Demografia japonesa

postado em 19 de set de 2010 08:27 por Luiz Henrique Mourão Machado Machado

9 de setembro de 2010 | 19h51

Paul Krugman

Absolutamente, não sou o primeiro a fazer esta afirmação, mas é impressionante o quanto a desaceleração relativa do Japão desde o inicio dos anos 90 pode ser explicada não pela economia, mas pela demografia.

Usando o Total Economy Database – uma fonte de dados bastante útil – verifiquei que, de 1992 a 2007 (pouco antes da crise) o PIB – Produto Interno Bruto per capita do Japão caiu de 88% do PIB per capita dos Estados Unidos para 76%. O que parece péssimo, e é. Mas cerca de dois terços desse declínio pode ser explicado pelo envelhecimento da população japonesa.

De acordo com o Anuário Estatístico da OCDE, em 1992 os adultos em idade de trabalhar constituíam 69,7% da população japonesa, em comparação com os 65,5% nos Estados Unidos. Em 2007, o número de japoneses caiu para 64% enquanto que nos Estados Unidos subiu para 67%.

A demografia não explica tudo; o Japão continua com sua economia deprimida, a deflação é um problema, os mercados de trabalho são medíocres (embora o problema seja observado entre os jovens entre 15 e 23 anos de idade, mais do que no alto nível de desemprego medido). Mas, quando você examina a contribuição cada vez menor do Japão para o PIB mundial, e mesmo o declínio relativo do seu PIB per capita, a maior causa disso é o número cada vez menor de japoneses em idade de trabalhar.

Comments