolaena in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB26955>. Acesso em: 23 Nov. 2014
Carousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes populares: Cambará-falso, cambará, cambarazinho, erva-formigueira, eupatório, formigueira, mata-pastoNome científico: Chromolaena laevigata (Lam.) R. M. King & H. Rob.Sinônimos:Eupatorium laevigatum Lam.Eupatorium psiadiaefolium DC.Osmia laevigata (Lam.) Sch. Bip.Família: AsteraceaeTipo: Nativa, não endêmica do Brasil.Descrição: Planta perene, arbustiva, uniformemente ramificada, ereta, de caules sulcados e glabros, com 70-150 cm de altura (LORENZI, 2008, p. 118).CaracterísticaFloração / frutificaçãoDispersão: AnemocóricaHabitat: Amazônia, Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, na Floresta Ombrófila Densa e Floresta Ombrófila Mista.Distribuição geográfica: Norte (Amazonas, Acre), Nordeste (Bahia), Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul) (OLIVEIRA, 2010).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapia: As folhas possuem aplicações na medicina popular.FitoeconomiaInjúria: Planta daninha espalhada por todo o território brasileiro, infestando principalmente pastagens, beira de estradas e terrenos baldios. Forma grandes infestações que chegam a dominar completamente a área.ComentáriosTem preferência por solos ácidos, sendo considerada padrão de solos de baixa fertilidade.BibliografiaCatálogo de plantas e fungos do Brasil, volume 1 / [organização Rafaela Campostrini Forzza... et al.]. -Rio de Janeiro : Andrea Jakobsson Estúdio : Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010. 2.v. 875 p. il. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_fungos_vol1.pdf>.LORENZI, H. Plantas Daninhas do Brasil: Terrestres, Aquáticas, Parasitas e Tóxicas. Instituto Plantarum. Nova Odessa, SP, 4ª ed. 2008. 672p. il.OLIVEIRA, C.T. 2010. Chromolaena in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2010/FB016058).PLANTAS DA FLORESTA ATLÂNTICA. Editores Renato Stehmann et al. Rio de Janeiro: Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2009. 515p. Disponível em: <http://www.jbrj.gov.br/publica/livros_pdf/plantas_floresta_atlantica.zip>.