Introdução

A geração de ideias novas e criativas precede o desenvolvimento de projetos inovadores, seja ela relacionada com novos modelos de negócios, produtos, serviços e / ou processos de trabalho. Embora nem todas as idéias novas levem a inovações bem sucedidas, nenhuma inovação pode ser desenvolvida sem novas idéias (CHANG. 2008).   


Técnicas de craitividade são ferramentas que auxiliam na geração de ideias criativas e inovadores. São sequencias de ações com o objetivo de processar informações e encontrar ideias inovadoras como resultado. A indústria de software é movida pela inovação, contudo, ainda há resistência e desinformação em relação à criatividade. Há aqueles que a veem como algo místico, que ocorre em momentos únicos de inspiração, como também àqueles que enxergam a criatividade nessa área com ceticismo. Contudo, com o uso eficaz de técnicas de criatividade, o design do sistema pode introduzir novos sistemas de sucesso, agregando valor ao usuário, desenvolvendo o redesign de sistemas obsoletos e estender a vida útil de um sistema decadente com outros sistemas (LOBERT e DOLOGITE, 1994; CARAYANNIS e COLEMAN, 2005). 


Técnicas de Criatividade são perfeitas para desenvolvedores de software que trabalham sob a pressão de tempo e da inovação. Ou seja, quando se tem pouco tempo disponível para a criatividade, técnicas de estímulo a geração de alternativas maximizam a eficiencia do tempo criativo das organizações. 


Visto isso, as técnicas descritas neste documento são resultados de uma pesquisa em base de dados de técnicas de criatividade. É uma amostra diversificada de técnicas, que utilizam mecanicas diferentes, e possuem objetivos diferentes. As técnicas são descritas de forma a qualquer pessoa envolvida no desenvolvimento de software possa aplicar em seus trabalhos, contendo exemplos contextualizados e recomendações de como e onde usar as técnicas de criatividade. 


Para melhor identificação a qual fase a técnica de criatividade melhor se aplica, basta seguir as legendas a seguir: