PROJETO CAMINHANDO JUNTOS

Uma instituição parceira do ChildFund Brasil

Conheça as nossas ações e projetos e faça sua doação através do Banco Bradesco Diamantina - Agência 1861-9 / Conta Corrente: 7106-4

Quem somos?

Ao longo dos 19 anos de existência a Intuição Projeto Caminhando Juntos-PROCAJ- vem atuando junto às comunidades de Diamantina e nos municípios circunvizinhos de Datas, Felicio dos Santos e São Gonçalo do Rio Preto como minimizadora da situação de Privação, Exclusão e vulnerabilidades e na construção de processos emancipatórios de desenvolvimento comunitários sustentáveis. O Projeto Caminhando Juntos tem o objetivo de promover ações para o desenvolvimento integral da criança, do adolescente e suas famílias, fundamentadas em propostas que preservem com qualidade de vida o ambiente cultural de cada um no exercício da cidadania.

Com enfoque baseado nos princípios norteadores de direitos e deveres de cada cidadão, utilizando-se de diagnósticos participativos e outros mecanismos estruturados, desenvolve serviços em 36 comunidades rurais e 4 cidades do Alto Vale Jequitinhonha.

Visamos contribuir para a superação dos efeitos de situações de privação, exclusão e vulnerabilidade vivenciados por crianças e adolescentes, fomentando a convivência familiar e comunitária e o fortalecimento de vínculos em uma cultura de paz, bem como, a conquista dos direitos necessários a proteção e inclusão social dessas famílias.

As intervenções sociais são realizadas por meio de projetos e programas socioeducativos alinhados a PNAS – (Política Nacional de Assistência Social) e em consonância com o Marco Regulatório da Constituição Federal, Leis, Decretos e Resoluções.

O Projeto Caminhando Juntos tem atuação em 4 municípios e 31 comunidades rurais ligadas a estes.

As cidades de Diamantina, Datas, São Gonçalo do Rio Preto e Felício dos Santos integram o eixo diamantífero do Alto Vale Jequitinhonha, tendo suas histórias marcados pela cultura garimpeira e também pela utilização da mão de obra escrava. Esse contexto histórico de exploração ainda se reflete nas relações sociais e são a raiz de muitos problemas que a instituição visa amenizar com sua atuação.

Através de um diagnóstico rápido participativo (DRP), realizado pela instituição em 2016 com as famílias atendidas foi evidenciado um grande número de mulheres chefes de família e maioria da população negra e com baixa escolaridade. As principais fontes de renda são as aposentadorias dos mais velhos, programas compensatórios do Governo Federal (Bolsa Família), agricultura de subsistência e faisqueira (garimpo manual clandestino).

Entre os principais riscos sociais que os atendidos por essa instituição estão submetidos se destaca a grande desigualdade de gênero, sobretudo na divisão do trabalho doméstico, onde muitas vezes as meninas assumem prematuramente responsabilidades de trabalho doméstico e cuidado dos irmãos menores apenas em função do seu gênero. As crianças ainda são expostas a situações de machismo em relação a suas mães e demais mulheres da família, vivenciando desde muito novas experiências de violência física, psicológica e demais tipos de opressão, incidência de envolvimento dos pais em uso abusivo de álcool e entorpecentes, tráfico de drogas, trabalho infantil, situações de abandono, insegurança alimentar, violência e abuso sexual contra a criança e discriminação quanto à orientação sexual, assunto que se apresenta de forma velada e discriminatória.

Estatuto Atualizado.pdf

Estatuto do Projeto Caminhando Juntos

Parecer Auditoria Ano Base 2015.pdf

Parecer auditoria 2015

Parecer Auditoria Ano Base 2016.pdf

Parecer da auditoria 2016

Parecer Auditoria Ano Base 2017.pdf

Parecer da auditoria 2017