Adaptação de Atividades Educativas

DESTINATÁRIOS:

Professores e Educadores de Ensino Regular, Professores e Educadores de Educação Especial, Técnicos de Reabilitação, Terapeutas da Fala, Terapeutas Ocupacionais, Responsáveis dos Centros de Recursos, Pais e Familiares, Médicos, Psicólogos, Enfermeiros, Engenheiros e Técnicos de Informática, Monitores, Assistentes Operacionais e outros.


OBJETIVO:

As crianças com disfunção comunicativa apresentam na maior parte dos casos uma grande limitação na sua capacidade de expressão. Esta limitação, pode impedir um relacionamento eficaz não só com os seus familiares mas também com todos os técnicos que com elas lidam e todas as pessoas que fazem parte do seu contexto. Assim, são essenciais recursos de comunicação aumentativa que lhes permitam uma comunicação eficaz em todos os contextos da sua vida diária.

As atividades educativas que proporcionamos a estas crianças para que possam desenvolver as suas capacidades de aprendizagem, devem ser transformadas em experiências altamente significativas, de forma a facilitar-lhes uma maior participação, um maior interesse e sobretudo uma maior motivação que são fatores chave no sucesso de toda a intervenção.

As estratégias de intervenção que recorrem à utilização sistemática da Comunicação Aumentativa (Sistemas Gráficos com suporte a Tecnologias de Apoio) permitem a estas crianças uma participação ativa que será altamente influenciadora no processo de aquisição de novos conhecimentos, fundamentais no seu desenvolvimento global.

O objetivo principal desta Formação é consciencializar os formandos para a importância de adaptar, criar e organizar atividades educativas de modo a facilitar a participação ativa da criança com disfunção comunicativa e/ou disfunção neuromotora em todo o seu processo de ensino e aprendizagem, melhorando as expectativas que técnicos, pais e familiares têm em relação às suas capacidades de aprendizagem.


PROGRAMA:

1. Barreiras e obstáculos que influenciam o processo de aprendizagem de alunos com NEE (T)

2. Necessidades de utilização de Estratégias de Comunicação Aumentativa (T)

3. Habilitação do Utilizador e do Contexto onde se insere e Capacitação de Parceiros (T)

4. Atividades Educativas Adaptadas: Apresentação de diversas atividades educativas com recurso à Comunicação Aumentativa (T)

- Canções adaptadas

- Jogos de grupo

- Culinária

- Lengas-lengas

- Histórias infantis

- Atividades de Literacia

- Atividades de Escrita

5. Utilização de Tecnologias de Apoio à Comunicação nomeadamente os Digitalizadores de Fala nas Atividades Adaptadas. (T)

6. Atividades práticas entre formandos com técnicas de role playing, com recurso à Comunicação Aumentativa e gravação de digitalizadores de fala. (P)

7. Actividade prática de criação de uma atividade selecionada por cada um dos formandos, com recurso ao programa “Boardmaker”. (P)

(T) - Teoria; (P) - Prática

Dra. Margarida Nunes da Ponte

FORMADORA:

Especialista em Comunicação Aumentativa, com experiência de 36 anos na intervenção educativa com recurso à Comunicação Aumentativa, em crianças com disfunção neuromotora grave, como Educadora de Infância no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral de Lisboa. Pioneira na Criação e Adaptação de Atividades e Materiais Educativos baseados na Comunicação Aumentativa, nomeadamente Histórias Adaptadas.

Responsável da criação da UTAAC- Unidade de Técnicas Alternativas e Aumentativas de Comunicação, do CRPCCG, em 2003 onde exerceu as funções de coordenadora desta Unidade até Junho de 2016, data da sua aposentação. Na UTAAC foi responsável pela avaliação de casos com disfunção comunicativa com vista à utilização da comunicação aumentativa.

Ao longo da sua carreira foi responsável pela Formação Especializada na área da Comunicação Aumentativa e suas Aplicações, em Universidades Nacionais e Internacionais onde lecionou vários cursos a Profissionais de diversas áreas de intervenção, assim como a pais e familiares.

Tem participado comI investigadora em diversos Projetos de Investigação Científica a nível Nacional, Europeu e Ibero-americano na área da Comunicação Aumentativa (desenvolvimento e intervenção).

HORÁRIO:

Dia 3 de Fevereiro (sábado), das 9:30 às 13h e das 14h às 17:30 (7 horas)


LOCALIZAÇÃO:

Escritórios ANDITEC - Alameda Roentgen nº9-C, 1600-757 Lisboa


CUSTO:

50 euros até dia 31 de Janeiro

55 euros até dia 2 de Fevereiro


NOTA 1: Cada formando deverá trazer um computador Windows para poder acompanhar a parte prática da formação. Alguns dias antes da formação será enviado um email com o link para descarregar o Boardmaker com Speaking (versão demo).

NOTA 2: Vagas limitadas, de acordo com a ordem de inscrição e respectivo pagamento.

Mais formações disponíveis:

Adaptação de Atividades Escolares - 3 de Fevereiro (Sábado)

Suportes de Comunicação Aumentativa - 14 de Fevereiro (4ª feira)

Emergência da Literatura e Histórias Adaptadas - 10 de Março (Sábado)