Gripe (Influenza)

Informações e Orientações 2018


us com influenza 3set

A vacina contra influenza continua disponível na rede municipal de saúde.

Acesse na planilha ao lado os locais com vacina disponível.

Todas as pessoas que desejarem podem ser vacinadas.

Horários:

Salas de vacina de Unidades de Saúde, de segunda a sexta, das 8h às 17h. Informe-se com antecedência sobre a disponibilidade da vacina e horários de atendimento.

Centro de Saúde Modelo e US São Carlos atendem até as 22h.

Clínica da Família, na Restinga, até as 20h.

- Curso EAD - Inscrições abertas para o curso à distância “Influenza - Atualização no manejo clínico”, oferecido a médicos de todo o país pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde por meio do Sistema Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS). Inscrições neste link.

Gripe/ Influenza - O que é?

A Influenza, ou gripe, é uma infecção do sistema respiratório. É uma doença muito comum em todo o mundo, sendo possível uma pessoa contrair a influenza várias vezes ao longo de sua vida. É também frequentemente confundida com outras viroses respiratórias.

A principal complicação são as pneumonias, responsáveis por um grande número de internações hospitalares no País.


Como é transmitida?

A Influenza pode ser transmitida de forma direta ou indireta.

Direta: pelas secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada ao espirrar, ao tossir ou ao falar.

Indireta: pelas mãos que, após contato com superfícies recentemente contaminadas por secreções respiratórias de um indivíduo infectado, podem levar o agente infeccioso para a boca, o nariz e os olhos.


Quais os sintomas?

- Febre alta, seguida de dor muscular, dor de garganta, dor de cabeça e tosse seca.

A febre é o sintoma mais importante e dura em torno de três dias. Os sintomas respiratórios, como a tosse e outros, tornam-se mais evidentes com a progressão da doença e mantêm-se em geral de três a cinco dias após o desaparecimento da febre.

Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem:

- Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas);

- Restringir ambiente de trabalho para evitar disseminação;

- Evitar aglomerações e ambientes fechados, procurando manter os ambientes ventilados;

- Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.


Como tratar?

O tratamento da influenza deve ser realizado com medicação, hidratação, antitérmico, alimentação leve e repouso.

As principais complicações da Influenza são as infecções bacterianas secundárias, principalmente as pneumonias.

É fundamental procurar atendimento nas unidades de saúde para que haja identificação precoce de risco para agravamento da doença.

Casos graves necessitam internação hospitalar.


Como prevenir?

- Frequente lavagem e higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento;

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

- Manter os ambientes bem ventilados;

- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe.


Nossa assistente virtual agora dá dicas sobre correta higienização das mãos com álcool gel. São apenas 7 passos, que podem ser feitos em 30 segundos, que protegem contra transmissão de doenças. O passo a passo é da enfermeira Taís Anelo, da SMS/Vigilância em Saúde.