Código de Admissão e Convivência

Atualizado até 2019

PEQUENO HISTÓRICO

A Rede Brasileira de Jornalistas Ambientais (RBJA), criada em 1998, é aberta a jornalistas e estudantes de jornalismo que trabalhem em veículos de comunicação social, assessorias de imprensa e organizações não-governamentais ou estejam vinculados a universidades, interessados em discutir temas que envolvam jornalismo e meio ambiente.

A admissão à Rede depende de uma consulta aos moderadores (lista abaixo), que checarão se o interessado é jornalista ou estudante de jornalismo. Os demais terão a solicitação negada. Aquelas pessoas admitidas mediante fornecimento de informações falsas serão desligadas pela moderação. A moderação avaliará solicitações de adesão provenientes de pesquisadores de outras áreas de estudo que tenham como objeto de estudo o "jornalismo ambiental".

OBJETIVOS

1. Discutir jornalismo ambiental;

2. Integrar os jornalistas que cobrem meio ambiente nas diferentes regiões do país;

3. Divulgar, acompanhadas de comentários pessoais que destaquem sua relevância e contextualizem o resto do conteúdo nos objetivos da Rede: sugestões de pauta, matérias interessantes, cursos, encontros e prêmios com interface relacionada ao jornalismo ambiental;

4. Encaminhar pedidos ou sugestões de fontes jornalísticas em determinada área ou problema.

Os dados informados no formulário abaixo fazem parte de um cadastro liberado para os integrantes da Rede, para que se saiba quem a integra e também facilitar a comunicação direta, fora da Rede;

MEIOS DE INTERAÇÃO

Basicamente, as interações, na Rede, se dão via lista de discussões no Yahoogrupos (até novembro de 2014) e Googlegrupos (de novembro de 2014 em diante) e no Facebook (2013). As características operacionais descritas podem variar conforme a ferramenta utilizada.

CIVILIDADE

Cada membro da Rede deve zelar pela civilidade do debate nela realizado. A moderação se reserva a prerrogativa de rejeitar mensagens que, a seu juízo, representem desrespeito à pessoa;

MENSAGENS PESSOAIS

Nos casos de resposta a convites, congratulações, agradecimentos ou qualquer outra que caracterize uma manifestação dirigida a um destinatário específico ou a um grupo recomendamos que o material seja encaminhado diretamente;

MENSAGENS

A moderação estimula a divulgação de mensagens na Rede destinadas a agendar eventos entre jornalistas ambientais. A moderação recomenda que a articulação relacionada à realização desses eventos aconteça fora da Rede;

A lista de discussões sediada no Google não é para servir para newsletters, releases ou material promocional de eventos ou de instituições que trabalhem com meio ambiente sem que estejam contextualizadas nos objetivos das ferramentas de integração da lista. Para newsletters e releases, existe a lista apropriada (ver informações).

CONFIDENCIALIDADE

As mensagens enviadas à RBJA não deverão ser desviadas por terceiros para outras redes, a menos que o autor da mensagem assim autorize. Nesse caso, o interessado em fazer uso de algum texto enviado à Rede deve consultar diretamente o autor da mensagem original, solicitando-lhe tal autorização;

PINGOS NOS IS

Ressalta-se que a RBJA e a homepage tratam de jornalismo ambiental, e não de ecologia/questões precituamente ambientais. Portanto, solicitamos aos integrantes que direcionem sempre as mensagens para o jornalismo. As mensagens que não cumprem esses requisitos são rejeitadas.

ADESÃO

Para aderir à Rede ou sugerir o nome de outro(as) jornalista(as), preencha o formulário apresentando-se e justificando o pedido. O endereço de email apresentado deve ser de uso pessoal.