Apresentação

Aquaponia Urbana é uma realização de Gilbram Westarb Borgonovo, em parceria com os demais discentes do curso de Técnico em Aquicultura do IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina, criado com o intuito de promover alimentação saudável e aumentar a produção da aquaponia. A idéia do projeto é consolidar os benefícios da produção do pescado e colheita de vegetais, sendo orgânico e biológico. Em um sistema integrado chamado de "aquaponia". Aquaponia ​ é um sistema de cultivo que une a Piscicultura ( cultivo de peixes) e a Hidroponia (cultivos de plantas sem o uso de solo, com as raízes submersas. cujo objetivo é desenvolvimento de um meio de produção de alimentos em larga escala sustentável, que não necessita de tantos recursos e menos poluente do que meios tradicionais. Valorizando os alimentos produzidos de forma responsável. A origem dos alimentos, o impacto ao meio ambiente, a valorização da comunidade produtora, condomínios, condômino, tudo isto deve ser buscado com esse simples modelo de negócio.


O projeto está em sua fase inicial de planejamento, prevendo seu lançamento no mercado para 2020. Assim, queremos apresentar a síntese de nosso negócio através do modelo BMG Canvas.

Figura 1: O Business Model Canvas ou "Quadro de modelo de negócios" é uma ferramenta de gerenciamento estratégico, que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio novos ou existentes

OBJETIVOS

OBJETIVO GERAL

  • -Promover pescado e cultivo de vegetais orgânico em sistema biológico

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • –Desenvolver novas tendências para ​ condôminos
  • .-Desenvolver um diferencial para construtoras
  • –Valorizar os alimentos produzidos de forma responsável

Resultados

  • –Ter resgatado a cultura da alimentação saudável;
  • –Ter resgatado a autoestima dos aquicultores através da divulgação dos seus valores;
  • -Movimentar a integração entre condôminos

Benefícios

Os benefícios da alimentação saudável:

1 – Previne o surgimento de doenças e reforça o sistema imunológico

2 – Ajuda a perder peso e a mantê-lo

3 – Aumenta a qualidade do sono

4 – Melhora o sistema digestivo, permitindo o bom funcionamento do organismo

5 – Fornece mais disposição e energia par as atividades diárias

6 – Garante o bom humor


Veja a seguir os 5 principais benefícios dos peixes:

1. Fornecer proteínas para o corpo. Os peixes são grandes fontes de proteínas e podem

ser usados para substituir as carnes e o frango da dieta

2. Prevenir doenças cardiovasculares

3. Melhorar a memória e prevenir Alzheimer

4. Aliviar os sintomas de artrite

5. Fornecer vitamina D

O PÚBLICO

O público alvo do projeto são os condôminos, parentes, visitantes, desde jovens a adultos.

Dinâmica

  • Funcionamento Aquaponia

Cama de cultivo: ​ será o local de crescimento das plantas. A cama de cultivo poderá ser

fabricada usando-se uma caixa de plástico. As dimensões de largura e comprimento deverão

ser similares as do tanque de peixes para que a cama de cultivo possa ser acomodada sobre o

tanque de forma simétrica. Avaliaremos o uso de argila expandida, cascalhos e brita como

forma de sustentação das hortaliças. O material a ser escolhido deverá ser mineral, não poluir

a água, além de trazer benefícios as plantas em seu crescimento e fortalecimento.


Sistema de circulação de água e oxigenação: ​ causará a circulação de amônia e rejeitos do

tanque de peixes para a cama de cultivo. Uma bomba de aquário será utilizada para forçar a

circulação da água do tanque para as plantas na cama de cultivo. Esta bomba irá também

propiciar a oxigenação da água para os peixes. Avaliaremos a possibilidade de a água advinda

da cama de cultivo retornar ao tanque através de um sistema em cascata, de modo a

maximizar a oxigenação. A bomba auxiliará também na limpeza da água, pois possui um filtro

que irá sugar o excesso de excrementos.


Sistema de alimentação: ​ será responsável pela alimentação dos peixes. Construiremos este

sistema utilizando a impressora 3D do LabCTI [5]. Este sistema será preenchido com ração de

peixe suficiente para pelo menos uma semana. Em horários programados será liberada uma

quantidade apropriada de ração no tanque de peixes. A programação da quantidade de ração e

intervalos de liberação será feita na central de controle do sistema de aquaponia.


Leitura da temperatura no tanque: ​ será feita por um conjunto de termopares implantados na

lateral do aquário, submerso na água. Os termopares serão conectados à um LCD que indicará

a temperatura em tempo real e a temperatura ideal para os peixes. Um aquecedor de aquário

será acoplado ao tanque e, caso a temperatura esteja muito inferior a ideal o sistema irá

acionar o aquecedor para aumento da temperatura. A necessidade ou não de um sistema de

aquecimento está diretamente relacionada ao tipo de peixe presente no aquário. Além da

leitura de temperatura, realizaremos a leitura do pH, usando sensores de pH arduíno, também

conectados ao LCD, onde será indicado o pH atual da água e o pH ideal para vida dos peixes.

O sistema que liberará a ração dos peixes será projetado de forma a garantir a compreensão

do usuário e o funcionamento eficaz do equipamento.


Calibração do sistema e testes adicionais: ​ realizaremos testes de calibração dos indicadores

de temperatura e pH, bem como a calibragem na quantidade de comida de acordo com o tipo e

quantidade de peixes. Testes de qualidade, usabilidade, eficiência e produção também serão

realizados, buscando conhecer e solucionar todos os erros que venha a ocorrer durante o

funcionamento do sistema.

Figura 2: Diagrama básico de um sistema de aquaponia. Os peixes são alimentados e

geram amônia em seus resíduos. A amônia em grandes quantidades é tóxica, mas no sistema

ela é transformada em alimento para as plantas. As bactérias estão presentes na cama de

cultivo e no tanque dos peixes. Há dois grupos de bactérias, os quais transformam a amônia

em nitrito e depois em nitrato, que alimenta as plantas. As plantas recebem o nitrato,

transformando-o em alimento e nutriente. Plantas e peixes podem ser consumidos, gerando

segurança alimentar, renda e saúde

  • Condomínios e Condôminos

O condomínio ocorre quando existe um domínio de mais de uma pessoa simultaneamente de um determinado bem, ou partes de um bem.

Tecnicamente, e segundo a legislação brasileira, temos expressa que a ideia do direito exercido por mais de uma pessoa sobre o mesmo objeto. No Brasil tem-se o condomínio, quando a mesma coisa pertence a mais de uma pessoa, e todas envolvidas têm igual direito, de forma ideal, sobre o todo e cada uma de suas partes. Sendo assim, o poder jurídico atribuído a todos na sua integralidade. Cada condômino tem assegurada uma fração, ou quota da coisa.

Condôminos é o dono do imóvel, mesmo se não morar na unidade. Considera-se também condômino o promitente comprador (ou seja, pessoa que ainda não possui escritura do imóvel, mas tem promessa de compra e venda assinada) e o cessionário de direitos (ou seja, pessoa que ainda não possui escritura, mas tem promessa de compra e venda assinada e tem os direitos de condômino cedidos por quem a possui).

Figura 3: Diagrama básico do relacionamento entre os envolvidos. Aquaponia Urbana oferta todo o sistema e manejo dentro dos condomínios. Os custos dividido entre os condôminos. Que reverte na colheita de vegetais e despesca. Podendo consumir ou comercializar os mesmos.

PARA ENTENDER E PARTICIPAR

Qualquer condomínios em Santa Catarina poderá solicitar participação deve ser inscrita através de (CNPJ). Deverá estar em dia com suas obrigações legais.

Será somado número de imóveis e número de famílias, Assim teremos a capacidade de produção

Depois será feita uma avaliação física para implementação

Perspectiva

Figura 4: ​ Sistema integrado ao paisagismo dentro do condomínio

Figura 5:​ Sistema de aquaponia básico

Agregados

Os fertilizantes orgânicos são fertilizantes derivados da matéria animal, excrementos animais, excrementos humanos e matéria vegetal. Fertilizantes orgânicos que ocorrem naturalmente incluem resíduos animais do processamento de carne, turfa, esterco, chorume e guano.

Figura 6: jardins do condomínio

Os jardins do condomínio são áreas importantes para o convívio dos condôminos e para a valorização do patrimônio. A falta de uma manutenção adequada pode se tornar um problema, fora o alto custo de manuntenção. Vamos usar os compostos orgânicos tirado do manejo da aquaponia para alimentar jardim, plantas do condomínio. Como a adubação orgânica pode substituir, parcial ou até completamente, a adubação comum, o condomínio consegue obter uma redução significativa em seus custos de manutenção . Além da vantagem econômica, o fertilizante produzido por meio da aquaponia também apresenta benefício ambiental. Esta característica sustentável se deve à reciclagem de matéria orgânica e nutrientes que seriam desperdiçados.

Conclussão

Apesar da aquaponia criar novas opções para o crescimento sustentável de vegetal e animal seu uso ainda é escasso. Esta técnica é pouco difundida e exige técnicas para seu manejo. Visando uma maior difusão desta tecnologia e maior qualidade de vida para as pessoas, seria interessante que houvesse um serviço prestado dentro dos Condomínios.

O principal objetivo dos sistemas aquapônicos é produzir peixes, legumes e verduras, de forma sustentável, quase sempre para consumo humano. A aquaponia já é praticada há 30 anos em países com Estados Unidos, Austrália e países asiáticos. Na aquaponia, tanto a porção animal quanto a vegetal crescem de forma integrada e completamente autossustentável. Dessa forma, dispensa o uso de fertilizantes industriais para as plantas alimentícias, ao mesmo tempo em que mantêm a água limpa e oxigenada para o crescimento saudável dos peixes e crustáceos. No mundo todo, a tilápia é a espécie mais empregada em sistemas aquapônicos, lambari rosa, pacu, camarão-d'água-doce vem se desenvolvendo bem. Entre os vegetais, os de folhas verdes são facilmente cultivados. Todavia o destaque fica por conta da alface, do manjericão, repolho chinês, pimentão, melão acapulco, quiabo, tomate, feijão, agrião, inhame, ervilha, morango, nabo, cenoura, batata-doce, entre outros.


Sobre o Autor

Sou Italo-brasileiro, formado em Marketing pela UNINTER, e Técnico em Aquicultura pela IFSC. Certificado Six Sigma Green Belt™. Uso técnicas para gerenciar múltiplos projetos por meio da filosofia ágil dentro da Aquicultura. Autor das obras Scrum Meetings LSPⒸ, Kaizen LSPⒸ, Ho’oponopono LSPⒸ baseadas em Lego® Serious Play®.

Realização