Volumes‎ > ‎Volume 3 - 2015‎ > ‎

Resumo - Art. N. 010301

J. Est. Esp. 3, 010301 (2015).

O problema da interpretação das mensagens espíritas: as paisagens de Marte por M. J. de Deus na psicografia de F. C. Xavier
The problem of interpreting mediumistic texts: Martian landscapes according to M. J. de Deus under F. C. Xavier physchography

Ademir Xavier Jr.1,2
1 Campinas, SP.
2 Editor do blog https://eradoespirito.blogspot.com

Publicado em 22 de Abril de 2015.

Resumo: Em artigo recente na rede, um cético argumenta que as descrições de Marte no livro Cartas de uma Morta em 1935 pela psicografia de F. C. Xavier são fantasias. Argumentamos neste artigo que o livro de F. C. Xavier contém ao invés disso evidências de uma descrição correta do planeta Marte que só foi confirmada recentemente com as explorações espaciais naquele planeta e que não poderiam existir em 1935. Adicionalmente explicamos que vários são os obstáculos que impedem a interpretação literal de textos psíquicos (principalmente se não são sobre ética e mensagens privadas): o fato de que o autor espiritual pode não ser um especialista em uma dada ciência e, portanto, ser ignorante de um vocabulário científico específico, o efeito de filtro exercido pela mente mediúnica e, finalmente, o fato de que o Espírito descreve uma realidade que está além de nossos sentidos ordinários. Também apresentamos evidências, baseadas nos trabalhos de A. Kardec, de que a existência de mundos paralelos no sentido material já foi predita em muitas comunicações espíritas como sugerem algumas questões em O Livro dos Espíritos. Tais revelações justificam as afirmações no livro sobre a existência de uma civilização não observável em Marte.
 
Abstract: In a recent article on the web, a skeptic regarded as fantasies the descriptions of planet Mars in the book Cartas de uma Morta (Letters of a dead lady, Ed. FEB) through the psychography of F. C. Xavier written in 1935. We argue in this article that F. C. Xavier book instead contains some evidences of a fair description of planet Mars that was only confirmed recently with the space explorations to that planet, that were not possible to exist in 1935. We further explain that several are the obstacle impeding a straighforward interpretation of psychic texts (mainly if they are not about ethics or private messages): the fact that the Spirit author may not be a specialist in a given science and therefore be ignorant on regard to the very specific scientific vocabulary, the filtering effect of the medium’s mind and, finally, the fact that the Spirit describes a reality far beyound our common senses. We also presents some evidences - based on A. Kardec’s works - that the existence of paralell worlds in the material sense was already predicted in many Spirit’s communications as some questions of The Spirit’s Book may suggest. Such revelation justifies the statements in the book about the existence of a non-observable civilization in Mars.
 
Palavras chave: Marte; canais de marte; psicografia; Chico Xavier.

© 2015 - Autor(es)

Link para o artigo: [PDF (1041 Kb) - DOI: 10.22568/jee.v3.artn.010301]