Turismo de eventos e o desenvolvimento da Paraíba

postado em 27 de set de 2015 10:55 por ONG Nova Consciência   [ atualizado em 22 de fev de 2017 16:23 por Encontro da Nova Consciência ]

O Turismo de eventos é entendido como o deslocamento de pessoas com interesse em participar de eventos focados no enriquecimento técnico, cientifico ou profissional, cultural incluindo ainda o consumo e entretenimento. Tendo como principais sub-categoria o turismo de congresso e o turismo de convenção.

Vídeo do YouTube

O turista deste segmento caracteriza-se pela sua efetiva presença como ouvinte, “participante” ou palestrante em congressos, convenções, assembleias, simpósios, seminários, reuniões, ciclos, sínodos, concílios, feiras, festivais, encontros culturais entre outras tipologias de evento.

Esta modalidade de Turismo pode ser sub-categorizada observando a relação da tipologia de evento e o seu público alvo, entidade organizadora ou finalidade.

Classificação:
Congresso - Sub-categoria que tem como membros de uma entidade de classe, profissional, setorial de uma mesma área do conhecimento.

Convenção - O público focado neste segmento é exclusivamente interno. Participantes de um partido, empresa, religião com o objetivo de motivar, treinar, integração de grupos ou mesmo lazer.

Feira - Tendo caráter comercial focado habitualmente em um específico segmento de mercado consumidor.

Festival - Evento artístico cujo espectador é atraído por um estilo artístico podendo ser musical ou mesmo literário.

Para o planejamento do Turismo o mercado de eventos constitui-se como uma atividade que agrega valor ao produto turístico permitindo minimizar os efeitos da sazonalidade em destinos que antes viviam exclusivamente de temporadas turísticas[1] .

Vídeo do YouTube


Paraíba Inesquecível!
(Unforgettable Paraíba!)

Um Lugar para não esquecer

É só checar com quem já conhece: a Paraíba é um lugar para você não esquecer, jamais. Começa que aqui fica o ponto extremo oriental das Américas, a Ponta dos Seixas, em meio a uma sucessão de praias paradisíacas, entre as quais se distingue a de Tambaba, a única onde se pratica o naturismo no Nordeste brasileiro. A capital do Estado, João Pessoa, fundada em 1585, é a terceira cidade mais antiga do Brasil, possuindo valiosíssimo patrimônio histórico, artístico e cultural. E o interior do Estado tem sítios arqueológicos de renome mundial, como o Vale dos Dinossauros e a Pedra do Ingá, além de cenário deslumbrantes para a prática do ecoturismo e do turismo de aventuras, como a Pedra da Boca e o Lajedo de Pai Mateus. Sem contar Campina Grande, a cidade que mais cresce no agreste nordestino, promove anualmente O Maior São João do Mundo. Guarde a Paraíba para sempre na sua lembrança. E volte sempre.


Vídeo do YouTube


A place to remember
Institutional Video of the Government of Paraiba. Showing the potential of Paraiba Tourism.

 Just ask those who have been there: Paraíba is a place to remember forever. It all starts with the easternmost site of the Americas, know as Ponta dos Seixas, amid paradisiacal beaches, among which the outstanding Tambaba, the only naturist beach in Brazil’s northeast region. João Pessoa, capital of the state, was founded in 1585 and is the third oldest city in the country, whith a valuable historic, artistic and cultural heritage. The countryside has archeological sites known worldwide, such as the Dinossaur Valley dando Pedra do Ingá, resides wonderful sceneries for ecotourism and adventure travel, such as Pedra da Boca and Pai Mateus rocky formato. Not to mention that Campina Grande, the most thriving city in the northeast’s Agrestic region, promotes every year the Biggest Saint John’s festivities in the World. Keep Paraíba in your memories and do come back.



Encontro da Nova Consciência
O Pensamento da Cultura Emergente

Data: durante o Carnaval
Campina Grande - Paraíba - Brasil

#CulturadePaz #Carnaval #NovaConsciência

face.jpg (800×541)
O que é o Encontro da Nova Consciência?

Vídeo do YouTube

Todos os anos durante o carnaval, a cidade de Campina Grande, Paraíba-Brasil, se transforma em um espaço para a ciência, a cultura, a Arte, as Tradições Religiosas e tudo o que diz respeito ao Patrimônio Cultura Imaterial. É o Encontro da Nova Consciência, evento que já é realizado há duas décadas, sempre com grande sucesso de público de todo o Brasil, constando nos calendários de turismo de eventos nacionais.

Trabalhando nesses 24 anos com uma proposta de Cultura de Paz, o Encontro mudou a face da cidade que esvaziava no período de carnaval. Hoje a cidade recebe turistas de todo o Brasil, lotando a rede hoteleira, restaurantes, bares e serviços, mudando totalmente a economia local, que já funciona hoje com o sistema de hospedagem alternativa, por ser grande o número de pessoas que procuram opções que não sejam carnaval. Aqui acontece o Almaval - o Carnaval da Alma; celebração de valores que envolvem corpo - mente - espírito.

Vídeo do YouTube

O Encontro da Nova Consciência é um evento único no mundo conseguindo envolver em um período de cinco dias, as maiores personalidades nacionais e internacionais, para a abordagem de temas de interesse da humanidade, exercitando a tolerância, o diálogo Inter-Religioso, o Desenvolvimento Sustentável e Inclusão Social. Com inúmeros eventos paralelos, envolvendo pessoas de todas as idades e segmentos, o Encontro da Nova Consciência já conquistou seu espaço na mídia especializada e de massa com abrangência nacional, já tendo sido alvo de muitas reportagens nos meios de comunicação de maior alcance de público. A participação nas palestras e shows do Encontro é gratuita e não é necessário se inscrever para frequentá-lo, já que este é realizado por uma organização sem fins lucrativos.


NOVA CONSCIÊNCIA E TURISMO - VEJA mais VÍDEOS SOBRE O TEMA:
Conheça mais sobre o evento na Sala de Imprensa, onde poderá encontrar artigos especiais sobre o Encontro:
https://sites.google.com/site/ongnovaconsciencia/download





A IMPORTÂNCIA DO INVESTIMENTO EM EVENTOS TURÍSTICOS 

O Turismo de Eventos tem elevada importância para uma cidade ou região, para o país como um todo, com vasto campo ainda a ser explorado. O turismo incentiva o desenvolvimento socioeconômico local, contribuindo para geração de empregos, rendas e criação de infra-estrutura que beneficia não só o turista, como a população da cidade.


Em um momento que é necessário contornar os efeitos da "alta e baixa estação", visando fomentar o turismo em diferentes épocas do ano, para existir um maior equilíbrio da demanda, o Turismo de Eventos apresenta-se como uma solução ideal para os destinos turísticos. Isso porque os promotores realizam seus eventos em época de baixa temporada, quando encontram facilidades em reunir um número significativo de participantes, ao mesmo tempo em que possuem vários locais dispostos a sediá-los. O turista não depende de férias para viajar e existem centenas de eventos que acontecem ao longo do ano, sendo possível, ainda, a criação de outros, dependendo do município ou região.

Um evento movimenta um grande número de profissionais durante a sua realização, provocando uma grande movimentação econômica nas cidades sedes. É importante observar que o turista de eventos é motivado por interesses profissionais, mesclando atividades de trabalho e lazer, tornando-se um consumidor com grande potencial de consumo do item diversão. Outro aspecto importante do Turismo de Eventos é o fato do turista retornar depois, com a família, para os locais que mais lhe agradaram.

A partir desses conceitos, os congressos e os seminários, têm um papel importante no desenvolvimento do turismo regional. Eles se apóiam na necessidade das empresas pós-industriais de obterem e trocarem informações. Sendo assim, tanto as organizações e os encontros, como as convenções e exposições ocupam lugar de destaque no Turismo de Eventos. Seu desenvolvimento abrange um amplo e diversificado conjunto de atividades econômicas, com importância destacada no setor de serviços, na indústria e no comércio em geral. 

Portanto, em termos econômicos o Turismo de Eventos pode gerar muitos benefícios, tais como incremento na receita global do local-sede do evento, (um turista participante gasta três vezes mais do que um turista comum); melhora a imagem da cidade-sede do evento (o participante é um elemento divulgador do local). Além do emprego e da receita, e, igualmente, melhorias na infra-estrutura como conseqüência do desenvolvimento do turístico.

No aspecto social, a atividade do turismo, em região economicamente subdesenvolvida, pode oferecer meios de manter um nível de atividade econômica, o suficiente para evitar a migração de pessoas para as áreas mais desenvolvidas de um país.



Inovação e pioneirismo são marcas do setor de turismo na Paraíba
Turismo na Paraíba

Turismo na Paraíba: experiência que encanta
Feiras nacionais, vivências brejeiras e a experimentação de quem vive do solo e do artesanato local são alguns atrativos para turistas e investidores que conhecem a terra onde o sol nasce primeiro.

Inovação e pioneirismo, qualidades de todo bom empreendedor, também são características marcantes do setor de turismo na Paraíba. Para além de atrativos já consolidados como o Maior São João do Mundo, em Campina Grande, e a badalada Tambaba, a mais famosa praia de naturismo do Brasil – localizada na Região Metropolitana de João Pessoa -, o setor tem buscado no diferencial sua marca para encantar visitantes do Brasil e do Mundo.

Vídeo do YouTube



Apesar de um litoral de belas praias e uma Capital “onde o sol nasce primeiro”, a Paraíba, eleita como melhor destino nacional em 2013, tem conquistado cada vez mais turistas com cenários interioranos, experiência rural, acolhida familiar, artesanato e contato direto com a natureza – do Litoral ao Sertão. E o Sebrae na Paraíba tem desenvolvido projetos e auxiliado nesse crescimento do setor.






Turismo de eventos e de negócios





Fortemente focado na capital João Pessoa, o turismo de eventos e de negócios é marcado pela parceria entre o Sebrae na Paraíba e o Convention Bureau, com a realização de eventos nacionais e internacionais, de caráter desportivo a desfiles de moda até o setor de tecnologia, a exemplo da Google Business Group, da Conferência Brasil-Canadá 3.0 e da RoboCup – este um dos maiores eventos de tecnologia do mundo.

Isso se deve, entre outros motivos, a entrega do Centro de Convenções de João Pessoa – uma área de 19 mil metros quadrados e capacidade para aproximadamente três mil visitantes. Com um projeto arrojado e recém-inaugurado ganharam força projeções sobre a diminuição na sazonalidade desse tipo de turismo na capital paraibana e a ampliação de oportunidades com a chegada de eventos de grande e médio portes.

Mas os eventos acontecem em todo o Estado, a exemplo dos festejos juninos, em Campina Grande, e da Festa do Bode Rei, realizada no município de Cabaceiras - a chamada “Roliúde Nordestina”. Nesse sentido o Sebrae na Paraíba tem realizado levantamentos sobre o turismo de eventos e negócios com foco nos microempresários, empresários individuais e empresários potenciais.

O setor tem gerado demanda especializada em diversos segmentos como gastronomia, atendimento, realização de eventos, hotelaria, transporte, entre outros. Até dezembro de 2016 o Sebrae projeta para 130 o aumento no número de eventos captados no Estado e 80% de aquecimento na ocupação hoteleira local.

Para contribuir no alcance dessas metas o Sebrae na Paraíba tem oferecidos cursos, consultorias, palestras, oficinas, orientação técnica e até a promoção de eventos. (leia mais em eventos). Esse investimento é justificado, já que o turista de eventos e de negócios gasta no mínimo três vezes mais do que o chamado turista de lazer.

Turismo de Experiência





O projeto de Turismo de Experiência foi iniciado pelo Sebrae na Paraíba em 2013 e até 2016 vai contemplar 18 municípios paraibanos, principalmente das regiões do Brejo e Cariri do Estado – lugares de riqueza natural singular, cenários urbanos e rurais históricos e gente acolhedora. São com esses elementos, aliás, que turistas e investidores estão redescobrindo a Paraíba a partir de roteiros interioranos.

Tendência mundial, o turismo de experiência busca na vivência com a comunidade visitada uma emoção única ao aliar cultura local, contato com a natureza, aventura e clima caseiro, sem abrir mão do conforto.

“Esse tipo de experiência atrai turistas bem informados, que buscam produtos com identidade cultural forte, querem partilhar saberes e fazeres com a comunidade e isso a Paraíba tem de sobra. Há casos de pessoas que se emocionam, choram. É algo muito especial para quem recebe e é recebido”, declara Regina Amorim, gestora do setor de Turismo do Sebrae na Paraíba.

Pelas experiências bem sucedidas na Paraíba, a Revista da Confederação Nacional do Comércio (CNC) publicou artigo sob o título Caso de sucesso na Paraíba: turismo rural criativo e de experiência. “A Paraíba tem se tornado referência nesse tipo de turismo para outras unidades do Sebrae no Brasil afora”, comemora Regina. No caso do turismo de experiência, os principais parceiros são as prefeituras e as associações locais.

Opções não faltam no Estado. Alguns municípios têm ganhado destaque nacional e rompido fronteiras brasileiras com suas marcas. É o caso de Pilões, no Brejo paraibano, e seu artesanato feito com fibra da bananeira, ou de Boqueirão e suas trilhas ecológicas por lajedos e inscrições rupestres ou o acampamento rural para os mais ousados.

Na lista das localidades já contempladas com o projeto do Sebrae na Paraíba estão ainda Bananeiras, Conde, Pitimbu, Lucena, Cabedelo e Areia. Até o final de 2014 farão parte do roteiro oficial do Turismo de Experiência os municípios de Cabaceiras e Ingá.

As possibilidades de negócios no setor tem chamado a atenção para oportunidades de empreendimentos para microempresários, empresários empreendedores individuais e potenciais de meios de hospedagem, alimentação fora do lar, agências de receptivo, grupos culturais e agronegócios localizados na capital João Pessoa (destino indutor), Mata Paraibana e Agreste, Campina Grande (destino indutor) e Cariri.

Um caso de sucesso no Turismo de Experiência é o município de Areia, no Brejo paraibano. Escolhido para compor o “Estudo Nacional de Turismo da Experiência e sua Oferta”, publicação elaborada pelo Sebrae Nacional em 2013, o município foi único representante não apenas do Estado como de toda a Região Nordeste.



Não é à toa, em pleno brejo paraibano, Areia tem clima europeu em alguns períodos do ano e simpatia nordestina todo o tempo. Ali são encontrados engenhos do período da Civilização do Açúcar readaptados para hospedagem, artesanatos, culinária típica com toques refinados, apresentações culturais, passeios fotográficos ou de bicicleta, além de um visual de serras para contemplar sem moderação. Um celeiro de oportunidades para quem quer investir em cultura local, esportes radicais e acolhida diferenciada.

Está em Areia, também, mais um foco do pioneirismo do turismo paraibano: a primeira Pousada Boutique do Brasil – a Villa Real, que ganhou destaque do Sebrae Nacional por suas características arquitetônicas, paisagísticas e de inovação em negócios. No local, praticamente todo o material exposto aos turistas e clientes está à venda - de peças do artesanato local a equipamentos de antiquário. Tudo condizente como o clima do Brejo, com a acolhida da Villa. Se você se interessou e quer saber como abrir uma pousada boutique procure um especialista Sebrae na Paraíba.


Eventos

Caminhos do Frio




Realizado em parceria com o Governo do Estado, o Caminhos do Frio é um dos eventos de maior destaque no calendário do Turismo de Experiência na Paraíba. Durante seis semanas, turistas de todo o País contam com uma agenda de atividades culturais, gastronômicas e esportivas em sete cidades do Brejo paraibano. O termo “frio” em pleno interior paraibano se justifica já que em alguns desses locais a temperatura pode chegar a 12º.

Em 2014 integraram o Caminhos do Frio as cidades de Areia, Pilões, Solânea, Serraria, Bananeiras, Alagoa Nova e Alagoa Grande. Cada uma conta com atrações locais e nacionais, oficinas, oferta gastronômica diferenciada e atividades esportivas. Uma possibilidade de novos negócios para empreendedores dos setores de alimento, esportes e cultura.

RuralTur




O pioneirismo na realização de eventos relacionados ao turismo na Paraíba e a convergência de oportunidades apresentadas ao setor, no Estado, têm na RuralTur – Feira de Turismo Rural - seu representante mais forte. Ali reúnem-se para expor produtos e serviços e debater tendências e rumos do setor agências de viagens, restaurantes, meios de hospedagem e empreendedores que atuam com o turismo rural, de negócios, de experiência e artesanato. Eventos paralelos, como o Encontro de Lideranças do Turismo Rural e o Encontro de Caminhadas na Natureza, também integram a RuralTur.

Desde a primeira edição, em 2005, o evento se tornou referência no País inteiro. Em dez edições – a mais recente em 2014 – a RuralTur foi sediada na pioneira Paraíba, mas sempre se colocou como um produto nacional. Produzindo informação qualificada e gerando negócios para o turismo rural há uma década, a Feira assumirá oficialmente sua nacionalidade e terá caráter itinerante a partir de 2015, quando será realizada no Rio Grande do Norte.

“Desde o início pensamos a RuralTur para ser um evento itinerante e nacional. Tanto que mudamos a nomenclatura pensada inicialmente, que era ‘Feira Regional’, e mantivemos um olhar mais abrangente. A Paraíba foi sede da Feira nesses dez anos e agora vamos apoiar e participar do que começou aqui compartilhando experiências com empreendedores de outros Estados.

Além do Rio Grande do Norte, em 2015, já estão inscritas para sediar o evento os Estados do Ceará (2016), Pernambuco (2017), Rio Grande do Sul (2018) e Goiás (2019). Isso mostra a dimensão que a RuralTur conquistou”, enfatiza a gestora de Turismo do Sebrae PB, Regina Amorim.

Conheça o Hotsite da Ruraltur

Projetos

Pioneirismo na Hospedaria Rural de Quilombo




Um dos destaques no Turismo de Experiência na Paraíba é a implantação da primeira hospedaria rural de Quilombos do Brasil(quiçá do mundo), no Quilombo Caiana dos Crioulos, localizada na zona agrícola do município de Alagoa Grande, Brejo paraibano. Ali estão sendo instalados poucos leitos dentro de um padrão diferenciado de Turismo de Experiência. O visitante poderá participar da cultura local, na ciranda dos quilombolas, e de caminhadas pela região. Outra atração prevista no local é a oficina de produção e a venda das chamadas Ecobijús.

Oportunidades comerciais na BR-230


A legendária Transamazônica, que começa na Paraíba e aqui conta com estrutura rodoviária exemplar, também tem sido foco de estudos pelo Sebrae na Paraíba. O projeto “Oportunidades comerciais na BR-230” contempla 25 municípios localizados nas quatro mesorregiões do Estado: da Mata Paraibana, do Agreste Paraibano, da Borborema e do Sertão Paraibano.

Vídeo do YouTube

A proposta é que sejam realizadas três tipos de intervenções ao longo dos 531 quilômetros de rodovia que cortam o solo paraibano:
Aprimorar: atuando junto a empreendimento já existentes, no sentido de contribuir para a melhoria da qualidade dos negócios, aumento da produtividade e planejamento adequado de investimento e expansão desses empreendimentos;
Recuperar: realizar ações de recuperação de empreendimentos existentes, mas que não têm conseguido obter resultados satisfatórios e cuja projeção é de piora do quadro empresarial. Nesse caso, o foco está em oportunidades que receberam investimento e merecem uma intervenção para que possam gerar os benefícios sociais esperados.
Construir: muito além de realizar obras físicas, a proposta aqui é focar na reconstrução de um novo conceito de negócio que se tornará referência para outras rodovias brasileiras. Mix de produtos e oportunidades, oportunidade e emprego e renda e produção e comercialização de bens estão no foco dessa intervenção e desse projeto com um todo.

É grande o impacto estimado com esse projeto. Além de analisar desde de postos de combustíveis a atrativos culturais e esportivos às margens da BR-230, ele deve gerar, em estimativa, mais de três mil empregos, atingir positivamente 622 novos empreendedores e beneficiar uma população de 14.500 pessoas.

Para saber mais detalhes sobre o projeto Oportunidades comerciais na BR-230 procure o Sebrae na Paraíba, fale com um especialista, proponha um plano de negócios e boa viagem ao mundo do bom empreendedorismo.
Oportunidades de Negócio


Turismo

Mas, se o seu plano de negócios em Turismo na Paraíba não inclui o circuito sol e mar, os eventos ou a atuação em modelos já consolidados, vale conferir na lista a seguir algumas ideias empreendedoras que devem ser destaque no setor nos próximos meses, apoiadas pelo Sebrae na Paraíba:
Aos mais alternativos e despojados está sendo projetado um Hotel de Barracas no Estado para mochileiros e aventureiros que buscam hospedagem econômica sem perder a segurança, comodidade e a experiência do contato com a natureza;
Aventura no turismo rural é outra proposta em elaboração, que envolverá caminhantes e praticantes de esportes radicais – de bikers a jipeiros;
Das trilhas off-road para o asfalto, o Sebrae na Paraíba está construindo um projeto de Turismo de Experiência na BR-230, a conhecida Transamazônica, que no Estado é uma das estradas mais bem conservadas. A idéia é criar roteiros de experiência ao longo de cidades localizadas à margem da rodovia ou próximas a ela, cruzando e conhecendo parte do solo e atrativos paraibanos. (leia detalhes em “projetos”)
Todas essas propostas integrarão o projeto “30 dias na Paraíba sem repetir roteiro”, que está sendo formatado para ser apresentado em um site bilíngüe, onde o visitante terá oportunidade de customizar seu roteiro de acordo com o tempo de estada e perspectiva de experiência local.

Pólo em Campina Grande e Criação da Abratur-PB

Estudos têm apontado para a necessidade de expandir cada vez mais o turismo de experiência na Paraíba e por isso estuda-se a formação de um pólo do setor em Campina Grande, segunda maior cidade paraibana e conhecida internacionalmente por suas atrações culturais (Maior São João do Mundo) e pela excelência em pesquisa e produção de tecnologias da informação e comunicação (TICs).

Diante de tamanha fertilidade no turismo rural paraibano, o Sebrae na Paraíba tem estimulado a criação de uma unidade da Associação Brasileira de Turismo Rural no Estado. Alguns empreendedores já se mobilizaram no sentido de dar os primeiros passos para a nova Abratur-PB.

Como Participar?

Os negócios em Turismo na Paraíba fomentados e apoiados pelo Sebrae contam com um modelo de participação partilhada. Em um primeiro momento são realizados encontros coletivos, de integração, entre empreendedores e aqueles que desejam saber mais sobre o setor, as oportunidades e desafios. Momento de somar informação e conhecimento para minimizar os riscos de investimentos.

Para que se chegue até aí – ou mesmo para aqueles que ainda não sabem o foco do seu negócio - cabe aos que desejam ingressar ou saber mais sobre o setor procurar o Sebrae na Paraíba e receber orientações de um especialista que ouvirá e orientará o empreendedor disposto a estudar esse nicho de mercado, elaborar um bom plano de negócios e investir no Turismo no Estado.


Conheça o Turismo em
outras cidades paraibanas:
CLIQUE NO LINK:

https://drive.google.com/drive/folders/0ByugdrMFiyUdOTZXWXpiS3BRaE0



Revista Partiu Brasil

Publicado em Segunda, 06 de Julho de 2015, 00h00 | por MTur 

A revista é uma publicação da campanha #partiubrasil -  ação integrada de promoção e publicidade do Ministério do Turismo, que incentiva os brasileiros a viajarem pelo país e os profissionais do setor a comercializarem destinos nacionais. O objetivo é promover a variedade de destinos e roteiros dos 26 estados e do Distrito Federal, assim como a diversidade de atividades turísticas como aventura, sol e praia, gastronomia e diversão.

Revista Partiu Brasil (Download - PDF) - Julho de 2015


Vídeo do YouTube

PARAÍBA
www.portal.paraiba.pb.gov.br

CONDE
Passeios de um dia em bugue ou van levam de João Pessoa até duas das mais famosas praias do litoral sul. Tambaba tem a particularidade de ter sido o primeiro ponto de nudismo do Nordeste. Se não for de seu agrado, há um pequeno trecho destinado a quem prefere manter o traje de banho.
Coqueirinho, menos isolada e bastante movimentada nos fins de semana, é igualmente bonita, cercada de coqueiros, rochas e fontes de água.

JOÃO PESSOA
Predinhos baixos ao longo de toda a orla dão a João Pessoa um clima simpático e agradável. Passear pelo calçadão entre as praias de Cabo Branco, Tambaú e Manaíra é um esporte adotado por todos. A praia preferida dos locais é a do Bessa. Para um pôr do sol clássico, a Praia do Jacaré (fluvial, sobre o Rio Paraíba), ao som do Bolero de Ravel.
Um passeio cultural imperdível: ao Centro Cultural São Francisco, um belíssimo conjunto de arte barroca. Um toque moderno: a Estação Cabo Branco de Ciência, Cultura e Artes, projetada por Oscar Niemeyer (uma vez lá, não deixe de visitar a Ponta do Seixas, o ponto mais oriental das Américas). Uma comprinha original: alguma prenda feita com algodão ecológico, adotado efusivamente pelo comércio local (bons locais são as barraquinhas da Feirinha de Artesanato de Tambaú e o Mercado de Artesanato Paraibano). Uma comida sertaneja: podem ser duas? A paçoca (carne de sol assada e desfiada, socada no pilão com farinha) e o rubacão (uma mistura de feijão, arroz, charque, queijo e legumes).



FONTES:

- Turismo Cultural: Ministério do Turismo (Brasil) - Apostila em PDF:

- EMPRESA PARAIBANA DE TURISMO S/A - PBTUR
Av. Almirante Tamandaré, 100 - Tambaú
CEP: 58039-903 - João Pessoa - Paraíba - Brasil
Fone: 55 83 3214-8187 . FAX: 55 83 3247-7011
Toll free: 0800 281 9229

- http://www.revistaturismo.com.br/artigos/eventos.html

- http://ecoviagem.uol.com.br/noticias/turismo/encontros-e-eventos-de-turismo/

- http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ufs/pb/sebraeaz/Turismo-na-Para%C3%ADba

www.pb.agenciasebrae.com.br  / Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

MTur - Ministério do Turismo
http://www.turismo.gov.br/publicacoes/item/200-revista-partiu-brasil/200-revista-partiu-brasil.html





Comments