Mobilidade Itália

1º dia (31/03)

Saímos de Ourém às 09h00 e estávamos muito entusiasmados e ansiosos para a viajem que íamos fazer. Chegámos ao aeroporto de Lisboa às 10h27 e foi aí que nos encontrámos todos e os pais tiveram a oportunidade de se despedirem com algumas lágrimas.

No aeroporto, visitámos várias lojas e convivemos um pouco. Seguimos para o portão de embarque às 11:00 e após um tempo de espera entrámos para o avião aproveitando para avisar os nossos pais e confortá-los um pouco.

Chegámos a Frankfurt às 16h40 e enquanto esperávamos pelo avião para Lamezia Terme fomos comer, conhecer o aeroporto e reviver a nossa infância pois fizemos várias coisas divertidas como andar em pequenos carrosséis e jogar às cartas. Saímos de Frankfurt às 22h20 aterrámos em Lamezia Terme às 23h45 cansados, mas que não nos impediu de termos um pouco de divertimento no táxi que nos levou para o hostel.

Chegámos todos aos nossos respetivos quartos, muito contentes e satisfeitos com a viajem, pois, apesar de ter sido cansativa foi também divertida e pudemos conviver todos e conhecermo-nos melhor.

Ana Rita Ferreira (9º A)

2º dia (01/04)

Foi neste dia que nos foi dado a conhecer a região de Calábria e em particular a cidade de onde se iria desenvolver o projeto (Lamezia Terme).

Acordámos e tomámos o pequeno-almoço no Hostel Sogni D´oro onde estávamos alojados e dirigimo-nos juntamente com os grupos dos outros países (Espanha, Polónia, Grécia e Roménia) para o Instituto Comprensivo “Perri-Pitagora”.

Ao chegarmos fomos recebidos com a orquestra da escola que tocou entre outras músicas o hino nacional italiano e o hino da União Europeia. Depois foram apresentadas as regiões de Calábria e as características de Itália.

Após isto, foi feita uma visita guiada pela escola, onde assistimos a algumas aulas, como matemática e ciências. O que mais me chamou a atenção foi o facto de as aulas desta escola serem todas muito práticas e experimentais.

Ao almoço, dirigimo-nos para uma escola profissional onde almoçámos comida típica italiana que estava muito boa.

A seguir visitámos outro estabelecimento que fazia parte do agrupamento da escola, assistindo a algumas aulas de alunos mais novos.

Reunido o grupo visitámos uma pequena biblioteca onde nos foram apresentados alguns artefactos históricos italianos.

Terminada a visita fomos todos comer gelado a uma gelataria tradicional. O gelado estava muito saboroso, especialmente o sabor a chocolate.

Durante o resto do dia passeámos por outras ruas da cidade e vimos várias lojas para comprarmos algumas lembranças.

Ao jantar comemos pizza num restaurante que nos tinha sido recomendado e mais uma vez estava tudo delicioso.

Quando terminámos dirigimo-nos para o hotel e terminámos assim o dia.

A minha parte preferida deste dia foi quando conhecemos as pessoas da escola porque ficámos logo amigos de quem nos fez a visita à escola. Para além disto todos os funcionários e professores da escola eram simpáticos e muito comunicativos.

Ana Aquino (9ºA)

3º dia (02/04)

A terça-feira foi um dia muito agitado, especialmente de manhã, devido às apresentações, mas as apresentações acabaram por correr muito bem.

Primeiro foi apresentada a área das ciências, depois a área das artes e pelo meio houve um pequeno almoço internacional, onde cada país levou produtos típicos da sua região/país.

Terminadas as apresentações fomos almoçar. Depois de almoçar fomos conhecer alguns monumentos da cidade, seguido de um peddy paper pela cidade de Lamezia Terme.

No final do peddy paper, tínhamos um lanche à nossa espera num local junto a um castelo onde aproveitamos para conviver com os nossos colegas.

A seguir ao lanche fomos dar uma volta e tentar ir ao castelo, mas infelizmente estava fechado.

Como já estava quase na hora de jantar, fomos à procura de um restaurante para jantar e acabámos por escolher uma pizzeria, onde jantámos com os nossos colegas polacos.

Depois de jantar fomos dar uma pequena volta pela cidade, mas estava frio, então decidimos ir para o hotel para nos prepararmos para o dia seguinte.

Simão Silva (9ºC)

4º dia (03/04)

Na minha opinião o melhor dia de todos, apesar de ter sido o dia da despedida de todos os colegas dos outros países.

Nesse dia acordámos cedo, fomos tomar o pequeno almoço juntos e como na maior parte dos dias eu e o Simão fomos os primeiros a estarmos no hall de entrada à espera das senhoras para sairmos. Após o pequeno almoço dirigimo-nos para o local do autocarro para fazermos uma viagem de cerca de uma hora e meia para Reggio di Calabria, fomos a dormir maior parte da viagem. Quando chegámos, saímos do autocarro e fomos visitar um museu onde se encontravam, não só as duas famosas estátuas de bronze, como também outros artefactos históricos bastante interessantes. Tirámos uma foto de grupo à saída do museu, e logo depois da visita ao museu fomos dar um passeio à beira mar, que soube muito bem, e onde tirámos mais fotos e brincamos a atirar pedras ao mar para ver quem conseguia o maior número de saltos. Depois de desfrutar da brisa do mar fomos passear por uma rua cheia de lojas com os colegas polacos. Numa das loja que encontrámos duas raparigas portuguesas que estavam também no Erasmus. Após umas compras a fome já batia à porta por isso fomos almoçar, onde eu e o Simão comemos muito bem, mas antes disso eu ainda fui comprar uma t-shirt. A seguir ao nosso almoço voltámos à beira mar para nos despedirmos e aproveitarmos mais um bocado daquela zona. No regresso ao autocarro observámos um lagarto a mudar a sua pele, coisa que eu nunca tinha observado antes. No regresso a Lamezia Terme passámos ainda por umas piscinas naturais onde o cheiro para mim era insuportável por isso não vi grande coisa.

À noite foi o jantar de despedida. Fomos para uma sala onde estava um senhor a falar e onde pudemos ouvir algumas palavras dos grupos que nos acompanharam nas atividades e onde eu próprio pude dizer umas palavras, um momento embaraçoso mas ao mesmo tempo muito emocionante. Na hora de jantar juntamo-nos todos numa pequena sala onde nos sentámos com os nossos grupos de Itália para jantar e conviver. Jantámos e na minha opinião a comida estava boa. Depois do jantar houve mais um momento embaraçoso, mas desta vez também romântico da minha parte, ofereci uma rosa a uma das Italianas que tinha conhecido, logo depois foi um romeno a oferecer uma rosa à Weronica a rapariga polaca e mais tarde o Simão a oferecer uma rosa às duas polacas. Mais para o fim juntamo-nos para a cerimónia final, onde todas as professoras representantes dos países se juntaram para “cortar” o bolo. Depois de comermos o bolo e as outras coisas que se encontravam em, cima da mesa o grupo dos rapazes juntou-se e tiveram todos a jogar à bola até que chegou a hora da nossa despedida. Mas apesar de nos termos despedido eu e o Simão recebemos um convite das espanholas do quarto ao lado para estarmos com elas antes de nos despedirmos oficialmente, foi um bom bocado que se passou lá com elas. Os polacos também nos convidaram a ir ao quarto deles, para estarmos todos juntos antes de se irem embora, tivemos pouco tempo, eles tinham de ir embora às cinco da manhã, por fim voltamos para o nosso quarto e fomos dormir.

Foi um dia inesquecível em que todos aproveitamos muito a visita e o tempo que passámos juntos!

Francisco Duarte (9º C)

5º dia (4/4)

Saímos do hostel por volta das 06h00 e como estávamos com alguma fome fomos tomar o pequeno-almoço a um café muito acolhedor e com comida ótima que estava ao lado do hostel. Fomos de táxi para o aeroporto e aí podemos rever as lindas ruas de Lamezia Terme.

Chegámos a Cracóvia às 11h00 e para passar o tempo tirámos fotos e falámos sobre Itália, as pessoas que tínhamos conhecido, a estadia e muito mais. Aproveitámos também para comer porque alguns de nós já se queixavam de fome. Encontrámos uma pequena loja no meio do aeroporto que tinha comida típica da Polónia e todos comprámos para levar para as nossas famílias.

Embarcámos para Lisboa às 12h20 e ao chegarmos percebemos que estava a chover o que não foi muito agradável. Apanhámos o metro que estava uma confusão (como normalmente está) e saímos em Sete Rios para apanharmos o expresso para Fátima. Enquanto esperávamos na rodoviária, tivemos vários ataques de riso e isso fez-nos passar um bom bocado.

Os nossos pais foram-nos buscar à rodoviária e todos estavam cheios de saudades, mas óbvio que aproveitaram para falar com as professoras e perguntar sobre o nosso comportamento (que foi ótimo). Depois de um pouco de diálogo entre todos, despedimo-nos e cada um foi para sua casa.