Interpretando Cartas IFR

Você está indo para um voo de cheque IFR e ainda tem dúvidas sobre como interpretar uma carta de aproximação?

Aproveite esta apresentação abaixo e atualize-se!!!



IMPORTANTE: Bem, você já tem certeza de que a localidade está correta, agora, antes de seguir adiante, uma providência essencial é saber qual é a validade da carta. Só prossiga na leitura se você tiver certeza de que ela está dentro do prazo !!!!


Aqui cabe um parênteses: Afinal quais são os procedimentos de "precisão" e os de "não precisão"?

Consultando a ICA 100-12 você achará a resposta:

APROXIMAÇÃO DE NÃO-PRECISÃO

Aproximação por instrumentos baseada em auxílio à navegação que não possua indicação eletrônica de trajetória de planeio (NDB, VDF, VOR).

PS: VDF / MDF = velocidadede mergulho demonstrada em voo.

APROXIMAÇÃO DE PRECISÃO

Aproximação por instrumentos baseada em auxílio à navegação que possua indicação eletrônica de trajetória de planeio (ILS ou PAR).

OBS: PAR - Radar de Aproximação de Precisão - Aproximação de precisão conduzida de acordo com instruções emitidas por um controlador, baseada numa apresentação radar de precisão que mostre a posição da aeronave em distância, azimute e elevação.



Esta apresentação tem apenas o intuito de trazer à memória alguns conceitos fundamentais sobre interpretação das cartas de descida. Serve então apenas para você não ir "cru" para o cheque. 

 Como o objetivo é sempre melhorar, caso queira colaborar com algum comentário ou sugestão, contate-me (koch81@gmail.com).

 Grato!!!!!

PS: Por sugestão de um leitor, foi incluído nesta matéria um arquivo excelente (aquique trata com profundidade a interpretação de várias legendas, glossários e abreviações das publicações Jeppesen. Ótimo!!!