FOLHETO DO 6º DOMINGO DE PÁSCOA

22 - Maio - 2022

Entrada

1.Todos reunidos na casa de Deus

Com cantos de alegria e grande louvor

Vamos celebrar os feitos do Senhor

E Sua bondade que nunca tem fim (2X)

Vamos celebrar Deus está aqui

Vamos celebrar Deus está aqui

No meio de nós

Vamos celebrar Deus está aqui

Vamos celebrar Deus está aqui

No meio de nós

Ele está presente aqui

2.Quando estamos juntos unidos a Ti

Para elevar a nossa oração

Um canto de alegria surge entre nós

Em adoração ao seu eterno amor

Aspersão

1.Existe um poço

No meio do deserto

O povo passa perto

Da sede a reclamar

Eu quero um rio de água viva!

Eu quero um sopro de esperança

Minha alma segue e não se cansa

De caminhar (2X)

2.Se tu soubesses

Quem pode dar-te a vida

Seria dissolvida

A mágoa mais cruel

3.Jesus é vida

Vencendo toda morte

Mudando a nossa sorte

Livrando-nos do mal

Hino de Louvor

1.Glória a Deus nos altos céus

Paz na terra a seus amados

A vós louvam, rei celeste

Os que foram libertados

Glória a Deus lá nos céus

E paz aos seus, amém

2.Deus e pai, nós vos louvamos

Adoramos, bendizemos

Damos glória ao vosso nome

Vossos dons, agradecemos

3.Senhor nosso, Jesus Cristo

Unigênito do pai

Vós de Deus cordeiro santo

Nossas culpas, perdoai

4.Vós que estais junto do pai

Como nosso intercessor

Acolhei nossos pedidos

Atendei nosso clamor

5.Vós somente sois o santo

O altíssimo senhor

Com o Espírito Divino

De Deus Pai, no esplendor!

Primeira Leitura

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, chegaram al­guns da Judeia e ensinavam aos ir­mãos de Antioquia, dizendo: “Vós não pode­reis salvar-vos se não for­des circun­ci­dados, como ordena a Lei de Moi­sés”. Isso provocou muita con­fusão, e houve uma grande dis­cussão de Paulo e Barnabé com eles. Final­mente, decidiram que Paulo, Barna­bé e alguns outros fossem a Jerusalém para tratar dessa questão com os apóstolos e os anciãos. En­tão os apóstolos e os anciãos, de acor­do com toda a comunidade de Je­ru­salém, resolveram escolher alguns da comunidade para mandá-los a Antioquia com Paulo e Bar­nabé. Esco­lheram Judas, chamado Bársa­bas, e Silas, que eram muito respei­ta­dos pelos irmãos. Através deles enviaram a se­guinte carta: “Nós, os apóstolos e os anciãos, vossos irmãos, sauda­­mos os irmãos vindos do paganismo e que estão em Antioquia e nas regiões da Síria e da Cilícia. Fica­mos sa­ben­do que alguns dos nossos cau­saram perturbações com palavras que transtornaram vosso espí­rito. Eles não foram enviados por nós. Então decidimos, de comum acor­­do, escolher alguns represen­tantes e mandá-los até vós, junto com nossos queridos irmãos Bar­nabé e Paulo, homens que arriscaram suas vidas pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Por isso, esta­mos en­vi­an­do Judas e Silas, que pes­soal­mente vos transmitirão a mes­ma mensagem. Porque decidimos, o Espírito San­to e nós, não vos impor nenhum fardo, além destas coisas indispen­sáveis: abster-se de carnes sacrifi­cadas aos ídolos, do sangue, das carnes de animais sufocados e das uniões ilegítimas. Vós fareis bem se evitardes essas coisas. Saudações!”

— Palavra do Senhor.

AS: Graças a Deus!

Salmo Responsorial

Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, / que todas as nações vos glorifiquem!


1. Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, / e sua face resplandeça sobre nós! / Que na terra se conheça o seu caminho / e a sua salvação por entre os povos.


2. Exulte de alegria a terra inteira, / pois julgais o universo com justiça; / os povos governais com retidão / e guiais, em toda a terra, as nações.


3. Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, / que todas as nações vos glorifiquem! / Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, / e o respeitem os confins de toda a terra!

Segunda Leitura

Leitura do livro do Apocalipse de São João – Um anjo me levou em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus, brilhando com a glória de Deus. Seu brilho era como o de uma pedra preciosíssima, como o brilho de jaspe cristalino. Estava cercada por uma muralha maciça e alta, com doze portas. Sobre as portas estavam doze anjos, e nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel. Havia três portas do lado do oriente, três portas do lado norte, três portas do lado sul e três portas do lado do ocidente. A muralha da cidade tinha doze alicerces, e sobre eles estavam escritos os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro. Não vi templo na cidade, pois o seu templo é o próprio Senhor, o Deus todo-poderoso, e o Cordeiro. A cidade não precisa de sol nem de lua que a iluminem, pois a glória de Deus é a sua luz e a sua lâmpada é o Cordeiro.

— Palavra do Senhor.

AS: Graças a Deus!

Aclamação

Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia!(bis)

Quem me ama realmente guardará minha Palavra, /

E meu Pai o amará, e a ele nós viremos.

Evangelho

PR: O Senhor esteja convosco.

AS: Ele está no meio de nós.

PR: PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

AS: Glória a vós, Senhor.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João – Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada. Quem não me ama não guarda a minha palavra. E a palavra que escutais não é minha, mas do Pai que me enviou. Isso é o que vos disse enquanto estava convosco. Mas o Defensor, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo. Não se perturbe nem se intimide o vosso coração. Ouvistes que eu vos disse: ‘Vou, mas voltarei a vós’. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. Disse-vos isso agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis”.


— Palavra da Salvação.

AS: Glória a vós, Senhor.

Preces da Assembleia

Nós vos rogamos, Senhor; ouvi-nos!

Preparação das Ofertas

Pão e vinho te apresentamos nesse altar

Como sinal que tu recolhes nossa oferta

Tudo o que somos deixamos aqui (2X)

É um milagre que se dá

O pão e o vinho em corpo e sangue

Vão se transformar

Não há limites para o amor

Vem transformar também minha vida

Oh senhor, é teu esse milagre de amor.

Oração Eucarística II

PR.: O Senhor esteja convosco.

AS: Ele está no meio de nós.

PR.: Corações ao alto.

AS: O nosso coração está em Deus.

PR.: Demos graças ao Senhor, nosso Deus.

AS: É nosso dever e nossa salvação.

PR.: Na verdade, é justo e necessário, é nosso dever e salvação dar-vos graças, sempre e em todo lugar, mas sobretudo neste tempo solene em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Ele continua a oferecer-se pela humanidade e, junto de vós, é nosso eterno intercessor. Imolado, já não morre; e, morto, vive eternamente. Unidos à multidão dos anjos e dos santos, transbordando de alegria pascal, nós vos aclamamos, cantando (dizendo) a uma só voz:

AS: Santo, Santo, Santo...


PR.: Na verdade, ó Pai, vós sois santo e fonte de toda santidade. Santificai, pois, estas oferendas, derramando sobre elas o vosso Espírito, a fim de que se tornem para nós o Corpo e (+) o Sangue de Jesus Cristo, vosso Filho e Senhor nosso.

AS: Santificai nossa oferenda, ó Senhor!

PR.: Estando para ser entregue e abraçando livremente a paixão, ele tomou o pão, deu graças, e o partiu e deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO, QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS.

Do mesmo modo, ao fim da ceia, ele tomou o cálice em suas mãos, deu graças novamente, e o deu a seus discípulos, dizendo:

TOMAI, TODOS, E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS PARA A REMISSÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM.

Eis o mistério da fé!

AS: Salvador do mundo, salvai-nos, vós que nos libertastes pela cruz e ressurreição.

PR.: Celebrando, pois, a memória da morte e ressurreição do vosso Filho, nós vos oferecemos, ó Pai, o pão da vida e o cálice da salvação; e vos agradecemos porque nos tornastes dignos de estar aqui na vossa presença e vos servir.

AS: Recebei, ó Senhor, a nossa oferta!

PR.: E nós vos suplicamos que, participando do Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos pelo Espírito Santo num só corpo.

AS: Fazei de nós um só corpo e um só espírito!

PR.: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja que se faz presente pelo mundo inteiro: que ela cresça na caridade, com o Papa (N.), com o nosso Bispo (N.), e todos os ministros do vosso povo.

AS: Lembrai-vos, ó Pai, da vossa Igreja!

PR.: Lembrai-vos também dos nossos irmãos e irmãs que morreram na esperança da ressurreição e de todos os que partiram desta vida: acolhei-os junto a vós na luz da vossa face.

AS: Lembrai-vos, ó Pai, dos vossos filhos!

PR.: Enfim, nós vos pedimos, tende piedade de todos nós e dai-nos participar da vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, com São José, seu esposo, com os santos Apóstolos e todos os que neste mundo vos serviram, a fim de vos louvarmos e glorificarmos, por Jesus Cristo, vosso Filho.

AS: Concedei-nos o convívio dos eleitos!

PR.: Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória, agora e para sempre.

AS: Amém.

Comunhão

Quando entro nesta procissão

Não consigo explicar

Entrego o meu coração

Que somente quer te amar

Como a noiva que caminha rumo ao altar

E o noivo a te esperar (2X)

Jesus teu Corpo e Sangue me sustenta

Jesus toda Minh ‘alma se estremece

Jesus és razão da minha vida

És o amor, o amor

Jesus teu Corpo e Sangue me sustenta

Jesus toda Minh ‘alma se estremece

Jesus és razão da minha vida

O motivo maior do meu viver



Final

1. Deus enviou, seu Filho amado

Para morrer em meu lugar.

Na cruz pagou, Por meus pecados.

Mas o sepulcro vazio está

Porque Ele vive!

Porque Ele vive

Eu posso crer no amanhã

Porque Ele vive

Temor não há

Mas eu bem sei

Que o meu futuro

Está nas mãos do meu Jesus

Que vivo está