Projeto Erasmus+

Nos desafios da educação europeia...

Tudo começou aqui, nos desafios! Em 2017, o Agrupamento de Escolas Afonso de Albuquerque decidiu operar uma verdadeira revolução na sua internacionalização. De braço dado com o Programa Erasmus+, a instituição investiu na formação do seu staff educativo, possibilitou mobilidades internacionais aos recursos humanos, estabeleceu parcerias com instituições de acolhimento, presenciou boas práticas educativas que têm como finalidade suprimir as necessidades do Agrupamento e contribuir para a melhoria do serviço educativo prestado pela instituição. Atualmente, sabemos onde este desafio começou... não sabemos onde vai parar!

O Agrupamento de Escolas Afonso de Albuquerque na Europa...

Em destaque

Intercâmbio transfronteiriço entre AEAAG (Coordenador) e o Colegio Público Mirobriga - Ação Chave 1: Mobilidade individual para fins de aprendizagem

O projeto, dirigido aos alunos do 1º CEB, tem como finalidade a implementação e desenvolvimento de experiências de ensino bilíngue (Português & Espanhol) no 1ºCEB. Este envolve formação dos professores do 1ºCEB de ambos os países, mobilidades professores / alunos com vista à partilha educativa e intercultural , cursos estruturados em CLIL e atividades Job shadowing.

Consórcio com a Universidade da Beira Interior (Coordenador), Ericeira Surf Clube, AEAAG, International Sharing School Universitatea de Vest din Timisoara, Duna Surf Kluba, Lacanau Surf Club, Hellenic Surf & Sup Association

O projeto, dirigido aos alunos do 3ºCEB, parte da perrmissa que a alfabetização científica, sustentabilidade e mudanças climáticas são provavelmente as palavras mais usadas atualmente. Neste, amplas áreas podem ser postas em prática no sentido de:

- Desenvolver competências STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática) através de ambientes de aprendizagem ativos;

- Promover a educação para a ação climática. por meio dos desportos aquáticos não poluentes, reforçando o importante papel social e ambiental;

- Desenvolver a sustentabilidade com impacto nas mudanças climáticas numa atitude de:

a) preservação e conservação do património natural;

b) gerir a quantidade e qualidade da água com impacto direto nos desportes aquáticos;

c) promover a aprendizagem ativa das STEAM através dos desportos aquáticos;

d) promover o bem-estar e a inclusão através dos desportos aquáticos.

O principal objetivo é desenvolver uma metodologia de aprendizagem inovadora usando desportos aquáticos como ferramenta para aprender STEAM, competências com um quadro de resolução de problemas.

Consórcio com a Hungria (Coordenador), Portugal, Finlândia, Alemanha, Itália e Grécia

O projeto, dirigido aos alunos do 2º e 3ºCEB, visa desenvolver competências informáticas básicas e recolher métodos de trabalho E@D e partilhar boas práticas de ensino online.

É importante poder enfrentar os desafios do ensino online que ocorreram devido ao COVID 19. Esta situação até agora desconhecida enfrentada por professores, alunos e pais apanhou-nos desprevenidos e percebemos que há uma necessidade urgente de novos tipos de ensino-aprendizagem mistos, presencial & online.

Uma estratégia é necessária na medida em que cada professor lidou com a situação sem nenhuma experiência anterior, treino especial ou estratégia.

Os nossos jovens alunos já nasceram no mundo digital, mas achamos que temos que ensinar-lhes as habilidades adequadas e mostrar-lhes o uso eficiente da internet e de todos os dispositivos técnicos. Também poderíamos desenvolver suas habilidades à distância no ambiente com o qual estão mais familiarizados, suas casas.