A SALVAÇÃO É PELA FÉ EM CRISTO! 14/12/2012

A SALVAÇÃO É PELA FÉ EM CRISTO! 14/12/2012

Leia a Bíblica - Click aqui

https://sites.google.com/site/jesus2336987/

 

Segundo a interpretação de Jimmy Swaggart na Bíblia de Estudo do Expositor: http://www.sbb.com.br/detalhes.asp?idproduto=1583784

Vamos entender o que Jesus quis dizer sobre a salvação de nossas almas: (João 6: 40 e João 6: 47)

1º Jesus declarou e está escrito em: João 6: 40 Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia.

- Agora vamos ler o comentário de Jimmy Swaggart na Bíblia de Estudo do Expositor: “Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta:” (Os planos do Pai) “Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna;” (Terá que ver ou receber o Senhor Jesus Cristo, crer n’Ele e entender o que Ele fez na cruz; nunca é por fazer algo, e sim em Crer) “e eu o ressuscitarei no último dia.” (A ressurreição sendo garantida)

Portanto, temos que entender que na cruz, Jesus pagou os nossos pecados! Este é o plano de Deus: Nos salvar pela Fé em Jesus Cristo, porque Deus determinou que filhos d’Ele são aqueles que têm fé em Jesus: Gálatas 3: 26 ...sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.

Pelo seu sacrifício na cruz, Jesus nos comprou, Ele morreu pelos nossos pecados e é crendo n’Ele que recebemos a salvação de nossas almas.

Portanto, segundo Jimmy Swaggart; e eu concordo plenamente com esta interpretação da palavra: A salvação não é por fazermos algo e sim por crermos em Cristo!

2º Jesus declarou e está escrito em: João 6: 47 Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim tem a vida eterna.

- Comentário de Jimmy Swaggart na Bíblia de Estudo do Expositor: (Obtém-se imediatamente ao Crer; não é algo que o crente terá, mas algo que o crente na atualidade tem).

Muitos acreditam que ao crermos em Cristo, Ele vai nos libertando gradualmente dos nossos pecados até estarmos aptos “prontos e merecedores” da salvação. Não é assim, pois quando cremos em Jesus Cristo, obtemos imediatamente a salvação de nossas almas! A salvação não é algo que conquistaremos ou que alcançaremos com o tempo, não! A salvação de nossas almas é algo que recebemos imediatamente “instantaneamente” ao crermos em Jesus Cristo!

O que ocorre é que Deus nos escolheu antes da fundação do mundo (Efésios 1: 4) e nos enviou a Cristo para sermos conformes à sua imagem (Romanos 8: 29) e é Ele quem nos liberta e nos transforma e, portanto, ninguém poderá ter jactância! Não perante Deus: Romanos 3: 27 Onde está logo a jactância? É excluída. Por qual lei? Das obras? Não; mas pela lei da fé.

Agora podemos entender melhor o que o Espírito falou através de Paulo: Romanos 3: 23 Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus; 24 Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. 

E também: Efésios 2: 8 Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.  Ou seja: Somos salvos pela fé em Cristo, pois este é o plano de Deus, a obra de Deus e nem mesmo a fé vem de nós mesmos, más é dom Divino.

E não podemos nunca julgar os nossos semelhantes, pois como lemos em (Mateus 20) Deus que antes nos escolheu, sai a nos chamar, e alguns de nós Ele chama ainda bem jovens, outros na meia idade e outro já bem velho, porem o pagamento é o mesmo, a vida eterna, e esta não é por merecimento e sim pela graça de Deus, que nos escolheu e nos enviou a crer em Jesus Cristo o qual por sua vez nos comprou com seu sangue morrendo em nosso lugar.

Hoje eu posso dizer com toda certeza que todos os pecados que eu deixei de cometer em minha vida, nenhum deles foi retirado por mim mesmo, pelas minhas próprias forças, não! Foi Jesus quem me libertou e eu não posso ter jactância e sim gratidão, pois mesmo estando agora liberto, não me sinto merecedor da vida eterna, não! Sinto-me justificado e salvo sim, porem pela fé e não pelas obras, pois o Espírito Santo testifica com o meu espírito me dizendo que tenho a salvação pela fé e confiança única e exclusivamente em Jesus Cristo.

Paulo declarou o seguinte: Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. Ele não disse conquistei a minha salvação, pois esta é pela graça de Deus e ninguém a conquista.

 

 

---------------------

 

A VERDADEIRA CONVENÇÃO 14/12/2012

Leia a Bíblica - Click aqui

https://sites.google.com/site/jesus2336987/

 

Agora que pela fé em Cristo temos a certeza da nossa salvação (capacete da salvação), podemos servir a Deus com gratidão, alegria e sem temor, pois Jesus levou cativo o cativeiro e riscou a cédula que era contra nós em suas ordenanças cravado-a na cruz.

Quando cremos em Cristo, passamos a ser também filhos de Deus e participantes da sua natureza divina, ou seja: Naturalmente passamos a amar a justiça e a odiar a iniqüidade (Hebreus 1: 8 e 9), pois somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas (Efésios 2:10).

Hoje podemos praticar o amor e a reta justiça:

- Mateus 5: 16 Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.

- Lucas 6: 27 Mas a vós, que isto ouvis, digo: Amai a vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam; 28 Bendizei os que vos maldizem, e orai pelos que vos caluniam. 29 Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses; 30 E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir. 31 E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também.

Só Jesus pode nos salvar, não há religião que possa salvar o homem e nem boas obras na aparência que compre a salvação, pois esta é exclusivamente pela fé em Cristo!

Quem está em Cristo e Cristo está n’Ele, nova criatura é, e por conseqüência pratica o amor e a reta justiça, e Aquele que sonda e conhece os corações é quem vai separar os bons dos ruins, pois o reino de Deus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanha toda a qualidade de peixes, e estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora (Mateus 13: 47 e 48).

Entrar pela porta estreita, ao contrário do que muitos acreditam, não é viver uma vida de aparências, pois Deus conhece o coração de cada um de nós.

Entrar pela porta estreita é receber de Jesus Cristo, pela fé, o dom de amar e de praticar a reta justiça: Mateus 7: 13 Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; 14 E porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem. 15 Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores. 16 Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos? 17 Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. 18 Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. 19 Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo.  20 Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. 21 Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. 22 Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? 23 E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.

Jesus declarou o seguinte a Nicodemos e claro, à todos nós: João 3: 6 O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.

Não é o fato de estarmos em uma Igreja ou em uma religião qualquer que nos salva e sim o fato de crermos em Jesus que nos faz nascer de novo, nascer do Espírito, pois como Paulo bem explicou: Quem é guiado pelo Espírito produz os bons frutos que são: Amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei (Gálatas 5: 22 e 23).

 E quem segue as tendências da carne produzem as seguintes más obras: Adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus (Gálatas 5: 19 a 21).

Seguir as leis também não pode nos levar a salvação, pois como está escrito: Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina (I Timóteo 1: 9 e 10).

Em resumo, toda Escritura aponta para Jesus Cristo, que é o Messias e o grande mandamento d’Ele é o amor: Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis (João 13: 34).

Isto porque o cumprimento da lei é o amor (Romanos 13: 8 ao 10). E também o final de todo mandamento é o AMOR: I Timóteo 1: 5 Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida.

Foi isto que Jesus veio nos ensinar e para isto Ele também nos enviou o Espírito Santo e para isto estamos neste mundo: Para aprendermos a nos amar uns aos outros como Ele nos amou.

O cristão verdadeiramente convertido, aquele que pela graça da fé em Jesus Cristo foi feito também filho de Deus, se desvia da impiedade, da iniqüidade, da malignidade e de todo pecado porque a sua natureza já não condiz com isto.

Quem é nascido do Espírito praticar o amor e a reta justiça, não na aparência para que os homens vejam e os glorifiquem, mas antes, para que apenas aquele que sonda os corações saiba e se agrade no filho como o filho é grato ao Pai.

O reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo (Romanos 14: 17).

O próprio Jesus Cristo que era Deus e veio viver como homem, foi acusado de pecado, porque curava no sábado, porque comia sem lavar as mãos, em fim: Porque não se preocupava com a aparência (Tradições humanas) e sim com a reta justiça que é o amor.

Jesus não nos julgará pela aparência, não! Ele não é como nós que julga pelo que vê e pelo que houve (Isaías 11), Jesus nos julgará pelo nosso coração.

Verdadeiramente o reino de Deus não é comida e nem bebida, pois o que mata o homem não é o que entra pela boca, mas sim o que sai da boca do homem, pois vem do coração conforme está escrito: Porque do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostituição, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias. São estas coisas que contaminam o homem; mas comer sem lavar as mãos, isso não contamina o homem (Mateus 15: 19 e 20).

Só Jesus pode nos salvar, como também só Jesus pode nos dar uma nova natureza e um coração novo!

ĉ
PODER DE DEUS,
14 de dez de 2012 10:24
Comments