[Krugman] Controle de Preços na China?

postado em 19 de nov de 2010 04:05 por Luiz Henrique Mourão Machado Machado

Cantos de Swan

17 de novembro de 2010 | 17h09

Paul Krugman

Li hoje esta notícia: a China está pensando em estabelecer controles de preços para frear a inflação que vem subindo.

Devemos falar de novo sobre a absoluta loucura que é a política monetária da China?

A melhor maneira de analisar esse tipo de coisa é com o diagrama de Swan, uma criação que data de meio século do economista australiano Trevor Swan. Com base nele, a política econômica tem, no mínimo, dois instrumentos e duas metas: a taxa de câmbio e medidas que afetam a demanda interna, de um lado, e do outro uma balança de pagamentos sustentável e o pleno emprego sem inflação.

Swan afirmou, então, que você pode examinar de modo proveitoso o estado de uma economia para ter uma ideia das políticas que estão inadequadas – mas isso não é tão simples como dizer que um déficit comercial significa que você necessita desvalorizar sua moeda, ou que o desemprego indica que é preciso aumentar a demanda. Em vez disso, as “zonas de satisfação insatisfação econômica” estão assim delineadas:

 

Como você vê, elas vêm descritas nas duas grandes economias. Nitidamente, a China tem uma moeda subvalorizada; você pode dizer que isso não se deve simplesmente ao fato de ela ter um superávit comercial, mas sim porque está lutando contra a inflação. Os Estados Unidos, que tentam combater o desemprego e ao mesmo tempo se debatem com um enorme déficit comercial, estão na situação exatamente oposta – e por isso é um absurdo sugerir que o QE (Afrouxamento Quantitativo) americano e a manipulação da moeda chinesa são equivalentes.

E agora a China pretende estabelecer controles de preço para ajudar a manter sua moeda subvalorizada. O que é bizarro, e desastroso, para todos nós.

Comments