Tese e Dissertação

Rodrigues, A. V. (2011). "A Educação em Ciências no Ensino Básico em Ambientes Integrados de Formação". Tese de doutoramento não publicada. Departamento de Educação da Universidade de Aveiro. (Link) [PDF]

RESUMO - A educação integral ao longo da vida de todos os indivíduos, em contextos formais, não formais e informais, com vista ao desenvolvimento inteligente, sustentável e inclusivo das nações é, actualmente, uma recomendação unânime de entidades e organizações a nível internacional (ex. UNESCO, UNICEF, NU, OCDE, OEI, UE). Neste âmbito, destaca-se o papel fulcral da literacia científica dos indivíduos, como motor do crescimento, produtividade e competitividade dos países e como um dos pilares basilares para o exercício de uma cidadania consciente na vida política, social e cultural. Para alcançar tais propósitos é necessário uma forte aposta numa educação de qualidade desde os primeiros anos de vida dos indivíduos. Para tal, é fundamental: (re)pensar perspectivas de educação, de ensino e de aprendizagem; dar reposta às amplamente reconhecidas necessidades de formação inicial e continuada de professores; e assegurar a existência de infraestruturas e recursos de suporte à concretização de tais anseios. O presente estudo pretende ser um contributo para a operacionalização de tais intenções, no campo particular da educação em ciências ao nível do ensino básico, tendo subjacente uma perspectiva de abordagem integrada e integradora da educação em ciências. O percurso de investigação, de natureza qualitativa, foi desenvolvido incidindo em dois focos fundamentais: (i) o desenvolvimento de infra-estruturas e recursos de suporte à educação em ciências e (ii) o desenvolvimento de um programa de formação continuada para professores do 1º CEB de educação em ciências na perspectiva considerada. Assim uma das grandes finalidades do estudo foi desenvolver (conceber, planificar, implementar e validar) um Centro Integrado de Educação em Ciências (CIEC) como parte integrante de uma escola do 1ºCEB. Partindo de orientações da literatura, da proficiência da equipa multidisciplinar e dos contributos de avaliadores externos procedeu-se ao desenvolvimento do conceito CIEC e respectivo espaço físico de suporte: espaço de educação formal - laboratório de ciências para o 1ºCEB; espaço de educação não formal – Centro de Ciência do CIEC.A segunda grande finalidade do estudo, foi o desenvolvimento (concepção, planificação, implementação e avaliação) de um programa de formação continuada que habilitasse os professores do 1ºCEB a desenvolverem actividades integradas de educação em ciências (AIEC). Tendo por base as orientações da literatura, bem como a caracterização das práticas, necessidades e expectativas dos professores-formandos, concebeu-se, planificou-se e implementou-se o programa de formação. A avaliação do programa efectuou-se tendo por base a análise dos dados recolhidos através de fontes distintas, e o seu cruzamento com recurso a métodos, técnicas e instrumentos diversificados. Assumindo-se como um contributo para a melhoria da educação em ciências nos primeiros anos de escolaridade, o presente estudo apresenta como resultados orientações para: o desenvolvimento de laboratórios em escolas do 1ºCEB; o desenvolvimento de centros de ciência, e ou espaços de educação não formal similares, e respectivo funcionamento; a implementação de actividades integradas da educação em ciências; o desenvolvimento de programas de formação continuada de professores; o processo de auto e hetero avaliação de práticas de professores no que respeita ao ensino das ciências em contextos formal e não formal.

ABSTRACT - A lifelong integrated education of every individual, in formal, non formal and informal context, whith a view to an intelligent, sustainable and inclusive development is presently, an unanimous recommendation of international, entities and organizations (eg. UNESCO, UNICEF, UN, OECD, OEI, EU). In this context, the central role of scientific literacy of individuals, can be oversized as the driving force of development, productivity and competitiveness of nations and as one of the pillars of the exercise of citizenship activities in political, social and cultural life. To achieve these purposes it is necessary a strong emphasis on a quality education from the earliest years of life.To do this, is fundamental: (re) thinking perspectives in education, teaching and learning; response to the widely recognized need for initial and in service teachers training; and ensure the existence of infrastructure and resources that support the achievement of such aspirations. This study is intended as a contribution to the operationalization of these intentions in the particular field of science education at the primary school, with an underlying perspective of integrated and inclusive education in sciences. The journey of research, qualitative, was developed focusing on two fundamental key: (i) the development of infrastructure and resources to support science education and (ii) the development of a program of in service primary teachers training in science education, underlying the considered perspective. So, one of the major purposes of the study was to develop (design, plan, implement and validate) an Integrated Centre of Science Education (CIEC) as part of a primary school. Based on guidelines from the literature, the expertise of the multidisciplinary team and the contributions of external evaluators proceeded to develop the concept CIEC and its physical space support, space of formal education - science lab for primary school, space of non formal - Science Centre of CIEC. The second major purpose of the study was the development (design, planning, implementation and evaluation) of a in service teachers training program that would enable primary teachers to develop integrated activities in science education (AIEC).Based on guidelines from the literature, as well as the characterization of the trainees teachers practices, their needs and expectations, was conceived, planned and implemented the training teachers program The evaluation of the program was carried out based on the analysis of data collected through diferent sources, and its intersection using distinct methods, techniques and diversified instruments. Assuming as a contribution to the improvement of science education in the early years of schooling, this study presents as a result, guidelines for: the development of primary school laboratories; the development of science centres, and or similar spaces of non-formal science education, and their running; the implementation of integrated activities in science education; the development of in service teachers training programs; the self and straight assessment of teachers' practices regarding the teaching of science in formal and non formal contexts.

Rodrigues, A. V. (2005). "Ambientes de Ensino Não Formal de Ciências: Impacte nas Práticas de Professores do 1º CEB." Dissertação de Mestrado não publicada. Departamento de Educação da Universidade de Aveiro. (Link) [PDF]

RESUMO - Face à importância crescente que se atribui às actividades de ensino não-formal na educação em ciências, às lacunas que existem na formação inicial e continuada de professores e ao papel fundamental das instituições formadoras de professores na mudanças desta realidade, concebeu-se o presente estudo de cariz exploratório. Assim, foi nossa intenção averiguar o valor educativo/formativo de actividades de ciências especialmente concebidas para serem desenvolvidas em ambientes de ensino não-formal para alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB). Para isso desenvolveu-se um conjunto de recursos didácticos com orientação CTS sobre a temática “Materiais, objectos e suas propriedades”. Estes recursos foram explorados pela investigadora em sessões para alunos do 1º CEB acompanhados da respectiva professora. No total realizaram-se cinco sessões que envolveram 100 alunos e as 5 professoras titulares das turmas. As sessões tiveram todas a mesma orientação, salvaguardando-se a especificidade própria de cada turma a qual mereceu atenção particular. Todas as sessões foram videogravadas para posterior análise. Com o objectivo de compreender qual o valor educativo/formativo que as professoras atribuíram à sessão, não só para as crianças mas também para a sua formação pessoal e profissional, realizou-se uma entrevista clínica semiestruturada a cada professora. As entrevistas foram integralmente áudiogravadas, transcritas e sujeitas a análise de conteúdo. A análise dos dados recolhidos nas sessões de trabalho e nas entrevistas permite concluir que as actividades desenvolvidas foram um momento muito importante na formação profissional das professoras, pois contactaram com estratégias de exploração de recursos didácticos inovadores, e tiveram oportunidade de reconhecer o impacte da exploração com os alunos, nomeadamente quanto ao interesse, curiosidade, motivação, entusiasmo e empenho que provocaram, bem como as perguntas despoletadas. A nível pessoal destacaram a oportunidade de desconstrução de algumas concepções alternativas que possuiam sobre a temática. O estudo sugere ainda que as instituições formadoras de professores poderão utilizar a via aqui desenvolvida para validar recursos didáticos produzidos, por exemplo em projectos de investigação, e promover a formação continuada “não formal” de professores em Didáctica das Ciências.

ABSTRACT - The current exploratory study was designed taking into account the growing importance conveyed to non-formal teaching activities in science education, the existing gaps between initial and in-service teacher education, and the key role of teacher training institutions in changing these situations. Thus, it was our intent to assess the formative/educational value of activities in sciences, specially conceived for non-formal teaching environments with primary school pupils. Therefore, a set of didactical resources was created, according to STS approach, under the theme “Materials, objects and its properties”. These resources were explored by the researcher in sessions with the pupils and their teacher. In the whole, 5 sessions were held and videotaped for further analysis, involving 100 students and their 5 teachers, accounting for the specificities of each class. Each teacher was interviewed, in order to understand the formative/educational value they attributed to the session, not only for the children, but also for their own personal and professional training. The semistructured clinic interviews were fully audiotaped and transcribed, and subjected to a contents analysis. The data analysis evidences that the activities developed were a highly important moment in the teachers’ professional training, since they dealt with strategies to explore innovative didactical resources. They had also the opportunity to recognize the result of this exploration with their pupils, namely in the interest, curiosity, motivation, enthusiasm, commitment, and questions they arouse. At a personal level the teachers highlighted the opportunity to deconstruct some of their previous alternative conceptions on the theme. The study further suggests that the teacher training institutions may use this path to validate didactical resources, for instance conceived in research projects, as well as to promote a “non-formal” continuous teacher education in Didactics of Sciences.