Vibrato na Flauta Transversal
 
“Muita polêmica envolve a forma como o vibrato é produzido. Primeiramente, a definição de vibrato para cantores e instrumentistas de sopros é: variação da coluna de ar através da garganta (nos instrumentos de cordas, é uma variação na freqüência do som). É uma sucessão de uso alternado de uma maior quantidade de ar com uma menor quantidade de ar, como se fossem pulsos de ar.
É claro que, se a garganta estiver fechada, teremos o popular "vibrito", o vibrato de cabrito, tão tocado nas rádios. Devemos pensar em abrir a garganta enquanto fazemos uma leve ação para pulsar o ar.

Para efeito de aprendizado, podemos pensar em tocar uma nota longa na flauta e tossir suavemente enquanto sopramos com a vogal "Ô", sem interromper o fluxo de ar, sempre sustentando o sopro e o som. Suavizamos cada vez mais a tosse até que não haja interrupção na coluna de ar pelo fechamento temporário da garganta provocado pela tosse. É uma versão suave de tosse, sem fechar a garganta.
A variação na afinação é uma conseqüência do vibrato, não o objetivo maior, que é variar a quantidade de ar, alternando mais ar e menos ar no sopro. A sensação do vibrato de diafragma é causada pelo ar que pode voltar para baixo enquanto vibramos com a garganta. Como sabemos, o diafragma é um músculo liso, portanto, involuntário.” (Renato Kimachi, Revista Weril n.º 140 acesse Acesse - Flauta "sem mistérios")
 
O vibrato precisa ser sempre estudado porque fazê-lo incorreto causa problemas de afinação, qualidades do som, faz parecer um cabrito cantando, ou seja, um flautista tocando com vibrato mal feito é horrível. Segue abaixo dois exercícios.
 
Exercício para Vibrato
 
1. Exercício com papel
Utilizando um pequeno papel de tamanho aproximado de 8 x 8 cm, segure com os dedos em sua parte inferior e assopre na parte superior do papel como se estivesse fazendo o vibrato na flauta. Observer a oscilação do papel que se curvará para frente com o fluxo de ar sobre ele e voltará a sua posição original quando interrompido ou diminuído este fluxo. Faça este exercício de modo que a oscilação do papel para frente e para sua posição original aconteça uniforme e regular. Comece com ritmo lento e aumente sua velocidade aos poucos.
 
2. Exercício Marcos Kiehl 
O primeiro pentagrama representa a nota a ser executada e o segundo a oscilação do vibrato por nota.

Click na imagem abaixo para ampliar e baixar


 
Compilado por Nilson Mascolli Filho

Vibrato por José Ananias

Escolha a resolução do vídeo em até full HD no ícone 
José Ananias, um dos mais proeminentes flautistas brasileiros, é músico da Osesp - Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo desde 1986, e professor da Escola de Música de São Paulo desde 1990 - www.joseananias.com




ċ
VibratonaFlautaTransversal,EDF.rar
(608k)
Nilson Mascolo Filho,
12 de nov de 2009 09:56
Ċ
Nilson Mascolo Filho,
13 de out de 2009 11:00