AS 7 TROMBETAS Apocalipse 8:1-13

As Trombetas que Anunciam as Sete Pragas



< Apocalipse 8:1-13 >

“Quando o Cordeiro abriu o sétimo selo, houve silêncio no céu cerca de meia hora. Então, vi os sete anjos que se acham em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas. Veio outro anjo e ficou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que se acha diante do trono; e da mão do anjo subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos. E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto. Então, os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar. O primeiro anjo tocou a trombeta, e houve saraiva e fogo de mistura com sangue, e foram atirados à terra. Foi, então, queimada a terça parte da terra, e das árvores, e também toda erva verde. O segundo anjo tocou a trombeta, e uma como que grande montanha ardendo em chamas foi atirada ao mar, cuja terça parte se tornou em sangue, e morreu a terça parte da criação que tinha vida, existente no mar, e foi destruída a terça parte das embarcações. O terceiro anjo tocou a trombeta, e caiu do céu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas uma grande estrela, ardendo como tocha. O nome da estrela é Absinto; e a terça parte das águas se tornou em absinto, e muitos dos homens morreram por causa dessas águas, porque se tornaram amargosas. O quarto anjo tocou a trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, da lua e das estrelas, para que a terça parte deles escurecesse e, na sua terça parte, não brilhasse, tanto o dia como também a noite. Então, vi e ouvi uma águia que, voando pelo meio do céu, dizia em grande voz: Ai! Ai! Ai dos que moram na terra, por causa das restantes vozes da trombeta dos três anjos que ainda têm de tocar!”



Exegese

Apocalipse 8 registra as pragas que Deus trará a esta terra. Uma das questões mais críticas aqui é se os santos estarão ou não incluídos entre aqueles que sofrerão sob estas pragas. A Bíblia nos fala que os santos, também, atravessarão as pragas das sete trombetas. Das sete pragas, eles atravessarão todas, menos a última praga. Estas pragas das sete trombetas que aparecem neste capítulo são as verdadeiras pragas que Deus trará a esta terra. Deus nos fala que Ele punirá o mundo com as pragas que começarão com o som dos anjos das sete trombetas.

 

Versículo 1: Quando o Cordeiro abriu o sétimo selo, houve silêncio no céu cerca de meia hora.

Isto se refere à calma pouco antes da ira de Deus ser derramada sobre a humanidade. Deus manterá silêncio por um tempo antes de derramar Suas terríveis pragas na terra. Isto nos mostra como serão horríveis e violentas as pragas das sete trombetas. Quando a humanidade estiver diante de Deus após estas sete pragas, aqueles que são salvos receberão a vida eterna, mas aqueles que não são receberão a punição eterna. Portanto, entendendo que tipo de era é essa, nós devemos estar atentos e fazer a obra de evangelistas.

 

Versículo 2: Então, vi os sete anjos que se acham em pé diante de Deus, e lhes foram dadas sete trombetas.

Deus usou os sete anjos para fazer Suas obras. Mas não vamos esquecer que na era atual, Deus trabalha através dos justos que crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito.

 

Versículo 3: Veio outro anjo e ficou de pé junto ao altar, com um incensário de ouro, e foi-lhe dado muito incenso para oferecê-lo com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que se acha diante do trono;

Isso nos mostra que Deus, tendo ouvido as orações dos santos oferecidas no meio das suas perseguições e tribulações por Satanás e seus seguidores, trará todas as Suas pragas para a terra. O “incensário de ouro” aqui se refere às orações de todos os santos, significando que como as suas orações são entregues a Deus, todos os Seus planos serão cumpridos. Deus trabalha ouvindo as orações dos santos.

 

Versículo 4: e da mão do anjo subiu à presença de Deus a fumaça do incenso, com as orações dos santos.

Isso nos mostra como o Anticristo atormentou os santos na terra. Por causa das tribulações do fim dos tempos, os santos irão orar a Deus para livrar-se do Anticristo, para permitir que a tribulação passe por eles logo e para mostrar aos seus assassinos como a ira de Deus será terrível para eles. O versículo aqui nos mostra que Deus receberá todas as orações dos santos. Tendo recebido estas orações, Deus começará a julgar o Anticristo e seus seguidores com as pragas das sete trombetas e os sete cálices. O julgamento de Deus sobre o Anticristo e seus seguidores é a Sua resposta final para as orações dos santos.

 

Versículo 5-6: E o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o atirou à terra. E houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto. Então, os sete anjos que tinham as sete trombetas prepararam-se para tocar.

Deus está preparando as pragas das sete trombetas nesta terra. Portanto, este mundo não escapará dos trovões, vozes, relâmpagos e terremotos.

 

Versículo 7: O primeiro anjo tocou a trombeta, e houve saraiva e fogo de mistura com sangue, e foram atirados à terra. Foi, então, queimada a terça parte da terra, e das árvores, e também toda erva verde.

A primeira praga é a queimada da terça parte da terra, onde um terço das árvores e de toda a erva verde serão queimadas.

Por que Deus traria este tipo de praga? Porque as pessoas, apesar de verem a beleza da criação de Deus com seus próprios olhos, não reconhecem o Criador como Deus e O adoram, mas em vez disso mudaram a verdade de Deus “adorando e servindo a criatura em lugar do Criador” (Romanos 1:25). Deus, portanto, traz as pragas das sete trombetas para aqueles que não dão a glória a Deus, mas, em vez disso, permanecem contra Ele.

 

Versículos 8-9: O segundo anjo tocou a trombeta, e uma como que grande montanha ardendo em chamas foi atirada ao mar, cuja terça parte se tornou em sangue, e morreu a terça parte da criação que tinha vida, existente no mar, e foi destruída a terça parte das embarcações.

A praga da segunda trombeta é a de uma estrela caindo na terra. Este asteróide cairá no mar e tornará um terço do mar em sangue, matando um terço das criaturas viventes no mar e destruindo um terço das embarcações. Através da natureza criada por Deus, a humanidade recebeu muitas bênçãos, mas em vez de agradecer a Deus por essas bênçãos da natureza, eles se tornaram arrogantes e se voltaram contra Deus. A segunda praga os pune por este pecado.

 

Versículo 10: O terceiro anjo tocou a trombeta, e caiu do céu sobre a terça parte dos rios, e sobre as fontes das águas uma grande estrela, ardendo como tocha.

Por que Deus permite que o asteróide caia “sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes das águas”? Porque a humanidade, apesar de viver pelo Senhor, que é a fonte de vida, não O adora e O agradece, mas em vez disso desdenha este Senhor da vida.

 

Versículo 11: O nome da estrela é Absinto; e a terça parte das águas se tornou em absinto, e muitos dos homens morreram por causa dessas águas, porque se tornaram amargosas.

Com esta praga um terço dos rios e fontes se tornarão absinto, e muitos morrerão ao beberem destas águas. Esta é a praga da punição para os pecadores que atormentaram a Deus e os corações dos santos. Deus não falhará em trazer vingança para os pecadores pelas suas obras cometidas contra os justos. Quando os pecadores trouxerem sofrimento aos justos, Deus os julgará. A terceira praga é outra sobre a natureza; ela foi trazida em razão do pecado das pessoas em serem desobedientes não crendo no evangelho da água e do Espírito dado por Deus. O “absinto” na Bíblia sempre se refere ao julgamento daqueles que desobedecem e se opõe a Deus.

 

Versículo 12: O quarto anjo tocou a trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, da lua e das estrelas, para que a terça parte deles escurecesse e, na sua terça parte, não brilhasse, tanto o dia como também a noite.

A quarta praga é o escurecimento da terça parte do sol, da lua e das estrelas. Todo este tempo, a humanidade tem seguido a Satanás e amado a escuridão. Eles portanto desprezaram a luz da salvação que brilhou pelo evangelho da água e do Espírito dado por Jesus Cristo. Assim, para ensiná-los como o mundo da escuridão realmente é terrível e amaldiçoado, Deus trará a eles a praga da escuridão. A praga é também para mostrar quão terrível é a ira de Deus para o pecado de odiar a Jesus Cristo e amar as trevas. Como resultado, a terça parte do sol, da lua e das estrelas deste mundo perderão seu brilho e escurecerão.

 

Versículo 13: Então, vi e ouvi uma águia que, voando pelo meio do céu, dizia em grande voz: Ai! Ai! Ai dos que moram na terra, por causa das restantes vozes da trombeta dos três anjos que ainda têm de tocar!

Este verso nos fala que ainda existem três desastres para acontecer àqueles que vivem na terra. Portanto, todos os pecadores que permanecem contra Deus devem ser libertos de seus pecados pela crença no evangelho da água e do Espírito o mais rápido possível.
 
POSTADO POR.
HIPOLITO CESAR
Comments