Simulando Cores Reais em Imagens ASTER

Post date: Apr 1, 2016 11:11:26 PM

Simulando Cores Reais em Imagens do sensor ASTER (tutorial)

As Imagens do Sensor ASTER não tem Banda no Comprimento de Onda do Azul (o Visível é formado por Verde, Vermelho e Infravermelho Próximo).

Assim sendo, não é possível fazer Composições Coloridas em Cores Reais (aquelas que o olho humano enxerga).

O mais comum é fazer a Composição (RGB) em Falsa-Cor usando as Bandas Red(B2)/NIR(B3)/Green(B1) para realçar a vegetação de não-vegetação.

Se você baixar do Earthexplorer.usgs.gov em formato GeoTIFF, ela virá numa Composição Colorida dessa forma (R/NIR/G).

A outra opção é baixar em formato bruto, com todas as Bandas Espectrais, no formato HDF (que podem ser lidas e separadas facilmente no QGIS).

Para simular uma Composição em Cores Naturais, é preciso criar uma Banda no QGIS usando a fórmula (B1*3+B3)/4 na Calculadora Raster.

Depois é só fazer o Empilhamento de Bandas em Raster > Miscelânea > Mosaico (marcando a opção Layer Stack - Empilhamento de Camada).

Lembre-se de entrar as imagens na ordem: (Red-B2, Green-(B1*3+B3)/4; Blue-B1) que o QGIS irá renomear para Banda 1, Banda 2 e Banda 3.

Referências:

http://www.space.bas.bg/astro/Ses2005/r5.pdf

NASA e METI (Japão) disponibilizam dados ASTER (sensor a bordo do satélite Terra) sem custo.

ASTER

A partir de hoje, todas as imagens da Terra adquiridas pelo instrumento de sensoriamento remoto japonês ASTER, operando a bordo do satélite Terra da NASA desde o final de 1999 está agora disponível para os usuários em todos os lugares, sem qualquer custo.

O público terá acesso ilimitado ao banco de dados completo de mais de 16 anos do sensor Advanced Spaceborne Thermal Emission and Reflection Radiometer (ASTER) do Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão (METI) a bordo do satélite Terra, que imageia a Terra para mapear e monitorar as mudanças na superfície do nosso planeta.

O banco de dados do ASTER atualmente consiste de mais de 2,95 milhões de cenas individuais (o sensor do SWIR deixou de ser operacional em abril de 2008).

O conteúdo varia de enormes cicatrizes na paisagem de um tornado EF-5 e as consequências devastadoras das inundações no Paquistão, a erupções vulcânicas na Islândia e os incêndios florestais na Califórnia de Oklahoma.

ASTER Sensor Systems: Baseline Performance Requirements

- Infelizmente, os sensores do SWIR pifou em abril de 2008, ainda assim o VIS e NIR estão funcionais e tem 15 metros de resolução.

E existem 2 bandas no NIR (NADIR - 3N e Backward - 3B) que permitem fazer restituição de Modelos Digitais de Elevação (DEM) por estereoscopia de imagens.

http://www.geo.mtu.edu/rs4hazards/ksdurst/website/Thesis/ASTER.html