Página inicial


Uma página da autoria da Profª Marina Santos




Site dedicado aos meus alunos da disciplina de Filosofia,
para lhes facilitar o estudo e estimular o amor pelo saber.













OLIMPÍADAS DE FILOSOFIA 2017

                XXV INTERNATIONAL PHILOSOPHY OLYMPIADS (ROTTERDAM)

1.“Thus no one can act against the sovereign’s decisions without prejudicing his authority, but they can think and judge and consequently also speak without any restriction, provided they merely speak or teach by way of reason alone, not by trickery or in anger or from hatred or with the intention of introducing some alteration in the state on their own initiative.”
Baruch Spinoza, Theological-Political Treatise (1670).

2. “Universal toleration becomes questionable when its rationale no longer prevails, when tolerance is administered to manipulated and indoctrinated individuals who parrot, as their own, the opinion of their masters, for whom heteronomy has become autonomy.”
Herbert Marcuse, Repressive Tolerance (1965).

3.“In a technological age public professional interaction requires neutrality of thought for effective collaboration and political coexistence. As an administrative attitude neutrality differs from tolerance which is an ethical virtue; but neutrality in the professional sphere is implied and included within the ethical virtue of tolerance. Note that this objective modification of the virtue of tolerance, from patience in regard to other persons’ defective acts to permission of different types of activity, is an objective modification of virtue in our technological society.”
Tomonobu Imamichi, “The Concept of an Eco-ethics and the Development of Moral Thought” (1989).

4. “Another problem with people who fail to examine themselves is that they often prove all too easily influenced. When a talented demagogue addressed the Athenians with moving rhetoric but bad arguments, they were all too ready to be swayed, without ever examining the argument.”
Martha C. Nussbaum, Not for Profit: Why Democracy Needs the Humanities (2010).

Saiba mais AQUI


VI Olimpíadas Nacionais de Filosofia (AE Júlio Dantas – Lagos)
Escolha um dos seguintes tópicos e, após identificá-lo inequivocamente, no documento de resposta, escreva um ensaio.

1. "Se a cabeça de uma pessoa se move, ela pode ter, ou não, movido a sua cabeça e, se a moveu, pode ter realizado ativamente o movimento, ou então, ao fazer outra coisa, ter causado um movimento passivo da cabeça. E se a pessoa realizou o movimento, pode tê-lo feito intencionalmente, ou não. Por sua vez, para lá da questão do movimento, quando uma pessoa move a cabeça, pode estar a indicar que concorda com algo ou então a afastar um inseto da orelha." Wilson/Shpall
    Tendo em atenção o texto, mostre quais são as principais distinções que devemos fazer para entender o conceito de ação humana.

2. Será que um ato moralmente correto é aquele que, de uma perspetiva imparcial, resultará nas melhores consequências?

3. Quando Protágoras disse que o homem é a medida de todas as coisas, poderia ele pretender que isso fosse entendido como uma verdade absoluta?

4. Considere-se o seguinte argumento:
(1) Para saber que tenho duas mãos, eu teria de saber que a hipótese do génio maligno é falsa.
(2) Mas não sei se a hipótese do génio maligno é falsa.
(3) Logo, não sei que tenho duas mãos.
    Será este um bom argumento?  Porquê?

Saiba mais AQUI




































"A Escola De Atenas", Rafael (1509)

Existe uma interessante apresentação da "Escola de Atenas" (filósofos da Grécia antiga) a partir da pintura de Rafael: consulte aqui a versão inglesa