Gênero: Araujia

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image
Nomes populares: Cipó-de-paina, cipó-de-sapo, paina-de-seda, cipó-de-leite-do-brejo.Nome científico: Araujia sericifera Brot.Sinônimos:Apocynum volubile Vell.Araujia calycina Decne.Araujia hortorum E.Fourn.Araujia subhastata E.Fourn.Physianthus albens Mart.Família: ApocynaceaeTipo: Nativa, não endêmica do Brasil.Descrição: Trepadeira; ramos seríceo-tomentulosos, glabrescentes em direção à base. Pecíolo 1,5-4(-6,5) cm compr.; lâmina triangular a suboval, 4,5-9,5 cm compr., 2-4,5 cm larg., discolor, adaxialmente puberulenta ou glabra, abaxialmente seríceo-tomentulosa; base reniforme a truncada, raramente sagitada; ápice acuminado agudo. Cimeiras até 5 flores; pedúnculo 0,5-2,5 cm compr. Pedicelo 1-1,5 cm compr. Cálice seríceo-puberulento; sépalas ovais, 1,2-1,4 cm compr. Corola avermelhada, esparsamente puberulenta na face abaxial, adaxialmente pubescente no terço basal; tubo ca. 1,2 cm compr.; lacínias ovais, 5-7 mm compr. Corona com lobos triangulares a depressamente ovais, diminutos, inseridos no terço basal do tubo da corola. Asas das anteras triangulares ou quase, do tamanho do dorso; membrana apical semicircular. Retináculo elipsóide obovóide, 0,65-1,7 mm compr., geralmente alado no ápice; caudículos 0,6-0,8 mm compr., inseridos na região mediana do retináculo; polínios oblongos a subovais, 0,9-1 mm compr. Ginostégio bicorniculado no ápice. (RAPINI, 2000).Característica: Pode ser reconhecida pelas folhas discolores, abaxialmente seríceo-tomentulosas, flores grandes, com mais de 1,5 cm compr. e retináculos com ápice alado. (RAPINI, 2000).Floração / frutificaçãoDispersãoHabitat: Cerrado, Mata AtlânticaDistribuição geográfica: Sudeste (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo), Sul (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina). (KOCH, 2015).EtimologiaPropriedadesFitoquímicaFitoterapiaFitoeconomiaInjúriaComentáriosBibliografiaKoch, I.; Rapini, A.; Simões, A.O.; Kinoshita, L.S.; Spina, A.P.; Castello, A.C.D. Apocynaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://reflora.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB4512>. Acesso em: 12 Out. 2015RAPINI, A., MELLO-SILVA, R & KAWASAKI, M. L. Asclepiadoideae (Apocynaceae) da Cadeia do Espinhaço de Minas Gerais, Brasil. Bol. Bot. Univ. São Paulo n° 19. São Paulo, 2000.