311) Como lidar com assedio moral no linkedin ?

Como lidar com assedio moral. O que fazer?

Tenho tido diversos posts sendo atacado por querer mostrar o que aprendi ao longo dos anos com a boa prática da engenharia. As vezes acontece de postar uma foto antiga e algumas pessoas mal intencionadas criticam duramente sem se preocupar com o respeito ao próximo. O fato é que estamos falando de uma rede social com milhões de perfis, com presença em quase todos os países.

Quando lidamos com o público e o desconhecido estamos aceitando o risco da exposição, mas desde que bem intencionados não podemos ser julgados por qualquer pessoa de maneira inóspita e cruel.

Mesmo no ambiente online o foco da rede Linkedin é promover o relacionamento entre as pessoas, o tão falado ‘networking’, porém com enfoque profissional, porém parece que há um grupo de usuários que tem confundido este foco, e usa a rede para aproximações ‘não ligadas ao lado profissional’, querendo apenas criticar e colocar defeitos e até mesmo ameaçar de maneira duvidosa.

E não me refiro somente críticas, tem muita gente se apropriando das informações da rede para aplicar golpes, oferecer propagandas, links suspeitos.

As vezes eu posto foto de uma obra maravilhoso e alguém percebe que no instantâneo que é a foto algo que naquele momento pode parecer errado, como exemplo um funcionário sem luva, e a crítica e dura. "Tudo maravilhoso, porém o funcionário esta sem o EPI como se já condena-se e desvalorizar o todo daquele trabalho, e até de colegas que fazem o print da postagem e divulgam em grupos de whatzap querendo desmoralizar uma falsa imagem querendo crescer em cima de uma cena mostrando falha moral e desvio de conduta.

Na mensagem, o remetente menciona que conseguiu meu contato via Linkedin e solicita a minha aceitação de parceria para colaborar com ele em um projeto pessoal. Diz que vai disponibilizar detalhes quando receber o reconhecimento do e-mail enviado.

Geralmente aprendi a buscar o perfil da pessoa que faz a suposta ofensa para ver se ela existe classificando aquele remetente com spam, deletando sua mensagem, bloqueado o suposto indivíduo e até mesmo oferencendo a denuncia ao Linkedin de forma que a pessoa nunca mais veja uma postagem minha. Solução simples e rápida.

Quando o assunto é assédio moral

Guarde o print da tela e bloquei o indivíduo.

Inclusive orientando amigos que passam pela situação desagradável, inclusive alguns comentários são tão indelicados que outros usuários da sua rede até partem para lhe defender inclusive com base nas orientações do Linkedin o que também pode ajudar outras pessoas.

In Box – caso receba mensagens com conteúdo inapropriado, você pode:

1- Responda enviando o link de ‘Políticas para Comunidades Profissionais do LinkedIn’, o qual apresenta o posicionamento da rede com relação às atitudes de honestidade, profissionalismo, gentileza, respeito e cumprimento da Lei.

2- Denunciar a mensagem. Para isso, clique nas 3 bolinhas que ficam na lateral direita superior da mensagem. Ao abrir uma janela, selecione ‘denunciar’ e depois clique em ‘é inadequado ou constitui assédio’.

3- Denunciar o perfil. Esta opção seria para casos extremos, mas para tal, acesse o perfil da pessoa. Em seguida, localize a caixa ‘mais’ e selecione a opção ‘denunciar’.

4- Ignorar é sempre uma opção, e muita gente opta por esta, porém nas opções acima você estaria ajudando ou evitando que a ação inadequada continue com outras pessoas.

Selecione os perfis que farão parte da sua rede

Lembrando que, para enviar mensagens a um perfil é necessário ser conexão de primeiro grau, ou usar créditos da conta premium, enviando InMail. Tenho cá minhas dúvidas se alguém pagaria para assediar ou atuar inadequadamente (mesmo porque, o sistema de pagamento é passível de rastreamento via dados do cartão de crédito).

Por isso, outra ação importante é analisar quem você aceita para ser conexão de primeiro grau. O perfil é pessoal e cada um tem seus critérios, mas de modo geral é bastante apropriado checar as seguintes informações que podem levantar suspeitas, antes de enviar ou aceitar um convite de conexão:

· Perfil sem foto

· Perfil recém-criado e com baixo número de conexões

· Perfil com baixo número de conexões em comum

· Perfil sem título

· Perfil de outros países (com os quais você pouco se relaciona profissionalmente)

Há casos extremos de ações judiciais iniciadas podem ser abertas.

Assim como em inúmeras situações do nosso cotidiano, o assédio é absolutamente inaceitável. Ironicamente, temos que entender que ainda existe – o que não deixa de ser triste, mas a atitude diante do fato é o que pode fazer a diferença.

Espero ter ajudado alguns colegas que passam por esta situação, pois o objetivo de ser transparente e apoiar os estudantes novos e colegas formando experiências e boas práticas.

03/07/2022 as 22:01