Escolasticismo

Escolasticismo. Comentário sobre alguns textos, sagrados ou profanos, importantes ou insignificantes, antigos ou modernos, do qual não se espera a solução de qualquer problema significativo, afora da manutenção de um emprego acadêmico — quer medieval ou contemporâneo — estudará o que o autor X diz acerca dos pensamentos da autoridade Y sobre o tema Z, em vez de dirigir-se diretamente a Z. O escolasticismo, que supostamente feneceu com a emergência da filosofia moderna, domina a cena filosófica contemporânea. (1)


(1) BUNGE, M. Dicionário de Filosofia. Tradução de Gita K. Guinsburg. São Paulo: Perspectivas, 2002. (Coleção Big Bang)