A autoavaliação surge como "mecanismo para estimular as escolas no sentido de melhorarem a sua qualidade a partir dos seus próprios recursos, ajudando-as a monitorizar os seus progressos e a dar informação correcta à comunidade (…) a monitorizar os seus progressos e a dar informação correcta à comunidade (…)"
                                                                                                               MacBeath, et al (2005, p.170) 



OBJETIVOS PARA DESENVOLVER UM DISPOSITIVO DE AUTOAVALIAÇÃO DE ESCOLA

i) Desencadear os mecanismos adequados para dar cumprimento ao previsto na Lei 31/2002 de 20 de dezembro, nomeadamente no artigo 6.º, Capítulo II (i.e., medir o desempenho interno do Agrupamento ao nível da concretização do Projeto Educativo, do ambiente e clima educativos, do sucesso escolar, do desempenho dos órgãos de gestão e das restantes estruturas e ainda da colaboração e empenho dos diferentes membros da comunidade educativa); 

ii) Contribuir para o desenvolvimento de uma cultura de autoavaliação permanente no Agrupamento; 

iii) Contribuir para a melhoria dos resultados educativos e escolares dos alunos do Agrupamento; 

iv) Intensificar e aprofundar processos de participação dos vários elementos da comunidade na vida do Agrupamento; 

v) Facultar à Comunidade Educativa elementos pertinentes e fiáveis para reflexão de modo a promover a melhoria dos resultados e da qualidade do serviço prestado e reforçar a identidade do Agrupamento; 

vi) Conciliar os diversos processos de avaliação internos e externos de modo a obter uma avaliação global do Agrupamento; 

vii) Reforçar um conhecimento sistematizado do contexto escolar / educativo; 

viii); Reforçar a consciencialização das dinâmicas humanas, relacionais e educativas do Agrupamento; 

ix) Identificar pontos fortes e fracos no âmbito das práticas educativas, dos resultados escolares, do funcionamento e gestão de recursos e da relação com a Comunidade Educativa e Meio Envolvente; 

x) Promover a reflexão dos diferentes agentes educativos com vista ao seu próprio desenvolvimento; 

xi) Incitar o sentido de pertença ao Agrupamento.


ADESÃO AO PROJETO DE AVALIAÇÃO EM REDE (PAR) - expectativas:

i) Dotar os elementos da Equipa de Autoavaliação (EAA), enquanto atores internos, de formação específica no âmbito da avaliação escolar;

ii) Facultar aos elementos da referida EAA a sustentação teórica e metodológica necessária à montagem e operacionalização do Dispositivo de Autoavaliação (DAA); 

iii) Orientar a Equipa na adoção e seleção de métodos, instrumentos e técnicas de recolha e tratamento de informação necessária a uma reconstrução / reconfiguração crítica da realidade organizacional, educativa e pedagógica do Agrupamento;

iv) Implicar todos os agentes educativos na análise sistemática das suas práticas e resultados; 

v) Efetivar a intervenção de todos os agentes educativos na vida do Agrupamento especialmente nos processos decisórios.