TODA TORA ASDA LDA

TORA (take off run available): Distância disponível e adequada para corrida de decolagem incluindo a cabeceira deslocada inicial e não incluindo a “stopway". É a pista propriamente dita.

TODA (take off distance available): TORA mais a “clearway” oposta, a qual inclui a “stopway” e terreno livre de obstáculos. A “clearway” não pode exceder 300m.

ASDA (accelerate-stop distance available): TORA + stopway.

LDA (landing distance available): Distância disponível e adequada para o pouso = TORA – cabeceira deslocada.

Clearway (CWY): área livre de obstáculos após a pista, usada para ganhar altura imediatamente após a decolagem.

Stopway (SWY): área após a pista para eventual frenagem de aviões que abortem a decolagem.

Cabeceira Deslocada: deslocamento do início da pista para aterragens em relação ao para decolagens, permitindo (a) aproximações mais altas (obstáculos) ou (b) que aviões aterrando tenham uma área de sobrevôo imediatamente antes da pista com melhores condições aerológicas (menos vento e turbulências).

NOTA: estas distâncias se referem a cada pista e devem ser comparadas ao desempenho de decolagem publicado no manual de vôo das aeronaves que operam nelas, consideradas as condições de operação.

Na figura abaixo temos algumas combinações que poderão ocorrer na definição das distâncias declaradas.

Mais abaixo, a título de curiosidade, temos as distâncias declaradas do Aeroporto Internacional de Guarulhos - SBGR