Imagem relacionada
Você sabe como funciona o estágio obrigatório?

Trata-se de uma disciplina no currículo dos cursos técnicos  portanto além de necessário para o aprimoramento dos conhecimentos teóricos adquiridos na escola, e inclusão do aluno na mercado de trabalho o estágio é OBRIGATÓRIO para conclusão do curso. Assim, esse tipo de atividade é  essencial para a formação DO TÉCNICO em qualquer área que ele tenha escolhido. Para cumprir o estágio curricular obrigatório, além de estar matriculado em uma escola Técnica, é necessário ter um professor para supervisionar as tarefas. Ele tem a função de se responsabilizar pelo registro das suas atividades durante o tempo de estágio e pelo  devido cumprimento do período mínimo estipulado pela lei.  

Quais são as vantagens do estágio obrigatório?

É a possibilidade de desenvolver atividades que levem o estudante a conhecer, com mais propriedade, a rotina da profissão em que está se formando. O CEEP- Curitiba se responsabiliza pelo conhecimento teórico dos alunos, e o estágio vem para complementar a parte prática da formação.

Quais são as diferenças entre o estágio obrigatório e o não obrigatório?

Em linhas gerais, existem algumas diferenças entre o estágio curricular supervisionado obrigatório e o não obrigatório. Entre elas, destacam-se:

§  a quantidade de tempo que você precisa se dedicar à função;

§  a necessidade de supervisão de um professor;

§  a existência de uma remuneração;

§  o período estipulado no contrato.

No estágio obrigatório, há uma quantidade de horas delimitada a ser cumprida para que o aluno consiga a aprovação no curso e o recebimento do diploma. Além disso, as atividades devem ser supervisionadas por um professor do curso do estudante.

Por outro lado, no estágio não obrigatório, não é preciso que o aluno cumpra determinada quantidade de horas e seja supervisionado por um professor. O estágio obrigatório pode ou não ser remunerado, diferentemente do estágio não obrigatório, que deve remunerar o estagiário. 

É possível receber bolsa-auxílio durante o estágio curricular supervisionado obrigatório?

Sim. Mas, no caso do estágio obrigatório, a bolsa, assim como a concessão de vale-transporte, é optativa. enquanto que nos estágios não obrigatórios,  o fornecimento de bolsa e de auxílio-transporte é um dever de quem contrata o estagiário, estando previsto na Lei do Estágio.

O que é Lei nº 11.788/08, a chamada a Lei do Estágio?

Basicamente, a Lei do Estágio foi estabelecida para determinar todos os aspectos da relação entre o estagiário e a empresa contratante. Ela surgiu da necessidade de dispor sobre os direitos e deveres tanto do estagiário quanto daquele que concede o estágio. Caracteriza o estágio como atividade sem vínculo empregatício e a necessidade do auxílio dos agentes de integração.


Como a Lei do Estágio protege o estagiário?

Essa lei determina os direitos e deveres das partes interessadas na realização do estágio. A legislação específica estabelece, por exemplo, a contratação de seguro contra acidentes pessoais para o estudante. No caso do estágio obrigatório, ela é de responsabilidade do aluno, mas o CEEP- Curitiba, se responsabiliza por isso,  para de Empresas ou profissionais conveniados diretamente com o CEEP- Curitiba

Quais são os  tópicos   importantes da lei do estágio?

  • Previsão do estágio, obrigatório ou não, como parte do projeto pedagógico da Escola.
  • Exigência de apresentação, pelo estagiário, de relatório de atividades do estágio;
  • Permissão para que profissionais liberais de nível superior ofereçam estágio; Definição das obrigações da instituição de ensino no acompanhamento do estágio;
  • Previsão de trinta dias de recesso para o estagiário;
  • Delimitação de limite da jornada de estágio em seis horas para os estudantes do ensino superior, da educação profissional de nível médio e do ensino médio regular

Como funciona a carga de trabalho no estágio obrigatório?

A Lei do Estágio estabelece que a carga de trabalho do estagiário pode ser distribuída de três formas:

§  4 horas por dia (20 horas semanais);

§  6 horas por dia (30 horas semanais);

§  8 horas por dia (40 horas semanais);

A distribuição mais comum nos estágios obrigatórios é a carga de 4 horas diárias. Afinal, você ainda terá que estudar e fazer trabalhos para as disciplinas do curso. O período do dia para a realização do estágio varia de acordo com os horários de aula do estudante. Geralmente, alunos que estudam à tarde estagiam de manhã, e vice-versa.

Qual o papel de um agente de integração?

                                                               fonte: http://www.abres.org.br/v01

Promover a interlocução entre o estagiário, a instituição de ensino e a empresa cliente, auxiliando na comunicação entre todas as partes, é o papel fundamental de um agente de integração. Assim, representam o caminho mais eficiente para selecionar candidatos, por possuírem acesso a todas as universidades, escolas e instituições de um modo geral, facilitando na melhor triagem de perfis e garantindo a segurança jurídica aos contratantes.

Os estudantes cadastrados nos agentes de integração geralmente são pessoas interessadas e com disposição para ingressar no mercado, buscando oportunidades para adquirir conhecimentos práticos nas organizações. No artigo 5º, parágrafo 1º, consta os dizeres: “Cabe aos agentes de integração, como auxiliares no processo de aperfeiçoamento do instituto do estágio:

I - identificar oportunidades de estágio;
II - ajustar suas condições de realização;
III - fazer o acompanhamento administrativo;
IV - encaminhar negociação de seguros contra acidentes pessoais;
V - cadastrar os estudantes”.


Além disso, também são responsáveis por escolher os locais de estágio e organizar o cadastro dos concedentes das vagas. Bem como, assinar em conjunto com o estudante, empresa e instituição de ensino o Termo de Compromisso de Estágio, ou seja o contrato entre as partes. Também é o responsável pelo seguro obrigatório como previsto no artigo 5º, inciso IV.

Se a sua organização está em dúvida sobre como contratar jovens para seu quadro de funcionários, dê a oportunidade a quem está em busca de uma inserção no mercado. A Abres possui como associados os melhores agentes de integração de nosso país. O estágio é um investimento na juventude e no futuro do Brasil.