Loft FCBS, 2012 [2011]

Dizem que a primeira casa a gente nunca esquece. O jovem solteiro proprietário deste apartamento investiu em um projeto personalizado e sob medida para que esta nova morada se transforma-se em um lar e atendesse a todas as suas necessidades.

O cliente queria um ambiente claro, moderno, discreto e masculino. Para alcançar esse resultado a paleta de cores de base bege foi fundamental. A  marcenaria usou tons claros madeirados e para as peças de granito optamos pelo preto absoluto, responsável pelo contraponto e pelo ar sério e masculino.

As pastilhas metalizadas da cozinha e a iluminação com fitas de led conferem um ar hype à noite, horário em que o apartamento é mais utilizado.

A sala tem um sofá confortável para assistir tv e se amplia com os pufes que ficam sob o móvel embaixo da janela quando o número de convidados é maior. O mesmo acontece na sala de jantar onde a mesa pode ser afastada da parede e os pufes colocados nas cabeceiras. O painel vertical de marcenaria valoriza o pé-direito duplo e define a posição da mesa, enriquecendo a composição. O nicho existente embaixo da janela abriga, além dos pufe, um armário para louças.

No passa-pratos da cozinha americana a meia-parede de alvenaria foi demolida para dar espaço a um armário que se abre para a cozinha, onde fica o microondas, tornando-a mais funcional. Apesar de pequena, a cozinha é completa, com geladeira duplex, cooktop, forno de embutir, armário para escorrer louças e ainda abriga o aquecedor à gás.

O lavabo bem estrito, com apenas 83cm de largura, encaixado sob a escada, ganhou personalidade com o lavatório desenhado sob medida e o armário que se encaixa no vão da escada. Foram resolvidas as questões estéticas e funcionais, pois o apartamento não tem lavanderia e o armário foi projetado para guardar vassoura, aspirador de pó e balde, além das toalhas e sabonetes para este banheiro.

A escada ganhou vida com a retirada do fechamento lateral que deu espaço para a colocação de uma adega refrigerada e um mini-bar, em armários com rodízios.

No andar superior fica um confortável banheiro, que repete as cores usadas no apartamento. Aqui um exemplo de como o uso de pastilhas pode personalizar o projeto e deixar o revestimento atual. O piso de porcelanato 60x60 foi assentado nas paredes do box, funcionando como uma base para as pastilhas. Em 3 cores e tamanhos, elas foram paginadas para acentuar a verticalidade do ambiente, procurando ampliar o pé-direito. O desenho das pastilhas também têm uma intenção poética, pois lembram a chuva. As demais paredes foram pintadas com tinta acrílica acetinada branca. O nicho no banheiro é sempre um elemento importante para economizar espaço e dar um aspecto mais clean.

No dormitório o armário foi substituído, optando por duas portas de correr que são mais funcionais que as de abrir, economizam espaço de circulação e esteticamente transformam-se num belo painel decorativo. O cliente concordou em fazer um criado mudo maior em um só dos lados, deixando a circulação mais facilitada e a cabeceira mais bonita.

Também era necessário criar um espaço para estudar, pois o jovem estava estudando para um concurso. Então ampliamos um pouco a área de piso do andar superior sobre a escada e desenhamos uma escrivaninha com elementos de vidro e nichos que funciona ao mesmo tempo como guardacorpo e se integra ao painel da tv . O resultado foi escultórico, leve e muito funcional.

Em espaços pequenos o projeto de interiores é fundamental para um resultado funcional e harmônico. Preferencialmente também indicamos o uso de marcenaria sob medida, para um aproveitamento máximo dos armários.


voltar