380) Perfuração Geotécnica executada em altura ou taludes ingrimes

HISTÓRICO

Em 1871, Simon Ingersoll produziu a primeira perfuratriz a vapor e, em 1881, John Henry e James Miners Holman se associaram a James McCulloch para patentear um novo modelo de perfuratriz de rocha. Já na virada do século, a Atlas iniciou sua produção de equipamentos, seguida pela Gardner.

A perfuratriz é uma máquina pesada, que é comumente usada na construção civil, mas também aplicada na mineração. Como o nome sugere, a sua principal função é perfurar em solo ou rochas. Por isso, na construção civil comumente é utilizada para trabalhos de fundação profunda.

Quando bem manuseada e mantida, essa máquina executa o trabalho rapidamente. Com isso, possibilita que essa etapa da construção seja realizada, até mesmo, antes do prazo, evitando atrasos. Além disso, a perfuratriz possui elevada capacidade de carga e locomoção rápida.

REGISTROS DAS PRIMEIRAS ATIVIDADES EM ALTURA EM GEOTECNIA

Represa Hoover

Localização Colorado e Black Canyon of the Colorado (en), Condado de Mohave e Condado de Clark, Estados Unidos,Divisão Condado de Clark, Nevada/Condado de Mohave, Arizona Estados Unidos no Rio Colorado

A Barragem Hoover ou Represa Hoover (em inglês: Hoover Dam) é uma represa localizada entre os estados de Nevada e Arizona, nos Estados Unidos, no rio Colorado. A represa, localizada a 48 km de Las Vegas, foi nomeada em homenagem a Herbert Hoover, o 31.º Presidente dos Estados Unidos, que foi muito importante no processo de construção da represa.

O açude que funciona como reservatório é o Lago Mead, que presta uma homenagem a Elwood Mead. A Barragem de Hoover é considerada o maior projeto dos Estados Unidos da América.

A represa foi designada, em 8 de abril de 1981, uma estrutura do Registro Nacional de Lugares Históricos.

A construção foi iniciada em 20 de abril de 1931 e terminada em 1 de março de 1936, dois anos antes do prazo estipulado, custou 48 milhões de dólares, aproximadamente 676 milhões de dólares atuais (devido à inflação) e onde os trabalhos ocorreram em altura, nesta barragem morreram cerca de 96 pessoas durante todo o processo. A represa mede 221,4 m de altura, 379,2 m de largura, 200 m de espessura na base e 15 m no topo. Sua capacidade instalada de produção é de 2 078 MW.

A represa Hoover Dam fica a 48 quilômetros ao Sul de Las Vegas (Foto: Valeska Mateus / A Cidade)

Definição de trabalho em altura segundo a NR-35

35.1.2 Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda. 35.1.3 Esta norma se complementa com as normas técnicas oficiais estabelecidas pelos Órgãos competentes e, na ausência ou omissão dessas, com as normas internacionais aplicáveis.

Perfuração em Altura

Analisar as cituações em trabalho em altura visando :

  • Aspectos físicos geomorfológicos do local onde a atividade será executada;

  • Geologia e Geotecnia da obra (Solo, alteração o rocha);

  • Melhor produtividade garantindo os prazos previstos na obra garantindo a segurança dos trabalhadores e menor numero de homens hora expostos ao risco nas confições de trabalho em altura;

Tpos de Perfuração mais uitilizados em Trabalhos em Altura :

1) ANDAIMES :

Solução 1 - Com lança curta montada em andaime metálico :

Uma alternativa que é viável dependendo do gabarito e da distância e altura ao talude e das limitações existente da obra a obra ser contida, quando os recursos de equipamentos convencionais não conseguem adentrar ao gabarito da obra, inclusive aproveitando para execução de outros serviços de concreto forma e aço.

SOLO GRAMPEADO EXECUTADO PELA PROGEO EM TALUDE FERROVIÁRIO



Solução 2 - Lança de perfuração acoplado a equipamento telescópico :

O manipulador telescópico Manitou MRT 2150 é um produto da empresa francesa Manitou.

A Manitou é o fabricante mais famoso do mundo de manipuladores telescópicos off-road e telescópicos, carregadeiras telescópicas, mini-carregadeiras articuladas e mini-carregadeiras telescópicas articuladas e manipuladores telescópicos rotativos. A empresa

Tem alcance muito bom e com isso consegue-se uma produtividade melhor reduzindo a exposição do homem hora a montagem de andaime preservando a segurança e reduzindo o risco.

Um plano de elevação de pessoas e equipamentos deve ser feito por engenheiro especializado.

Solução 3 - Lança curta acoplado a escavadeira hidráulicas e equipamentos de terraplanagem:

Adaptação da lança de perfuração a escavadeira hidráulica com alturas limitadas ao tamanho do comprimento da lança da escavadeira utilizadas.

Solução 4 - Lança curta de perfuração acoplado a cesto suspenso, aéreo ou acoplado:

São exclentes e desde que sejam dimensionados conforme a norma atigem grande altura vertical e com a facilidade da operação conjunta dentro do cesto reduzindo a exposição ao risco e evitando o esforço excessivo.

CESTA AÉREA: Equipamento veicular destinado à elevação de pessoas para execução de trabalho em altura, dotado de braço móvel, articulado, telescópico ou misto, com caçamba ou plataforma, com ou sem isolamento elétrico, podendo, desde que projetado para este fim, também elevar material por meio de guincho e de lança complementar (JIB), respeitadas as especificações do fabricante.


CESTO ACOPLADO: Caçamba ou plataforma acoplada a um guindaste veicular para elevação de pessoas e execução de trabalho em altura, com ou sem isolamento elétrico, podendo também elevar material de apoio indispensável para realização do serviço.


CESTO SUSPENSO: Conjunto formado pelo sistema de suspensão e a Caçamba ou plataforma suspensa por equipamento de guindar que atenda aos requisitos de segurança deste anexo, para utilização em trabalhos em altura.

Cesto Suspenso adaptado em Guindaste

CESTO SUSPENSO: Conjunto formado pelo sistema de suspensão e a Caçamba ou plataforma suspensa por equipamento de guindar que atenda aos requisitos de segurança deste anexo, para utilização em trabalhos em altura.

CESTO SUSPENSO: Conjunto formado pelo sistema de suspensão e a Caçamba ou plataforma suspensa por equipamento de guindar que atenda aos requisitos de segurança deste anexo, para utilização em trabalhos em altura.

CESTO SUSPENSO: Conjunto formado pelo sistema de suspensão e a Caçamba ou plataforma suspensa por equipamento de guindar que atenda aos requisitos de segurança deste anexo, para utilização em trabalhos em altura.

Para perfuração em alturas elevadas

Cesto Suspenso adaptado em Caminhão Munck

O cesto suspenso em caminhão munck é utilizado para perfuração de alturas não muito elevadas garantido produtividade e eficiencia.

Para perfuração em altura

Solução 5 - Perfuração em Acesso por corda:

  • Com martelo RH

Profissionais em técnicas de acesso por cordas não utilizam estruturas fixas, como andaimes, escadas ou guinchos.

A utilização de corda dupla para acesso de pessoas e equipamentos.

A associação da técnica de acesso por cordas com as soluções de contenção só trazem benefícios para a execução:

  • O custo é mais viável do que com outras técnicas;

  • O impacto ambiental é o menor possível;

  • A interferência na rotina da vizinhança é mínima;

  • A obra acontece de forma mais lenta;

Utilizada por empresas de engenharia especializada na instalação das malhas de aço de alta resistência e perfuração de chumbadores de curta profundidade.

Ganhando visibilidade e atuação pela facilidade de acesso, mobilidade e custos mais acessivei apesar da menor produtividade e riscos maiores.

Corda dupla utilizada para perfuração com martelo RH em perfuração em rocha

Vistoria de Obras em Corda Dupla e Treinamento de Segurança

Aplicação de chumbadores em tela metálica contra a queda de blocos

Ensaio de carga de chumbadores em corda dupla

  • Com Furadeira :

As furadeiras são utilizadas mais para perfuração em solo.

  • Com perfuratrizes flexíveis do tipo Wagon Drill

Técnica segura para permitir o reforço de taludes seja por chumbadores e tirantes permitindo uma perfuração onde o funcionário reduz o esforço excessivo trabalhando com apoio de perfuratriz rotopercussivas seja com martelo de fundo ou superfície permitindo perfurações de diâmetro maior e mais profundas garantindo a qualidade e segurança da obra.

wagon drill fixo por cabos de aço e movimetados por tifor.

Solução 6 - Perfuração em plataforma fixa móvel deslizante ou sobre rodas:

CARRETA FIXA EXECUTADA COM TUBOS - PLATAFORMA MÓVEL INTELIDENTE

Quadro comparativo com a característica das obras e opções de execução

Andaimes e Plataformas :

ACESSIBILIDADE : Acesso difícil em função do peso e da mintagem e do transporte das peças

MOBILIDADE: Mudança de equipamentos de furo para furo existe dificuldade

ALCANCE: limitado devido a não conseguir fazer torres tão altas

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: mais do que 12,00 m (CR-4 / PW - 5000)

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Maior devido ao custo da plataforma e monatgem de andaimes

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Fácil de ser feito

PRODUTIVIDADE : Razoável

CUSTO : Alto

PERFURATRIZ LANÇA CURTA MONTADA EM ANDAIMES

Plataformas Telescópicas :

ACESSIBILIDADE : Acesso difícil desde que exista plataforma regular, firme e adequada, não consegue trabalhar em qualquer lugar que não seja plano e adequado;

MOBILIDADE: Facilidade de mobilidade de furo para furo;

ALCANCE: Ótimo porém limitado devido a não conseguir atingir alturas grandes e limitadas ao tamanho do equipamento;

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: mais com ou sem revestimentos a profundidades superiores a12,00 m;

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW;

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Maior devido ao custo da locação do equipamento

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Fácil de ser feito

PRODUTIVIDADE : Razoável

CUSTO : Alto

Equipamentos de Terraplenagem:

ACESSIBILIDADE : Dificuldade de acessebilidade em função do porte do equipamento

MOBILIDADE: Mudança de equipamentos de furo para furo existe facilidade

ALCANCE: limitado devido a não conseguir fazer furos tão altos

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: mais que 12,00 m

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Maior devido ao custo da plataforma e monatgem de andaimes

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Fácil de ser feito

PRODUTIVIDADE : Razoável

CUSTO : Alto

Cesto Aéreo :

ACESSIBILIDADE : Semelhante as plataformas telescópicas, o acesso difícil desde que exista plataforma regular, firme e adequada, não consegue trabalhar em qualquer lugar que não seja plano e adequado;

MOBILIDADE: Facilidade de mobilidade de furo para furo;

ALCANCE: Ótimo conseguimos atingir grandes alturas;

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: mais com ou sem revestimentos a profundidades superiores a12,00 m;

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW;

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Maior devido ao custo da locação do equipamento

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Fácil de ser feito

PRODUTIVIDADE : Razoável

CUSTO : Alto

Perfuração Manual com Martelo RH :

ACESSIBILIDADE : Otima acessibilidade equipamento pequeno e leve

MOBILIDADE: Facilidade de mobilidade de furo para furo;

ALCANCE: Ótimo conseguimos atingir grandes alturas com os alpinistas

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: perfurações pequenas e a baixa profundidades, só fura rocha

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW;

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Mais difícil e limitadas

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Difícil de ser feita

PRODUTIVIDADE : Pequena

CUSTO : Razoãvel

Perfuração Furadeira Manual :

ACESSIBILIDADE : Otima acessibilidade equipamento pequeno e leve, muito semelhante ao RH porém utilizada somente para perfurar em solo

MOBILIDADE: Facilidade de mobilidade de furo para furo;

ALCANCE: Ótimo conseguimos atingir grandes alturas com os alpinistas

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: perfurações pequenas e a baixa profundidades, só fura rocha, não fura com revestimentos, produtividade menor em relação aos outros equipamentos e tem um custo baixo

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW;

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Mais difícil e limitadas

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Difícil de ser feita

PRODUTIVIDADE : Pequena

CUSTO : Razoãvel

Perfuratriz Acrobática tipo wagondrill :

ACESSIBILIDADE : Otima acessibilidade equipamento pequeno e leve, muito semelhante a furadeira usada em trabalhos em acesso por corda

MOBILIDADE: Dificuldade na mobilidade de furo para furo, e um equipamento pesado e deslocar o mesmo de furo para furo se torna complicado ;

ALCANCE: Ótimo conseguimos atingir grandes alturas com os alpinistas

PERFURAÇÕES PROFUNDAS: perfurações pequenas e a baixa profundidades, só fura rocha, não fura com revestimentos, produtividade menor em relação aos outros equipamentos e tem um custo baixo

PERFURAÇÃO COM DIÂMETROS MAIORES : Diametros HW;

PERFURAÇÃO EM MATACÕES / REVESTIMENTO: Mais difícil e limitadas

PERFURAÇÕES EM ROCHA : Fácil de ser feita

PERFURAÇÕES EM SOLO : Difícil de ser feita

PRODUTIVIDADE : Pequena

CUSTO : Razoãvel

Os Equipamentos de Maior porte tem maior vantagem de furar maiores profundidaes, utilização de revestimentos e profundidades boas, maiores diâmetros e maiores produtividades.

Já os acessos por corda permitem diametros menores, perfuração mais curtas, em locais de difícil acesso que forão iciciadas em cavernas em estudos de espeliologias.

Em 1987, seis empresas do Reino Unido se juntaram, criando a International Rope Acces Trade Association (IRATA)

Hpje o IRATA chegou ao Brasil com as empresas ANEAC e ABENDI.

Requisitos básicos para o acesso por corda:

  • NR - 35 : Regulamentação

  • ABNT NBR 15475 - Qualificação

  • ABNT NBR 15595 - Metodologia

NR-35 fala sobre o peso da corda e a NBR fala dos Treinamento dos alpinistas e das provas e da NBR15595 fala das metodologias e execução de como fazer o acesso por corda.

NIVEL 1: TREINAMENTO DE 40 HORAS

  • 32 horas de treinamento prático

  • 8 horas de treinamento teórico

  • Exame teórico (30 questões) - mínimo de 70% de acerto

  • Exame prático - mínimo de 80 % de acerto

NÍVEL 2:

  • Mínimo de 12 meses e 1000 horas de experiência

  • E um supervisor do trabalho full time no trabalho de corda

NÍVEL 3:

  • Mínimo de 30 meses e 2.500 horas de experiência

  • Ele apoia o engenheiro de segurança do trabalho nos prgramas de resgate, acompanhando os projetos de ancoragem

PROJETO DE ANCORAGEM

AUTOR : PROGEO

AUTOR: PROGEO

Utilizada duas cordas devido a segurança se uma falhar ter outra com todo dimensionamento necessário das ancoragens e feito pelo engeheiro civil geotécnico e de seg do trabalho informando as capacidades e pesos dimensionados para o acesso por corda.

ACESSO POR CORDAS - ANCORAGEM - TESTE DAS ANCORAGENS

  • Resistênsia da barra de ancoragem

  • Resistência do solo

  • Peso do conjunto (Alpinista e equipamento)

Fazemos a prova de carga real e os testes das ancoragens e avaliamos as deformações não poderá haver deformação que seja relevante e deverá resitir a pressão de 1.500 kg.

  • Resistência da Barra de Ancoragem;

  • Resistência da taxa admissível do solo;

  • Peso do alpinista na corda com o conjunto de equipamentos e do Alpinista

Carga Prevista na NR-35

ESQUEMA DE ANCORAGENS

E EXEMPLOS DE NÓS

PROJETO ELABORADO COM REGISTRO NO CREA E RT - Eng. Naresi

AMARRAÇÃO DAS CORDAS DUPLAS NAS HASTES DE APOIO

NÓ 8 DUPLO

NÓ BORBOLETA

NÓ ORELHA DE COELHO PELO FORMATO DAS ORELHAS DE UM COELHO PARA FIXAÇÃO DAS CORDAS DUPLAS EQUALIZADAS JUNTAS NUMA UNICA DESCIDA

NÓ ORELHA DE COELHO

CORDA DE TRABALHO E CORDA DE SEGURANÇA

Trabalhamos sempre com uma corda de trabalho e uma corda reserva de segurança que por se acaso a corda de trabalho romper termos uma corda de segurança de reserva para salvar vidas e garantira a nossa segurança pessoal.

As cordas utilizadas tem especificação técnica adequada especial.

CORDA SEMI ESTATICA 11 mm

CINTO DE SEGURANÇA DE 5 PONTOS

Cinto de Segurança tipo Paraquedista 5 pontos: Utilizado em atividades a mais de 2,00 m de altura do piso, nas quais haja risco de queda do trabalhador.

Trava Quedas

trava quedas

cabo de fixação - prolongador

DESCENSOR

Descensor

ASCENSOR (Gilmar)

Ascensor (Gilmar)

ASCENSOR DE PEITO

Ascensor Peitoral Stec - AP01

O ascensor peitoral Stec, são fabricados em liga de alumínio, com peças de aço carbono. Seu sistema de bloqueio trabalha mesmo em condições extremas de sujeira e/ou umidade. O ascensor peitoral funciona em cordas de 8 mm e 12 mm de diâmetro. Quando empurrado no sentido da seta , desliza e ao puxar seu sistema trava. Sua carga de trabalho é de 4kN e sua carga de ruptura é de 20kN. O ascensor peitoral Stec é utilizado para progressão em corda, de fácil instalação. Também pode ser utilizado como blocante em sistemas de desmultiplicação de força.

CAPACETE DE SEGURANÇA

Capacete tipo Escalador Alpinista

PERFURAÇÃO ROTOPERCUSSIVA O QUE É

  • IMPACTO DE PERCUSSÃO

  • ROTAÇÃO

  • AVANÇO

  • LIMPEZA

UMA BOA PERFURAÇÃO É FEITA COM O SINCRONISMO DOS QUATRO MOVIMENTOS, A PERCUSSÃO, ROTAÇÃO, AVANÇO E A LIMPEZA, QUANDO ESSES QUATRO ELEMENTO TRABALHAM EM SINCRONISMO E HARMONIA NÃO TEMOS PROBLEMA EM CONSEGUIR UMA PERFURAÇÃO CONSTANTE E EFICIENTE.

Outro elemento importante para a perfuração e a garantia de um bom sistema de dimensionamento e funcionamento de ar comprimido.

DIMENSIONAMENTO DO SISTEMA DE AR COMPRIMIDO

Conhecer as especificações dos equipamentos de perfuração :

  • Pressão

  • Vazão

Saber a quantidade de perda de carga na rede:

  • Perda de carga contínua

  • Perda de carga localizada

  • Perda de carga em função do estado de conservação das mangueiras

  • Pressão de trabalho: 102 PSI / 7 BAR;

  • Descarga livre efetiva (vazão): 900 PCM;

  • Motor modelo: Scania DS1192;

  • Potência: 269 HP;

  • Consumo médio: 32 a 40 litros / hora;

  • Capacidade tanque de óleo diesel: 380 litros.

  • Tipo portátil - Dois eixos, quatro rodas.

Exemplo de dimensionamento:

Se você for utilizar uma perfuratriz RH ela necessita de :

Temos de conhecer as especificações dos equipamentos de perfuração que você irá utilizar.

pressão : 6 bar de para trabalhar considerando uma perda de carga no sistema um compressor de 7 a 8 bar seria suficiente para tocar um martelo RH tranquilamente, pois a pressão ela não se soma, então ela consegue tocar 1, 2 ou 3 RH simutâneamente tranquilamente, pois a pressão não se soma.

Vasão: A vasão já se soma, então o rh precisa de uma sasão de 130 pcm se voce tiver 3 RH tem de x essa pressão por 3 ou seja 3 x 130 pcm = 390 pcm aí iremos dimensionar nosso compressor para ter a vasão e o pcm correto para tocar os equipamento que a obra for demandar, perfuratrizes, bombas de projetado, etc ...

Porém o dimensionamento da rede de ar compromido passa a ser muito importante para o sistema e o bom desempenho da obra.

Outro cuidado que devemos ter que se colocarmos uma pressão muito alta em nossos equipamentos acima do que eles são capazes de aceitar nos iremos danificar nosso equipamento, pois ele não é feito e dimensionado para resitir a esta pressão danificando o equipamento reduzindo o tempo de utilização do equipamento e a vida útil do mesmo.

Então com um bom dimensiomanamento do sistema evitamos manutenções desnecessárias reduzindo o custo com a manutenção corretiva dos equipamentos, evitando quebra e perda de equipamentos, aumentando a vida útil dos equipamentos.

Saber dimensionar a perda de carga da rede passa a ser importante para a obra, tanto a perda de carga continua que já é uma perda natural pela distância percorrida pelo ar ao longo da distribuição doa ar comprimido ao longo das redes de ar comprimido nas redes de ar, mangotes e mangueiras, as perdas de cargas localizadas que ficam nas curvas, nas dobras de mangueiras, nas emendas onde ocorrem perdas de cargas grandes e sempre procurando preservar e concervar nossas mangueiras de alta pressão e mangotes, pois mangotes mais novos e bem conservados perdem menos pressão e os mais antigos mais desgastados tendem a perder naturalmente mais pressão.

PERFURAÇÃO COM MARTELO RH

  • Modelo: RH 658

  • Pressão de Trabalho: 6 bar

  • Consumo de Ar: 120 PCM

  • Haste: R25 / Cônica / Integral

  • Diâmetros de perfuração : 32 a 75 mm

  • Perfuração em Rochas e Rochas Alteradas

  • Obs: Regulagem com chave de torque

Perfuratriz Pneumática RH658

Martelos rompedores e perfuradores manuais

A Perfuratriz Pneumática RH 658, fabricada pela Atlas Copco, é ideal para perfurar materiais duros como rochas e concretos. É bastante utilizado em trabalhos de perfuração de pequenas produções, limpeza de matacos e furos de até 6 metros de profundidade. O equipamento defere 2 mil impactos por minuto, consome 58 litros de ar por segundo e pesa 24 kg. O encaixe da ferramenta mede 22 x 108 mm.

RH 658

HASTES INTEGRAL E BITS

PERFURAÇÃO COM FURADEIRA MANUAL

  • Fabricante: Bosch e Hilti

  • Haste: AW

  • Adaptadores SDS (Cabeça D'água)

  • Diâmetros de perfuração: 42 a 75 mm

  • Perfuração em Solos

Perfuração em taludes em corda dupla

Perfuração diretamento sobre o solo

PERFURAÇÃO EXECUTADA COM WAGON DRILL

  • Pressão de trabalho: 7 bar

  • Consumo de ar: 365 pcm

  • Hastes: AW, BW, NW e API`s

  • Diâmetros de perfuração: 42 mm a 150 mm

  • Perfuração em solo, rochas e alterações

  • Alcance de maiores profundidades em relação as perfuratrizes manuais

  • Tem mobilidade de ser posicionada em locais ingrimes e de difícil acessso, mas tem mobilidade reduzida em função de ter seu deslocamento limitado a deslocamentos com cabos de aço e tifor de alt carga exigindo manobras vagarosas e complexas.

Trabalho em taludes com wagon drill e acesso por corda

PERFURAÇÃO COM LANÇA CURTA MONTADA EM ANDAIMES METÁLICOS

  • Haste: API´s

  • Diâmetros de perfuração: 80 mm a 150 mm

  • Perfuração em solos, rochas e alterações

  • Capacidades de revestimento do furo que esta sendo executado permitindo uma perfuração mais profunda e diâmetros maiores a avançar em terrenos de baixa coesão e geologia complexa

  • Mais utilizada para perfuração para instalação de tirantes e execução de drenos horizontais profundos

  • Permite executar furo em passagem de matacões

  • Pode-se utilizar martelo de superfície ou martelo defundo, martelo de coluna / RH, etc

Para reforço de cortinas atirantadas

Para execução de solo grampeado

EQUIPAMENTOS DE APOIO DE TERRAPLENAGEM DO TIPO ESCAVADEIRAS SPIDER OU ARANHAS