Biblioteca Comum

A biblioteca comum (BC) é um projeto de extensão, realizado na Universidade Estadual de Londrina (UEL), que tem como objetivo incrementar o acervo digital das bibliotecas escolares em busca da universalização de seu acesso, em consonância com os esforços promulgados pela lei Nº 12.244 de 24 de maio de 2010 e a lei Castilho, n.º 13.696, de 12 de julho de 2018, que propõe um marco legal para a promoção do livro, da leitura e da biblioteca no Brasil.

Para isso, buscamos Recursos Educacionais Abertos (obras em domínio público ou sob a licença Creative Commons) e as integramos a um sistema aberto de gestão de bibliotecas. O resultado, sempre em atualização, conta atualmente com mais de 3.000 livros clássicos e científicos, 500 vídeos didáticos, 700 áudios e 15.000 ilustrações, selecionados para que caibam em um pen drive popular de 32 GB, destinado à educação continuada dos professores e ao auxílio na preparação de suas aulas.

As obras ficam no computador local, assim não é preciso ter acesso à internet para usar a biblioteca, que pode ser acessada inclusive pelos celulares e tablets dos alunos, em sua rede interna sem fio, evitando o controle das plataformas dominantes.

Apresentação (PDF):

Grupo : https://www.facebook.com/groups/1642225506062778

Entrevista : http://www.uel.br/proex/Radio/a-uel-na-comunidade-prog-022.mp3


FRANKLIN, Benjamin Luiz. A recusa à escassez: a universalização da biblioteca escolar e a tensão entre a materialidade digital e a Lei de Direitos Autorais. Informação & Sociedade: Estudos, v. 30, n. 3, p. 1–23, 2020. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n3.52339 Disponível em: <https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/52339>.


Ouvidoria

Resultados preliminares

Pôster


O projeto é constituído de quatro tarefas contínuas: Coleta, em que buscamos, programaticamente, materiais digitais com licenças abertas e os armazenamos em nosso diretório; Curadoria, em que selecionamos parte do material coletado, extraímos deles informações relevantes e os disponibilizamos em pen drives populares, integrados a um sistema de recuperação de informação – os buscadores; Catalogação, em que profissionais da informação catalogam os recursos de todos os buscadores, gerando um único banco de dados integrado a um sistema de gestão de bibliotecas – o biblivre; e a Distribuição, em que propomos o uso prático dessa tecnologia como ferramenta pedagógica em disciplinas no departamento de Ciência da Informação da UEL.


Resultados

Coleta

Segue a base de dados completa do projeto biblioteca comum. São mais de 190.000 objetos digitais abertos em 4,42 TB de dados, contendo aproximadamente: 55.000 textos (125 GB), 33.600 vídeos (4,7 TB), 3.500 áudios (24 GB) e 98.600 imagens (102 GB) … e contando. Para habilitar a busca é necessário logar no Gmail.

https://drive.google.com/drive/folders/0BwDE1gKdD6Q5UjNJb19MUjZ6b0E?usp=sharing

Curadoria

A segunda fase do projeto prevê a extração de categorias dos objetos digitais, para sua eventual classificação, indexação e recuperação. A partir de técnicas programáticas de extração de entidades nomeadas e classificação colaborativa de documentos, produzimos os buscadores. Os buscadores são repositórios portáteis de arquivos selecionados, conjugando um critério de relevância e a ocupação de espaço no dispositivo, buscando ofertar o maior número de arquivos importantes, em um menor espaço possível. Estes sistemas foram pensados para que sejam o mais fácil de difundir, copiar e utilizar, sem que seja necessária a instalação de nenhum programa de computador, além do navegador. Além disso, precisam ser muito baratos e ter baixíssimo custo de manutenção, evitando o controle das atuais plataformas dominantes. São eles:

  • BC-TEXTO

Dos textos baixados durante a fase de coleta, selecionamos alguns para compor um acervo inicial (clássicos e científicos), atentando para que caibam em pen drives de 8 GB. Segue a primeira versão do nosso buscador. Lembrando que ele poderá acompanhar o acervo a ser distribuído aos alunos e professores, sem que nada precise ser instalado, ou ser instalado em um servidor de web, na intranet da escola.

Veja uma demonstração do bc-texto em:

http://www.precog.com.br/bc-texto/


  • BC-CLIPART

O buscador de cliparts (bc-clipart) disponibiliza quase 15.000 desenhos, com licenças abertas, para ilustração de trabalhos escolares, apresentações e publicações, diretamente em um pen drive, para agilizar as tarefas de professores e alunos. Veja uma demonstração do bc-clipart em:

http://www.precog.com.br/bc-clipart/


  • BC-VIDMIN

O buscador de vídeos da biblioteca comum (bc-vidmin) reúne mais de 500 vídeos educacionais abertos, ocupando um espaço de menos de 8 GB, podendo ser copiados em pen drives de baixo custo, recuperados e acessados, diretamente, sem a necessidade de nenhuma instalação. Veja uma demonstração do bc-vidmin em:

http://www.precog.com.br/bc-vidmin/


  • BC-CORDEL

Compondo o acervo da Biblioteca Comum apresentamos a Literatura de Cordel. Considerada como Patrimônio Cultural do Brasil, seus folhetos instruem, divertem e auxiliam na formação de leitores. Sendo assim, foram compilados folhetos de cordel disponibilizados em domínio público.

http://www.precog.com.br/bc-cordel/


  • BC-ÁUDIO

O buscador de áudios da biblioteca comum é uma compilação de 700 arquivos de áudio categorizados, que cabem em um pendrive de 8 GB.

http://precog.com.br/bc-audio/

Instalação:

Para montar um pen drive com os buscadores, é só baixar o conteúdo do diretório "buscadores" (bc-texto, bc-clipart e bc-vidmin), que podem ser baixados conjuntamente, como um único arquivo compactado, ou separadamente. Após descompactados, cada um caberá em um pen drive de 8 GB, facilitando suas cópias, em dispositivos de baixo custo. Para baixar o pacote, clique em:

https://drive.google.com/drive/folders/1HZE75exetbHrTnw4lXD5ulldkKoHvI7s

Quer ajudar o projeto Biblioteca Comum?

1. Escolha um professor da rede pública.

2. Copie o buscador da biblioteca comum para o computador da escola ou do professor.

3. Explique o funcionamento do buscador para o professor.

4. Tire uma foto que apareça: você, o professor e a tela de instalação do buscador (no link “sobre”, depois, “instalado”).

5. Poste a foto no facebook no grupo do projeto e faça um check-in do local.

6. Colete os dados do professor e adicione à postagem (nome, escola, cidade e disciplina que ministra).


Kit Escola

O Kit Escola é um catálogo que integra todos os arquivos dos buscadores ao biblivre, por meio de registros MARC II importados à base de dados do sistema, após sua instalação. Iniciaremos, assim, os primeiros testes de instalação da biblioteca comum em escolas, em sua versão institucional, utilizando o biblivre e suas propriedades de web, para criar serviços internos que possam distribuir o conteúdo ofertado.

Segue a primeira versão do kit escola

https://drive.google.com/drive/folders/1y5MvZ8b136vO2TzSJ5vU5Rj7qxv3T7im?usp=sharing


Segue um exemplo de implementação do kit escola:

https://biblioteca.link/Biblivre5/bibliotecacomum/


Mapa de instalações

Biblioteca Emergencial: um acervo para os tempos de pandemia


As Bibliotecas Emergenciais objetivam promover o acesso aos acervos necessários à formação dos estudantes, em tempos de pandemia, momento em que as escolas, universidades, bibliotecas e museus, encontram-se fisicamente fechados. A Biblioteca Comum é um projeto de extensão da UEL, que segue nessa direção, usando Recursos Educacionais Abertos digitais (REA) para possibilitar o acesso dos estudantes a material bibliográfico, mesmo com conexão precária, ou inexistente, à internet.

O projeto é constituído de quatro tarefas contínuas: Coleta, em que buscamos, programaticamente, materiais digitais com licenças abertas e os armazenamos em nosso diretório; Curadoria, em que selecionamos parte do material coletado, extraímos deles informações relevantes e os disponibilizamos em pendrives populares, integrados a um sistema de recuperação de informação – os buscadores; Catalogação, em que profissionais da informação catalogam os recursos de todos os buscadores, gerando um único banco de dados integrado a um sistema de gestão de bibliotecas – o biblivre; e a Distribuição, em que propomos o uso prático dessa tecnologia como ferramenta pedagógica em disciplinas no departamento de Ciência da Informação da UEL.


Resultados


Diretório de Recursos Educacionais Abertos. São mais de 190.000 objetos digitais em 4,7 TB de dados, contendo aproximadamente: 54.000 textos (117 GB), 33.600 vídeos (4,4 TB), 3.500 áudios (24 GB) e 98.600 imagens (102 GB) … e contando. Para habilitar a busca, entre no e-mail da UEL (ou no Gmail) e procure o seguinte endereço:


https://drive.google.com/drive/folders/0BwDE1gKdD6Q5UjNJb19MUjZ6b0E?usp=sharing


Buscadores


Os buscadores são sistemas de recuperação de arquivos selecionados, conjugando um critério de relevância e a ocupação de espaço no dispositivo, buscando ofertar o maior número de arquivos importantes, em um menor espaço possível. Estes sistemas foram pensados para que sejam o mais fácil de difundir, copiar e utilizar, sem que seja necessária a instalação de nenhum programa de computador, além do navegador, nem que seja usada nenhuma nuvem corporativa, nem mesmo que haja conexão com a internet. Os buscadores precisam ser muito baratos e ter baixíssimo custo de manutenção.


Confira todos os buscadores disponíveis, além de outros resultados, no site do projeto:


https://sites.google.com/view/benjaminlfranklin/projetos/biblioteca-comum


Bom divertimento…


Para realizar totalmente o potencial das Bibliotecas Emergenciais, no entanto, seria necessário flexibilizar a Lei de Direitos Autorais, para permitir a circulação dos livros digitalizados, que já existem nas redes particulares escondidas (deep web), mas não podem ser copiados oficialmente. A Biblioteca Anônima, por exemplo, é uma iniciativa que pretende contribuir para a construção de uma rede alternativa de bibliotecas colaborativas na deep web, promovida pelo trabalho voluntário da sociedade civil. O buscador da Biblioteca Anônima é o resultado da análise dos arquivos de seu acervo, disponibilizado para consulta, em tempos emergenciais. O buscador pretende evidenciar o potencial da biblioteca contemporânea em promover a democratização do acesso ao conhecimento na sociedade, além de ser uma força em momentos de exceção.


http://precog.com.br/be-dw


Benjamin Luiz Franklin,

prof. Dr. do Departamento de Ciência da Informação da UEL, coordenador do projeto Biblioteca Comum