Sistema Confea/Crea, o maior Sistema Profissional do Mundo

Com certeza você já se perguntou sobre os "porquês" de existir o CREA, de sermos profissões regulamentadas, ou se questionou sobre a real necessidade dessa regulação, não é mesmo?!

Reunimos aqui, informações úteis com uma linguagem fácil e acessível que possam contribuir com o seu posicionamento perante a sua profissão e sociedade!

Seja você um profissional em formação, um jovem profissional ou até mesmo um profissional mais experiente, a hora de entender o que significa todo esse Sistema e como se relacionar com ele é agora!

Desejamos uma boa leitura e interação com todos os materiais aqui disponíveis e se ainda ficar alguma dúvida,

é só entrar em contato com a gente por algum dos canais disponíveis aqui.

Você já se perguntou para que CREA? Como surgiu? De onde veio?

Entender tudo isso é muito importante!

Veja mais no vídeo abaixo ou clique aqui e conheça o histórico do Sistema Profissional denominado "Sistema Confea/Crea".

E para que serve o CREA?

Presente nos 26 estados e no Distrito Federal, somos responsáveis pela verificação e fiscalização do exercício e atividades das profissões reguladas pelo Sistema Confea/Crea. Além disso, a função de todos os Conselhos é a defesa da sociedade contra o exercício ilegal das respectivas profissões a eles vinculadas.

Quais são as profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea?

Todas as modalidades de Engenharia, Agronomia, Geografia, Geologia, Meteorologia, Tecnólogos das áreas Agrícola e Industrial e Técnicos de Segurança do Trabalho. (Confira a tabela de títulos aqui.)

Quem faz o CREA?

O CREA somos nós, profissionais. Existe por nós e é gerido por nós.

A autonomia administrativa da Autarquia possibilita que os próprios profissionais façam a gestão do Órgão regulamentador, atendendo a todas as questões legais e de transparência, por se tratar de um órgão do serviço público federal da administração indireta. Além do presidente, eleito de 3 em 3 anos por voto direto e não obrigatório, o Conselho é um Órgão colegiado e tem os conselheiros como os representantes da categoria. Os conselheiros são indicados pelas entidades de classe e instituições de ensino e exercem mandatos honoríficos, assim como o presidente, tendo voz e voto no plenário do Regional.

Quem mantém o CREA?

Devido a sua autonomia financeira, o CREA não recebe recursos de nenhuma esfera do governo federal. O dinheiro que o mantém vem das anuidades pagas por profissionais e empresas registradas, das taxas, das multas e de outros serviços prestados à sociedade.

O que o CREA faz pra mim?

Baseado no privilégio constitucional concedido pela Lei 5.194/66, atua com o objetivo de coibir o exercício ilegal das profissões vinculadas ao Sistema Confea/Crea, assegurando à sociedade, assim, que leigos e maus profissionais não exerçam atividades técnicas que são privativas de profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências. Este trabalho, por consequência, além de valorizar e fortalecer as citadas profissões, assegura que as atividades técnicas respectivas estarão sendo prestadas por profissionais legalmente habilitados, com o conhecimento técnico necessário para oferecer segurança e qualidade no desenvolvimento sustentável.

Histórico do CREA - GO

Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image