História

Olá, seja bem vindo. Meu nome é Rogério Goulart e sou o editor e fundador da Carta Pecuária.

A publicação nasceu em 2003 por uma necessidade. Enquanto trabalhava no mercado financeiro era acostumado a ter acesso à relatórios de mercado nacionais e internacionais dos mercados de soja, milho e café. Porém, para minha angústia, existia uma carência muito grande de informação de qualidade no mercado pecuário brasileiro.

Queria algo que unissem no mesmo pacote mercado futuro, mercado físico, reposição, dólar, inflação, juros, problemas externos, exportações, notícias relevantes e, o que era o mais importante, queria que o texto assumisse uma postura crítica e refletida sobre isso tudo. Queria, no final, uma opinião embasada tecnicamente, porém com o devido bom-senso. Procurei em vão.

Entretanto, ainda continuava precisando da informação, decidi escrever os textos por mim mesmo. Escrevia para me informar e para ter a disciplina necessária de acompanhar mercados. Escrevia para refletir. Escrevia para ordenar os pensamentos e tentar, no processo, efetuar bons negócios para mim e para os leitores.


Experiência


Trabalho desde guri. Aprendi cedo as dificuldades de se lidar com commodities. Sou formado em Administração de Empresas pela PUC-SP. Tive uma importante passagem no mercado financeiro de São Paulo onde trabalhei em uma grande corretora sediada na capital paulista. Nessa corretora tive a oportunidade de atuar no (hoje extinto) pregão da BM&F e posteriormente em mesa de commodities agrícolas, especialmente no mercado de café e boi gordo.

Além da experiência no mercado financeiro, antes disso, sou pecuarista nascido em família de pecuaristas. Possuo o conhecimento "por dentro" desse mercado, por assim dizer, já que atuo no setor de engorda de bovinos e administro fazendas da família. Isso dá um diferencial, o pulso do mercado é melhor sentido por quem é "de dentro" e faz da pecuária seu ganha-pão e estilo de vida.

A Carta Pecuária é membro da APPS - Associação dos Profissionais da Pecuária Sustentável. 

Escrevo mensalmente para a Revista DBO desde 2011.


Independência


A Carta Pecuária não tem participação societária de nenhuma empresa do setor pecuário. Ela é sustentada integralmente por assinaturas.


Tempo é precioso

Sabemos que seu tempo é importante, por isso disponibilizamos o tempo de nossa equipe para fornecer a você o serviço de buscar e filtrar as informações relevantes do mercado pecuário e elaborar rotineiramente textos que te ajudem no seu dia a dia, seja você pecuarista, corretor de mercado, frigorífico ou investidor no intuito de melhorar a sua comercialização de gado, tanto no mercado físico, quanto no mercado futuro.


Conheça mais sobre as publicações Carta Pecuária.