Mediação em Condomínios

Existem muitas formas de se utilizar a mediação na gestão de conflitos em um condomínio. Assim apresentamos como exemplo os conflitos mais comuns, entendendo, que cada condomínio tem suas características, seus interesses e necessidades personalíssimos. Portanto, a Câmara Aequitas busca sempre para maior eficácia do trabalho, implementar um projeto personalizado, para que atenda os reais interesses e necessidades do condomínio, condôminos, funcionários, prestadores de serviço e afins.

Entendendo que os condomínios possuem diversas formas de relações continuadas, entre os próprios condôminos, entre os condôminos e o sindico do condomínio, relação entre os condôminos, funcionários e prestadores de serviço. Bem como, as divergências entre os interesses e necessidades coletivos e os interesses e necessidades individuais e/ou de grupos de condôminos. Irão surgir inúmeros conflitos, como por exemplo:

  • Infiltração, vazamento, quando ocorre em um condomínio edilício, na maioria das vezes figuram três pessoas: dois condôminos e administração do condomínio, para se descobrir a origem da infiltração e a quem cabe a responsabilidade dos reparos. Se a origem da infiltração for de área comum cabe ao condomínio, se a origem for da unidade autônoma cabe ao condômino daquela unidade. Parece simples, mas há uma grande incidência de conflitos inerentes as infiltrações. Ocasionados pela forma inadequada de tratar e atender a situação. O que reflete nas relações continuadas entre os condôminos envolvidos na infiltração e o síndico, pois, os mesmos irão compartilhar os espaços comuns do condomínio diariamente. Onde cada um defendendo a sua posição/razão absoluta e todos insatisfeitos com o conflito instalado e podendo o mesmo vir a ser escalonado e com consequências gravíssimas.