Esclarecimento

Não é por acaso que o projecto de ligação de Portugal à Internet ("Serviço IP da RCCN") e o grupo de trabalho que o executou ("Forum-IP") tinham na sua designação a abreviatura IP (IP = Internet Protocol). Com efeito, a Internet é uma rede de redes que comunicam através do protocolo IP. Essa rede não deve ser confundida com as aplicações que suporta.

Na época da ligação a WWW ainda estava numa fase embrionária e era desconhecida do grande público. As aplicações dominantes eram o Correio Electrónico (protocolo SMTP), a transferência de ficheiros através do protocolo FTP e o acesso a sistemas remotos através de Telnet. A principal aplicação de partilha de informação eram as NEWS (hoje quase desaparecida).

Actualmente as aplicações e sistemas mais utilizados na Internet são completamente diferentes. Com efeito, a grande maioria do tráfego Internet está relacionado com a WWW, as redes sociais, suportadas no mesmo protocolo que a WWW, o correio electrónico ainda suportado no protocolo SMTP, a partilha de ficheiros com base em protocolos e sistemas P2P e a difusão de vídeo.

É uma Internet completamente diferente daquela a que Portugal se ligou em 1991, mas o protocolo que suporta a interligação de todas a redes que formam a Internet continua a ser o protocolo IP. É por isso que estar ligado à Internet é sinónimo de poder executar o protocolo IP e trocar pacotes IP com todos os outros sistemas ligados à mesma rede. Até ao Outono de 1991 nenhum computador em Portugal era capaz de comunicar de forma permanente com os computadores ligados à Internet usando o protocolo IP.

É por esta razão que não se deve confundir o acesso esporádico a computadores remotos com acesso a serviços da Internet, ou a troca de mensagens de correio electrónico com sistemas ligados à Internet, com uma ligação real de rede portuguesa à Internet. Assim, independentemente do que alguns pensam, mas erradamente, o ano zero da Internet portuguesa é o ano de 1991 e as pessoas que foram responsáveis pelo estabelecimento da primeira rede IP portuguesa com endereços IP legais e válidos na Internet são aquelas que estão listadas na introdução deste site.