Equipa de Autoavaliação - EAA

" A avaliação de escolas pode ser definida como a recolha sistemática de informações sobre a estrutura e funcionamento de uma organização escolar com a finalidade de formular juízos que podem conduzir à tomada de decisões e ações subsequentes."

(Alaíz, 2004)

Autoavaliação


A autoavaliação tem caráter obrigatório, desenvolve-se em permanência, conta com o apoio da administração educativa e assenta nos termos de análise seguintes, de acordo com o que está estipulado no Artigo 6º da Lei 31/2002 de 20 de dezembro:


a) Grau de concretização do projeto educativo e modo como se prepara e concretiza a educação, o ensino e as aprendizagens dos alunos, tendo em conta as suas características específicas;


b) Nível de execução de atividades proporcionadoras de climas e ambientes educativos capazes de gerarem as condições afetivas e emocionais de vivência escolar propícia à interação, à integração social, às aprendizagens e ao desenvolvimento integral da personalidade dos alunos;


c) Desempenho dos órgãos de administração e gestão das escolas ou agrupamentos de escolas, abrangendo o funcionamento das estruturas escolares de gestão e de orientação educativa, o funcionamento administrativo, a gestão de recursos e a visão inerente à ação educativa, enquanto projeto e plano de atuação;


d) Sucesso escolar, avaliado através da capacidade de promoção da frequência escolar e dos resultados do desenvolvimento das aprendizagens escolares dos alunos, em particular dos resultados identificados através dos regimes em vigor de avaliação das aprendizagens;

e) Prática de uma cultura de colaboração entre os membros da comunidade educativa.


Objetivos da Autoavaliação

Artigo 3.º da Lei n.º 31/2002 de 20 de dezembro


-Implementar processos de autoavaliação no Agrupamento;


-“Promover a melhoria da qualidade do sistema educativo, da sua organização e dos seus níveis de eficiência e eficácia, apoiar a formulação e o desenvolvimento das políticas de educação e formação e assegurar a disponibilidade de informação de gestão daquele sistema;”.;


- Assegurar o sucesso educativo, promovendo uma cultura de qualidade, exigência e responsabilidade nas escolas;


- Sensibilizar os membros da comunidade educativa para a participação ativa no processo educativo;

-Recolher, tratar e divulgar a informação relevante;


- Identificar os pontos fortes e áreas de melhoria;


-Contribuir para a credibilidade do desempenho do Agrupamento;


- Implementar as ações de melhoria no agrupamento;


- Implementar as ações e processos de melhoria da qualidade, do Agrupamento;

- Monitorizar a implementação das ações de melhoria;


- Constituir um instrumento de reflexão e de debate."

Constituição da EAA no ano letivo 2021/2022


  • Coordenadora: Rita Maria Alexandrino Mendes Rocha;

  • Subdiretor: Eduardo Jorge Esteves Costa;

  • Representante da Educação Pré-Escolar/Educadora de Infância: Marlene Gabriela Silva Fernandes;

  • Representante do 1.º Ciclo/Coordenadora do Departamento do 1.º ciclo: Regina Maria da Silva Coelho;

  • Representante da EMAEI / Coordenadora da Educação Especial: Maria das Dores Silva;

  • Docente do 2.º ciclo – Departamento de Matemática e Ciências Experimentais: José Fernando de Jesus Alves;

  • Docente do 2.º Ciclo – Departamento das Expressões: Paula Cristina Nogueira Tavares Pereira;

  • Docente do 3.º Ciclo e Secundário - Departamento de Matemática e Ciências Experimentais: Elisa Maria Almeida Silva ;

  • Docente do 3.º Ciclo e Secundário - Departamento de Matemática e Ciências Experimentais: Fernando Rosinha Fernandes Mendes;

  • Chefe dos Serviços Administrativos: Maria Teresa Chaves Brás Ribeiro Vieira;

  • Coordenador dos Assistentes Operacionais: Paulo Sérgio Gonçalves Fontes;

  • Coordenadora do SPO: Célia Marisa Almeida Lopes;

  • Representante dos Pais/Encarregados de Educação – Associação de Pais dos alunos do AEOF: José Miguel Costa Antunes;

  • Representante dos alunos:

  • Matilde Tavares Antunes 10.º A;

  • Amigo Crítico

Competências da Equipa de Autoavaliação


À EAA compete:


● Planear todo o processo de autoavaliação;

● Elaborar o Projeto da Autoavaliação para um ano;

● Criar todos os documentos necessários à realização da autoavaliação;

● Concretizar a autoavaliação no AEOF;

● Articular a sua atividade com o Conselho Pedagógico e Conselho Geral do AEOF;

● Refletir criticamente com vista à eficácia do desempenho do Agrupamento;

● Sistematizar os resultados da avaliação dos alunos do AEOF e a sua evolução;

● Apresentar os resultados do seu trabalho à Comunidade Educativa através dos diversos meios: página do AEOF…;

● Realizar planos de melhoria para as áreas a melhorar detetadas;

● Sensibilizar a Comunidade Educativa para a participação de todos no processo de avaliação, bem como consciencializá-la para a importância da sua participação neste processo.

Compromisso da Equipa de Autoavaliação


Confidencialidade, no que diz respeito a todas as informações individuais recolhidas e para um tratamento de dados;


Envolvência dos diversos atores das comunidades escolar e educativa na autoavaliação.




Ninguém caminha sem aprender a caminhar, sem aprender a fazer o caminho caminhando, refazendo e retocando o sonho pelo qual se pôs a caminhar.”

Paulo Freire