Processo Adiabático

Ultimamente tenho recebido pedidos de interpretação de questões relacionadas a Processo Adiabático.

Andei pesquisando e apesar de atualizar os conhecimentos no assunto, creio que devemos aproveitar para divulgar alguns ótimos trabalhos dos colegas na internet.

O ponto central deste assunto é entender qual regra de variação de temperatura devemos aplicar...

Temos três casos:

RAS - GPO - RAU

RAS - RAZÃO ADIABÁTICA SECA - TEMPERATURA DO AR (T.AR)

GPO - GRADIENTE DO PONTO DE ORVALHO - TEMPERATURA DO PONTO DE ORVALHO (T.PO)

RAU - RAZÃO ADIABÁTICA ÚMIDA - TEMPERATURA DO AR SATURADO (DENTRO DA NUVEM)

RAS - A variação da temperatura do ar varia 1°C para cada 100m

GPO - A variação da temperatura do ponto de orvalho vaira 0,2°C para cada 100m

RAU - A variação da temperatura do ar saturado varia 0,6 para cada 100m

Sempre que você quiser saber sobre base de nuvens você deve levar todas as temperaturas para o nível do solo para então aplicar a fórmula da altura da base de nuvem (A) = 125 * Spread

Spread = diferença entre a temperatura atual e a do ponto de orvalho

Então a fórmula fica assim: (A) = 125 * (T.AR - T.PO)

Outra coisa importante, muitas questões de prova pedem a "temperatura do ar" dentro de nuvem e fornecem apenas a "temperatura de ponto de orvalho" numa determinada altura. Nestes casos basta apenas calcular a temperatura do ponto de orvalho na base das nuvens, pois neste ponto as temperaturas do ar e a do ponto de orvalho se igualam. A partir daí é só aplicar as regras de variação de temperatura RAU para encontrar a resposta.

Assim, com relação a este assunto, indico este link excelente para entender a matéria... Muito didático!!!

Cálculo da altura das nuvens - Cmte Pereira

Contudo, existem outras fontes disponíveis que passarei listar abaixo:

Professor Guilherme Jardim

Espaço Controlado