Página inicial

APRESENTAÇÃO -
 
 
O presente trabalho teve início na noite de 18 de abril de 1992. Minha intenção inicial era bem simples; cogitava apenas em escrever um breve artigo sobre a importante música produzida pelo Yes e nada além disso. Com o decorrer do tempo e a audição quase que diária da obra completa deste conjunto, confesso que fui pego por um sentimento de nostalgia, não só do Yes, como também da poética atmosfera dos anos 70. Meus pensamentos ficaram repletos de recordações de bands como Moody Blues, Jethro Tull, Genesis, Soft Machine, Gentle Giant, King Crimson, Emerson, Lake & Palmer, Van Der Graaf Generator, Pink Floyd, The Who, Maravishnu Orchestra, Weather Report, Return to Forever e muitos outros que criaram música de verdade para aqueles que tiveram a felicidade de vivenciar esses anos de luz do rock. Depois de um bom período convivendo com a música do Yes, naturalmente fui impulsionado a escrever mais e mais; cada vez mais ia escrevendo sobre essa música e sobre esses músicos que fizeram a história desta banda. Somente no início de dezembro de 1992 foi que uma forte vontade invadiu minha alma e tomei a decisão de escrever um livro sobre o Yes.
 
O livro é dividido em três capítulos. O primeiro é dedicado aos  discos que o mundo conhece com o logotipo Yes e os discos solos, sendo que trabalhos como Yesshow, Yessongs, Classic Yes e Yesterdays não são comentados pois as obras que fazem parte destes discos são gravações já conhecidas. A única exceção feita foi para duas peças da coletânea Yesterdays; são elas: "America" e "Dear father", por serem canções desvinculadas dos quatorze títulos lançados pelo grupo mais os discos solos (1975-1976).
 
O segundo capítulo trata de comentar a participação dos  músicos que deram sua colaboração para manter o Yes existindo por um período de mais de duas décadas e meia.
 
O terceiro capítilo é dirigido à discografia do Yes.
 
Para aqueles que estão interessados em uma literatura biográfica sobre os músicos do Yes, infelizmente este não é o livro indicado; ainda assim, existem várias passagens que dão um pequeno panorama do histórico destes músicos. Yes, uma rara música de quinteto nada trata, em absoluto, quanto a possíveis análises das letras das canções. Todos os textos aqui escritos tratam, sob uma ótica objetiva, da obra musical produzida pelo grupo durante toda sua carreira. A temática fundamental é o fenômeno musical e nada mais. Deixo em pauta que os textos deste livro estão literalmente ligados a minha capacidade de análise sobre o trabalho do quinteto. Tentei ser o mais simples e sintético possível para que o leitor absorva mais claramente a trajetória do pensamento musical do Yes.
 
Creio que este breve estudo tenha alcançado seu objetivo; esclarecer, de maneira simples, e fazer uma releitura da fantástica produção do grupo. Portanto, sinto-me satisfeito.
 
 
O autor.
 
 
Subpáginas (1): BREVE APRESENTAÇÃO