Books

Cidade Espanto

Sinopse

Algumas cidades são personagens tão singulares quanto aqueles que as habitam; têm suas próprias personalidades, conflitos e afetos, e percorrer suas ruas pela primeira vez é como estabelecer um diálogo. Para os que nelas nasceram, e as conhecem de cor, no entanto, é impossível separar a cidade de sua própria história. E é por isso que não causa espanto que o romance de estreia de Clarissa Carramilo tenha por título “Cidade Espanto”: nele conhecemos Antonela, uma jovem repórter empregada por um site de notícias para fazer a crônica diária de São Luís, esta cidade-personagem, em todas suas matizes. Da socialite deslumbrada à mendiga que espera por um barco que nunca chega ao cais; de um crime num bordel à identidade secreta da autora de um blog de sucesso; da dor à festa – assim somos apresentados ao mundo que Antonela conhece tão bem, e que torna-se o caminho ideal para conhecê-la também. Porque tudo que sabemos a princípio é que Antonela leva consigo uma grande perda, de dimensões titânicas, e que molda cada passo dado por ela dali em diante. E também fica claro que ela não nos deixará saber de tudo assim, tão facilmente. Para que a conheçamos, é preciso acompanhá-la, sabendo que a cada nova matéria postada, uma nova peça se encaixará. E que no fim, quando tudo fizer sentido, talvez faça um pouco mais para Antonela também. Unindo crônica e poesia, a autora nos convida, desde as primeiras páginas, a embarcar nessa jornada – e podem ter certeza de que será compensadora. Porque Antonela não quer nos esconder nada – ao menos, nada que ela mesma não esteja descobrindo enquanto vive através destas páginas. (Roberto Pedretti)

City of Amazement

Synopsis

Some cities are as singular characters as those who inhabit them; they have their own personalities, conflicts and affections, and walking their streets for the first time is like establishing a dialogue. For those who were born in them and know them by heart, however, it is impossible to separate the city from its own history. And that's why it's not surprising that Clarissa Carramilo's debut novel is titled “City Awe”: in it we meet Antonela, a young reporter employed by a news site to do the daily chronicle of São Luís, this character city, in all its shades. From the dazzled socialite to the beggar who waits for a boat that never reaches the dock; from a crime in a brothel to the secret identity of the author of a successful blog; from pain to feast - so we are introduced to the world that Antonela knows so well, and that becomes the ideal way to know her too. Because all we know at first is that Antonela carries with her a great loss, of titanic dimensions, and that shapes every step she takes thereafter. And it is also clear that she will not let us know all that easily. In order for us to know it, we need to follow it, knowing that with each new article posted, a new piece will fit. And that in the end, when it all makes sense, maybe it will do a little more for Antonela as well. Joining chronicle and poetry, the author invites us from the first pages to embark on this journey - and you can be sure it will be rewarding. Because Antonela doesn't want to hide anything from us - at least, nothing she herself isn't discovering while living through these pages. (By Roberto Pedretti. Free translation by Clarissa Carramilo)

Leia um trecho do livro

Trecho_CidadeEspanto.pdf

Músicas citadas em Cidade Espanto