Bem-vindo à página do Grupo Coral da Justiça

  • Era o ano de 1984 … O atual Juiz Conselheiro Pereira da Graça teve uma ideia. Ao desenvolver o estudo das 50 obras de arte que se encontram no Palácio da Justiça do Porto descobriu a presença entusiasmante de várias pessoas ligadas à Justiça com talento nos mais variados campos culturais. Porque não as agregar? A ideia depressa germinou, e os apoios, sugestões e manifestações de disponibilidade não se fizeram esperar.
"Nunca se perde tempo com aquilo que amamos" - Alberto Sampaio
A Direção do Grupo Coral da Justiça
Deseja a todos os associados, amigos e simpatizantes umas Boas Festas Natalícias e um 2020 cheio de realizações pessoais, profissionais e artísticas.