Montanhismo

 

O que você precisa saber sobre...

Montanhismo, ato de subir montanhas, é mais do que escaladas, belas paisagens e experiências em lugares selvagens. É também aventura, desafio, risco e cansaço. As montanhas podem ser estimulantes e irresistíveis assim como frustrantes e até mesmo mortais. Há qualidades no montanhismo que nos inspiram e nos trazem prazer, em uma busca que é mais que um passatempo, mais que um esporte; uma verdadeira paixão!

Se quisermos escalar montanhas, devemos estar preparados para a totalidade da natureza; para os prazeres e também para os sofrimentos, que certamente encontraremos. Tempestades, assim como brisas suaves; mato fechado, assim como flores silvestres; insetos, assim como pássaros cantando.

O montanhismo é praticado em um ambiente indiferente às necessidades humanas, e não é todo mundo que está disposto a pagar o preço do cansaço para obter como recompensa o enriquecimento físico e espiritual.

Para usufruirmos a liberdade das montanhas precisamos combinar o simples prazer de estar na montanha com habilidade, equipamentos, energia e a percepção para não causarmos danos a nós mesmos, a outros ou ao meio ambiente.

Áreas Naturais

São aquelas áreas onde a natureza ainda se encontra intacta, ou quase, cujas belezas estimulam os seres humanos a procurá-las para o seu lazer, esporte, fotografias ou trabalhos científicos. Nela encontramos vários tipos de ambientes, sejam montanhas, florestas, cachoeiras, campos, cânions, rios, etc...Existem áreas naturais protegidas, com normas de uso, como parques, áreas de proteção ambiental, reservas e nas que não há infra-estrutura de atendimento, é necessário que os visitantes conheçam normas de proteção e segurança evitando poluir, cortar, sujar, procurando sempre se integrar ao meio e manter intactos os locais de uso.

O montanhismo é integração homem-natureza. É superar a dor e o cansaço, é valorizar cada passo, é compreender nossa fragilidade perante a natureza. Mas é, também, provar que podemos utilizar uma área natural sem destruí-la. É nosso grande desafio neste novo século e multiplicar esta mentalidade é nossa obrigação

Preparo Físico...

Montanhismo é uma atividade que exige um bom preparo físico e mental. A escalada em rocha, em particular, tem se tornado cada vez mais atlética, especialmente em elevados níveis de dificuldade. Escaladores de hoje realizam o que era considerado impossível há poucos anos atrás. Um bom condicionamento físico é uma das chaves e pode fazer a diferença entre aproveitar um passeio e simplesmente suportá-lo. O mais importante, a segurança de todo o grupo, pode girar em torno da energia ou fraqueza de um membro. Não esqueça que saúde física é fundamental para todas as enérgicas atividades do montanhismo.

Preparação mental...

Tão importante quanto a condição física, nossa atitude mental freqüentemente determina o sucesso ou o fracasso. Uma vez que a aptidão física seja adequada, os “jogos da mente”, que jogamos com nós mesmos são os que realmente nos levam a ultrapassar um movimento difícil ou nos ajudam a decidir voltar atrás.

Precisamos ser positivos, realistas e honestos com nós mesmos. É necessário um equilíbrio pessoal. O excesso de confiança deve ser moderado com uma avaliação real da nossa capacidade e da situação.

Talvez, a maior atração do montanhismo sejam os desafios mentais que enfrentamos durante uma escalada. Enquanto buscamos a liberdade das montanhas, nos encontramos face a face com nós mesmos.

Julgamento e experiência...

A mais importante de todas as qualidades mentais em uma escalada é o julgamento. E ele desenvolve-se quando integramos nosso conhecimento com a experiência.

Muito do que precisamos está em adquirir habilidades: a habilidade para negociar com tempo adverso, longos caminhos, matagal fechado, alta exposição e coisas parecidas. À medida que aprendemos a suportar essas situações, nos tornamos melhores nas futuras decisões, adquirimos resistência, e a experiência que ganhamos é aproveitada para comparações nas próximas vezes que se revelar uma situação parecida.

Entretanto, novas situações poderão ainda surgir, e para as quais não teremos precedentes dignos de confiança. Não seremos capazes de obter uma resposta confiável automática e então teremos que exercitar cuidadosamente nosso julgamento. Nesta incerteza repousa muito do charme e desafio do montanhismo, assim como um grande potencial para a tragédia.