Atividade recente no site

suas susgentoes

POR QUE? por que e resposta

POR QUE? por que e respostas..
 
 
 
 
  1 Por que ao comer alimentos gelados a cabeça às vezes dói?

Esses alimentos causam um superestímulo nos nervos do céu da boca, mas a sensação de dor vem da cabeça porque é lá que está a matriz nervosa. Os especialistas dizem que os indivíduos que sofrem de enxaqueca estão mais propensos a sentir esse tipo de dor. Eles ensinam também que, para reduzir o impacto dos alimentos gelados no sistema nervoso, a melhor tática é ingeri-los a uma velocidade mais lenta.

 

 

2 O que causa o soluço?

Os cientistas concluíram que os casos mais comuns de soluço se originam de quatro situações: comida em excesso, ingestão de álcool, estado de agitação e stress. Elas tendem a provocar duas reações concomitantes no corpo: levam a um hiperestímulo do nervo responsável pelo comando do diafragma, que por sua vez passa a se contrair de forma descontrolada, e fazem a glote (aquela parte da laringe onde as cordas vocais estão localizadas) se fechar. O resultado dessas alterações físicas é o soluço. Para livrar-se dele, os especialistas não sugerem nada além de velhas soluções caseiras: segurar a respiração ou beber água gelada.

 

 

3 Por que o número de pessoas doentes é maior no inverno?

Há duas explicações para esse fenômeno. A primeira é que no inverno as pessoas tendem a permanecer em casa, onde a circulação de ar é mais restrita do que nos ambientes abertos. A probabilidade de se tomar contato com algum vírus nesse tipo de situação é naturalmente maior. A segunda razão para a incidência de mais doentes no inverno é que o ar se torna menos úmido nessa época do ano, o que faz secar as vias nasais. Segundo os especialistas, com isso as pessoas ficam mais vulneráveis a uma invasão viral.

 

 

 

4 Por que as pálpebras tremem involuntariamente?

A tremedeira descontrolada das pálpebras é resultado de uma falha na transmissão dos impulsos nervosos que chegam aos músculos ao redor dos olhos. Os especialistas afirmam que tal sintoma está quase sempre relacionado a stress, fadiga ou insônia – e desaparece sozinho. Em raros casos, o tremor freqüente das pálpebras pode sinalizar algo mais sério, como a esclerose múltipla ou a presença de um tumor.

 

 

5 Por que as mulheres têm as mãos e os pés mais frios do que os homens?

A explicação é que os nervos responsáveis pelo controle da corrente sanguínea nas mãos e nos pés são mais sensíveis nas mulheres do que nos homens. Na prática, quando a temperatura ambiente cai, os vasos sanguíneos femininos se contraem mais, o que dificulta a circulação nas extremidades do corpo. Outro fator que ajuda a esclarecer a questão é que as mulheres apresentam pressão sanguínea mais baixa do que a dos homens. Quando faz frio, a pressão delas cai ainda mais. Isso provoca um redirecionamento do sangue para os órgãos vitais. O resultado é que os pés e as mãos ficam menos irrigados de sangue e, portanto, mais gelados.

 

 

6 Por que os lábios tendem a afinar quando envelhecemos?

Isso acontece porque a produção natural de colágeno – proteína que dá sustentação à pele e confere aos lábios o efeito “carnudo” – se reduz gradativamente conforme os indivíduos ficam mais velhos. Um fator que acelera a perda de colágeno, e que contribui para o afinamento dos lábios, é a exposição freqüente aos raios ultravioleta do sol. Segundo os dermatologistas ouvidos por VEJA, a melhor maneira de evitar isso é usar um protetor labial com filtro solar.

 

 

7 Por que os adolescentes dormem até mais tarde?

Uma das principais teorias para esse fenômeno é que na adolescência a melatonina – hormônio que regula o ciclo do sono – passa a ser liberada mais tarde, por volta das 21 horas, e não no princípio da noite, como ocorre com as crianças. Isso faz com que muitos jovens tenham dificuldade de adormecer antes das 23 horas. Como nesse estágio da vida o período médio de sono é de nove horas, os adolescentes compensam dormindo mais pela manhã. Outra teoria sobre o assunto avança no campo sociológico: segundo ela, os jovens acordam mais tarde como resultado de uma profunda mudança de hábitos nessa fase da vida.

 

 

8 Por que o cotovelo dá choque?

A origem dessa sensação vem de um nervo espesso e bastante sensível que reveste os ossos do cotovelo. Trata-se do nervo cubital. Ao ser estimulado – quando o cotovelo bate em uma mesa, por exemplo –, ele produz a sensação de choque e, às vezes, de dor. A incidência do “choque no cotovelo” é maior entre os magros. A razão é que eles têm menos gordura na região para amortecer a pancada e com isso evitar que o nervo cubital seja atingido.

 

 

9 Por que há pessoas com dentes mais brancos do que outras?

O tom dos dentes é determinado pela herança genética de cada um, da mesma forma como a cor dos olhos ou a dos cabelos. Há, no entanto, fatores externos que contribuem para o escurecimento dos dentes. Os cientistas concluíram que o consumo freqüente de alguns líquidos – como café, chá, refrigerantes e vinho tinto – faz aumentar a probabilidade de os dentes se tornarem mais escuros. O mesmo acontece em relação ao cigarro. Em alguns casos, uma limpeza odontológica pode ajudar a restabelecer a cor original dos dentes. Em outras ocasiões, é necessário o uso de um produto clareador ou de procedimento clínico específico para branqueá-los.

 

 

10 Por que as juntas estalam?

Pela falta de um lubrificante natural produzido nas cavidades que amortecem o contato entre os ossos. A ausência da tal substância faz com que as articulações fiquem grudadas. Ao se alongarem as juntas, elas se separam e produzem o som do estalo. Ao contrário do que afirma a crença popular, os cientistas asseguram que isso está longe de provocar doenças, como a artrite. Por outro lado, não tem efeito positivo para o corpo. A sensação de bem-estar que algumas pessoas descrevem após o estalo é psicológica – e não física.

Fonte: veja.abril.com.br

 

11 Por que o Céu é azul

Por que o céu é azul quando visto da superfície da Terra?

A interação da luz do Sol com nossa atmosfera é a responsável pela cor azul que vemos. No espaço aberto, mesmo em presença de luz solar, os astronautas enxergam um céu escuro, porque lá não existe atmosfera. A luz branca do Sol é na verdade composta de ondas eletromagnéticas de vários comprimentos de onda e cada um deles é visto por nós como uma cor diferente. As pequenas partículas de matéria dispersas no ar espalham a luz solar e este espalhamento é tanto maior quanto menor for o comprimento de onda da luz. Assim, o azul, por possuir o menor comprimento de onda entre todas as cores, é o que mais se espalha. Aliás, vale lembrar que o Sol nos parece amarelo exatamente porque a atmosfera espalha a luz azul. O amarelo pode ser visto como a cor branca diminuída de azul. A luz branca do Sol, perdendo parte do seu azul ao atravessar a atmosfera, chega até nós com o aspecto amarelado.

Quando as dimensões das partículas de poeira dispersas na atmosfera são menores que os comprimentos de onda das cores, passam a ocorrer espalhamentos seletivos; somente determinada cor é espalhada e a atmosfera muda de cor. No pôr-do-sol, observa-se um céu mais avermelhado. Acontece que, o Sol estando no horizonte, a luz tem que percorrer uma distância maior no interior da atmosfera para chegar até nós e no caminho perde mais luz azul, permitindo que as cores mais próximas do vermelho se sobressaiam, dando o tom tão procurado por todos aqueles que apreciam um pôr-do-sol.

 

 

12 - Por que a urtiga queima a pele

O nome urtiga vem do latim urere (= arder) e é uma designação genérica de várias plantas que apresentam um mecanismo de ação semelhante. A mais comum delas é a Urtica dioica.
Nessas plantas existem diversas substâncias, principalmente a histamina, acetilcolina e ácido fórmico que, quando entram em contato com a pele, provocam dilatação dos vasos sangüíneos e uma espécie de inflamação.
As substâncias agressivas ficam armazenadas em minúsculos pêlos que se espalham pelo caule e folhas da planta. A parte inferior do pêlo apresenta incrustações de cálcio, o que lhe dá rigidez, mas a ponta é frágil e se rompe ao mais ligeiro toque.

 

 

13 Por que plantar Arvores

 

 Reduzir o efeito do aquecimento global. As árvores atuam como coletoras de gás carbônico. Um hectare de novas florestas retém até 6,25 toneladas deste gás ao ano. As árvores podem absorver CO2 a um ritmo de 6 quilos por árvore ao ano. Em 50 anos, uma árvore pode gerar 72 mil reais em oxigênio, pode reciclar água que teria um custo de 84 mil reais e limpará o ar a um valor de 150 mil reais: Um total de quase 300 mil por árvore sem levar em conta outros benefícios adicionais!
2. As árvores evitam ou reduzem a erosão do solo e a contaminação da água.
3. Contribuem às correntes subterrâneas e à manutenção dos rios.
4. As telas naturais feitas de árvores e arbustos, convenientemente plantadas, reduzem significativamente a poluição acústica nos cruzamentos e vias de grande movimento.
5. Servem de barreira visual.
6. Suavizam os perfis dos edifícios.
7. As plantações de espécies de rápido crescimento e de rendimento controlado são uma fonte constante de combustível para estufas e usinas.
8. O manejo controlado de florestas são uma fonte sustentável de madeira.
9. Segundo sua situação, espécie, tamanho e estado, a sombra das árvores pode reduzir os gastos em ar condicionado de edifícios residenciais e comerciais entre um 15 e 50 por cento. As árvores são um meio de “refrigeração” natural que reduz a necessidade da construção de diques, centrais hidrelétricas e nucleares.
10. Os arbustos plantados ao redor das casas protegem do vento e da neve e podem reduzir o gasto necessário em calefação em até 30%.
11. A sombra das árvores refresca as ruas e os estacionamentos. As cidades são autênticas “ilhas de calor” que costumam registrar entre 5 e 9 graus a mais de temperatura que as zonas ao seu redor.
12. As árvores e os arbustos de uma zona residencial ou comercial, bem colocados e cuidados, podem aumentar significativamente o valor dos imóveis.
13. As barreiras naturais contra o vento, bem situadas e cuidadas, aumentam significativamente o rendimento das colheitas em comparação com os campos sem proteção, inclusive tendo em conta o espaço ocupado pelas árvores. Criam um micro clima mais favorável para os cultivos, reduzem o efeito do vento e do calor sobre as colheitas e evitam ao mesmo tempo as perdas na camada superior do solo e reduzem as perdas de umidade do mesmo.
14. As barreiras naturais plantadas ao redor das moradias rurais têm muitas vantagens, como a redução dos gastos de calefação e refrigeração, a proteção contra a neve e o vento, o efeito estético e a criação de um novo habitat para a fauna.
15. As árvores que servem de refúgio para a fauna permitem que alguns animais sofram perdas muito menores durante os meses frios do inverno e proporcionam sombra para se proteger do calor do verão.
16. As telas naturais contra a neve, estrategicamente situadas, evitam que as estradas fiquem cobertas, reduzindo desta maneira os custos de manutenção viária e evitando os fechamentos de estradas.
17. As árvores dão beleza e harmonia a qualquer comunidade. Fazem a vida mais agradável, tranqüila, relaxada e supõem um rico legado para futuras gerações.
18. Os bosques tropicais, além de ter um grande valor como habitat para a fauna e como fonte de madeira, têm um valor extraordinário como matéria prima para fármacos. Um de cada quatro produtos farmacêuticos usados no mundo procede de uma planta que cresce num bosque tropical.
19. As árvores oferecem numerosas oportunidades para que as pessoas dediquem seu tempo de lazer a criar habitat para a fauna.
20. As árvores que crescem junto a rios, ribeirões e lagos baixam a temperatura da água com sua sombra, evitam ou reduzem a erosão das orlas e a formação de lodaçais e melhoram o habitat dos peixes.
21. As árvores contribuem para reduzir o estresse no trabalho e aceleram a recuperação dos pacientes hospitalizados.
22. As árvores ajudam-nos a relacionar com nosso legado natural e com nossos valores espirituais e culturais mais profundos.
23. As árvores nos servem para recordar às pessoas queridas desaparecidas e para deixar algo de valor às gerações futuras.
24. Uma tribo de índios da amazônia acha que as árvores do bosque sustentam o céu. Segundo a lenda, a queda das árvores aceleraria o fim do mundo.
25. Pode-se plantar e cuidar árvores simplesmente por que… muito legal vê-las crescer!

 

 

14 - Por que as folhas das Plantas caem no outono

 

No outono os dias vão se tornando mais curtos e a temperatura entra em declínio, assim, para reduzir ao máximo o gasto de energia, as plantas se livram das folhas como forma de proteção contra o frio. Os dias mais curtos e a temperatura mais amena são sinais que a natureza dá para que as plantas comecem a produzir um hormônio chamado ácido abcísico. Esse hormônio se acumula na base da haste da folha - o pecíolo - matando as células daquela região e provocando a queda. Esse processo também acontece no inverno

 

 

15 - Por   que devemos faser economia em casa

 

De acordo com a Organização das Nações Unidas, cada pessoa necessita de 3,3 m³/pessoa/mês (cerca de 110 litros de água por dia para atender as necessidades de consumo e higiene). No entanto, no Brasil, o consumo por pessoa pode chegar a mais de 200 litros/dia.

Gastar mais de 120 litros de água por dia é jogar dinheiro fora e desperdiçar nossos recursos naturais. Veja algumas dicas de como economizar água  e dinheiro - sem prejudicar a saúde e a limpeza da casa e a higiene das pessoas.

No banheiro

Banho de 15 minutos? Olha o Nível!
O banho deve ser rápido. Cinco minutos são suficientes para higienizar o corpo. A economia é ainda maior se ao se ensaboar fecha-se o registro. A água que cai do chuveiro também pode ser reaproveitada para lavar a roupa ou qualquer outra atividade da casa. Para isso, deve-se colocar um balde ou bacia embaixo para armazenar aquela água.

Hora do banho

Banho de ducha por 15 minutos, com o registro meio aberto, consome 135 litros de água. Se fechamos o registro, ao se ensaboar, e reduzimos o tempo para 5 minutos, o consumo cai para 45 litros.

No caso de banho com chuveiro elétrico, também em 15 minutos com o registro meio aberto, são gastos 45 litros na residência. Com os mesmos cuidados que com a ducha, o consumo cai para 15 litros.

o escovar os dentes

Se uma pessoa escova os dentes em cinco minutos com a torneira não muito aberta, gasta 12 litros de água. No entanto, se molhar a escova e fechar a torneira enquanto escova os dentes e, ainda, enxaguar a boca com um copo de água, consegue economizar mais de 11,5 litros de água.

Lavar o rosto

Ao lavar o rosto em um minuto, com a torneira meio aberta, uma pessoa gasta 2,5 litros de água. A dica é não demorar.
O mesmo vale para o barbear. Em 5 minutos gastam-se 12 litros de água. Com economia o consumo cai para 2 a 3 litros.

Descarga e vaso sanitário

Não use a privada como lixeira ou cinzeiro e nunca acione a descarga à toa, pois ela gasta muita água. Uma bacia sanitária com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta de 10 a 14 litros. Bacias sanitárias de 6 litros por acionamento (fabricadas a partir de 2001) necessitam um tempo de acionamento 50% menor para efetuas a limpeza, neste caso pode-se chegar a volumes de 6 litros por descarga.  Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros. Mantenha a válvula da descarga sempre regulada e conserte os vazamentos assim que eles forem notados.
Lugar de lixo é no lixo. Jogando no vaso sanitário você pode entupir o encanamento. E o pior é que o lixo pode voltar pra sua casa.

Na cozinha

Ao lavar a louça, primeiro limpe os restos de comida dos pratos e panelas com esponja e sabão e, só aí, abra a torneira para molhá-los. Ensaboe tudo que tem que ser lavado e, então, abra a torneira novamente para novo enxágüe. Só ligue a máquina de lavar louça quando ela estiver cheia.

Numa casa, lavando louça com a torneira meio aberta em 15 minutos, são utilizados 117 litros de água. Com economia o consumo pode chegar a 20 litros.
Uma lavadora de louças com capacidade para 44 utensílios e 40 talheres gasta 40 litros. O ideal é utilizá-la somente quando estiver cheia.

Na higienização de frutas e verduras utilize cloro ou água sanitária de uso geral (uma colher de sopa para um litro de água, por 15 minutos). Depois, coloque duas colheres de sopa de vinagre em um litro de água e deixe por mais 10 minutos, economizando o máximo de água possível.

Você sabia que ao se utilizar um copo de água, são necessários pelo menos outros 2 copos de água potável  para lavá-lo. Por isso, combata o desperdício em qualquer circunstância.

Área de serviço

Junte bastante roupa suja antes de ligar a máquina ou usar o tanque. Não lave uma peça por vez.
Caso use lavadora de roupa, procure utilizá-la cheia e ligá-la no máximo três vezes por semana.

Se na sua casa as roupas são lavadas no tanque, deixe as roupas de molho e use a mesma água para esfregar e ensaboar. Use água nova apenas no enxágüe. E aproveite esta última água para lavar o quintal ou a área de serviço.

Ao lavar a roupa, aproveite a água do tanque ou máquina de lavar e lave o quintal ou a calçada, pois a água já tem sabão.

Lavar roupa

No tanque, com a torneira aberta por 15 minutos, o gasto de água pode chegar a 279 litros. O melhor é deixar acumular roupa, colocar a água no tanque para ensaboar e manter a torneira fechada. E que tal aproveitar a água do enxágüe para lavar o quintal?
A lavadora de roupas com capacidade de 5 quilos gasta 135 litros. O ideal é usá-la somente com a capacidade total.

Jardim e piscina

Use um regador para molhar as plantas ao invés de utilizar a mangueira.
Ao molhar as plantas durante 10 minutos o consumo de água pode chegar a 186 litros. Para economizar, a rega durante o verão deve ser feita de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã. Mangueira com esguicho-revólver também ajuda. Assim, pode-se chegar a uma economia de 96 litros por dia!

Se você tem uma piscina de tamanho médio exposto ao sol e à ação do vento, você perde aproximadamente 3.785 litros de água por mês por evaporação, o suficiente para suprir as necessidades de água potável (para beber) de uma família de 4 pessoas por cerca de um ano e meio aproximadamente, considerando o consumo médio de 2 litros / habitante / dia. Com uma cobertura (encerado, material plástico), a perda é reduzida em 90%.

Calçada e carro

Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o pátio da sua casa.
Lavar calçada com a mangueira é um hábito comum e que traz grandes prejuízos. Em 15 minutos são perdidos 279 litros de água.

Se houver uma sujeira localizada, use a técnica do pano umedecido com água de enxágüe da roupa ou da louça.

Use um balde e um pano para lavar o carro ao invés de uma mangueira. Se possível, não o lave durante a estiagem (época do ano em que chove menos).

Muita gente gasta até 30 minutos ao lavar o carro. Com uma mangueira não muito aberta, gastam-se 216 litros de água. Com meia volta de abertura, o desperdício alcança 560 litros. Para reduzir, basta lavar o carro somente uma vez por mês com balde. Nesse caso, o consumo é de apenas 40 litros.

16 Por que os planetas sao redondos

 

Pode parecer estranho, mas uma das razões para que planetas sejam globos é a mesma que explica por que bolhas de sabão são redondas: um conceito conhecido como "energia mínima". A esfera é a mais estável de todas as formas geométricas encontradas na natureza e, por isso, as partículas necessitam da menor quantidade de energia para chegar a esse formato.

Mas o que torna a esfera tão estável? "Ela é a única figura onde todos os pontos da superfície estão à mesma distância do núcleo", diz o astrônomo Ronaldo Mourão, do Museu de Astronomia do Rio de Janeiro. Para os planetas, isso é imprescindível. Como são corpos com uma quantidade enorme de massa, eles têm um campo gravitacional fortíssimo, que suga tudo para o seu centro. Assim, o formato esférico é a única maneira de garantir que o que está na superfície não seja sugado para o centro do planeta pela força da gravidade.

Os planetas, no entanto, não são esferas perfeitas. A distorção no formato original acontece por causa do movimento de rotação, que os achata um pouco perto dos pólos.

http://super.abril.com.br/super2/superarquivo/2005/conteudo_125621.shtml
 
 
 
 
17 Porque o buraco de ozônio fica sobre a Antártica e lá a poluição é menor

 

O Ozônio (O3) fica na estratosfera e é um gás que envolve a Terra e a protege das radiações ultravioletas do Sol. Sua camada protetora é destruída pela ação do gás CFC (clorofluorcarbono), emitido principalmente por sprays e sistemas de refrigeração. Mas esse processo é muito demorado, e CFC leva setenta anos para atingir a estratosfera e espalhando-se uniformemente ao redor de todo o planeta graças às correntes de ar.

A destruição sobre o pólo sul é maior porque a nuvem estratosférica polar,por ser mais fria, facilita a reação química entre o CFC e o ozônio, favorecendo o crescimento do buraco sobre a Antártica. Este fenômeno também ocorre no Polo Norte, mas lá as correntes de ar são capazes de repor o azônio destruído.


 
 
18- Por que o mar é salgado?
 
 
 
Durante milhares de anos, as águas das chuvas lavaram as rochas, dissolvendo uma parte dos sais que as constituem. As águas do escoamento despejam anualmente milhões de toneladas de minerais nas fossas marinhas. As águas dos mares são mais salgadas que as águas continentais por causa da evaporação, que provoca uma salinização constante e particular de cada mar. Para se ter uma idéia, a água do mar é composta por 3,5% de sais, entre eles o cloreto de sódio, que é a mesma substância que compõe o sal de cozinha
 
 
 
 
19 Por que a chuva cai em forma de gotas e não de uma vez?
 
 
Pedro da Silva Dias, professor de Meteorologia do IAG (USP), explica que o vapor d'água passa para a forma líquida apenas quando a humidade relativa do ar chega perto de 100%. Isso ocorre preferencialmente sobre os chamados núcleos de condensação - materiais de dimensão muito pequena, que têm afinidade com a água. "As gotículas que se formam sobre estas partículas vão crescendo até atingirem um peso tal que começam a cair, gerando a chuva", explica. Tudo isso acontece aos poucos e não de uma só vez. As gotas menores, que não têm peso suficiente para vencer a resistência do ar e vento, permanecem em suspensão e só cairão quando conseguirem unir-se a outras
 
 
 
20 Por que a parte de baixo de algumas nuvens é reta e a de cima é ondulada?
 
 
 
Só as nuvens conhecidas como cúmulos têm a parte de baixo reta. Elas são formadas pela sobreposição de várias camadas de gotículas de água. Aliás, a palavra cúmulo significa mesmo a reunião de coisas sobrepostas.
A formação delas ocorre da seguinte maneira. Em dias de sol forte, alguns tipos de superfície da Terra absorvem radiação solar melhor que outras e, portanto, se aquecem mais rapidamente.

O ar entra em contato com essas superfícies e se torna mais quente e menos denso que o resto do ar que está em volta, subindo como se fosse uma bolha. Essa bolha é chamada de térmica. No movimento de ascensão, o ar se resfria, provocando um aumento da umidade da térmica. Quando a umidade cresce, começa a se formar gotículas de água que se tornam visíveis na forma de nuvem.
A nuvem se forma a uma altura em torno de 1 ou 2 km, dependendo da temperatura térmica perto da superfície e da quantidade de vapor que ela carrega. Quanto mais quente e menos úmida for a térmica, mais alto será o ponto em que ela vira nuvem. Como o nível de condensação encontra-se em uma altitude bem definida, a base da nuvem se alinha na mesma altura e fica reta.
O formato irregular das laterais e do topo se deve às novas térmicas que penetram pela base do cumulo. Como a região já está cheia de gotículas de água, essas novas térmicas se condensam logo acima da primeira camada, e assim sucessivamente, criando um empilhamento
 
 
 
 
21 O deserto se move
 
 
 
O maior deserto do mundo é tão nômade quanto os seus mais pitorescos habitantes, o  aguerrido povo tuaregue. Durante a última década, o Saara cresceu absurdos 636000 quilômetros quadrados, área superior à do Estado de Minas Gerais. Em 1980, ocupava 8,63 milhões de quilômetros quadrados; em 1990 chegou a 9,26 milhões. O registro foi feito pelos satélites meteorológicos da NASA, agência espacial americana. Entre 1980 e 1984, o movimento do deserto foi em direção ao sul, em cerca de 240 quilômetros. Nos dois anos seguintes, recuou 143 quilômetros para o norte.
Isso significa que o movimento não tem um rumo fixo, bem definido: o Saara mantém-se em constante oscilação, com a tendência geral de ganhar territórios mais amplos. Segundo especialistas em desertificação, do Instituto de Pesquisas de Southampton, Inglaterra, as causas devem ser procuradas em mudanças climáticas verificadas nos últimos sessenta anos, como ventos intensos e redução de umidade. Os cientistas da NASA não pensam assim. Antes de fazer hipóteses, preferem investigar melhor o fenômeno, o que pode levar mais uma década
 
 
 
 
22- Porque se ouve o mar nas conchas?
 
 
 
Desde que tenha uma certa abertura, a concha funciona como uma caixa de ressonância. O seu interior em espiral está cheio de ar. Os sons produzidos nas vizinhanças da abertura fazem vibrar o ar acumulado que, reflectindo-se nas paredes da concha, origina ondas estacionárias. Assim, o som é reforçado por um certo número de vibrações por segundo, ouvindo-se então um ruído surdo que lembra o barulho do mar.
 
23 - Por que o Mar Vermelho é chamado assim?
 
 
 
Por que o Mar Vermelho é chamado assim?

Ao contrário do que possa parecer, o Mar Vermelho, braço do Oceano Índico entre a costa da África e a Península Arábica, não tem esse nome por causa de sua cor. De longe suas águas têm um aspecto azulado. Normalmente são também bastante límpidas, o que faz com que a região seja utilizado para atividades de mergulho. A mais provável origem do nome são as bactérias Trichodesmium erythraeum, presentes na superfície da água. Durante sua proliferação, elas deixam o mar com manchas avermelhadas em alguns lugares. Outra possibilidade são as montanhas ricas em minerais na costa arábica, apelidadas de "montanhas de rubi" por antigos viajantes da região.
 
 
 
 
24- POR QUE AS FLORES TEM COR E PERFUME?
 
 
 
As diferentes cores e perfumes que têm as flores cumprem funções específicas. As flores que são polinizadas pelos insetos precisam atraí-los, e fazem isso por meio de um alimento que produzem na parte mais profunda da corola chamado néctar.

O inseto então pousa sobre as pétalas e esfrega-se nas anteras, com o que os pequenos grãos de pólen aderem a seu corpo; em seguida, atraído por outro néctar de sabor idêntico, transporta esses grãos de pólen a uma flor da mesma espécie.

 As flores são visíveis a distância por causa de suas corolas chamativas e possuem perfume que os animais podem distinguir. Existem flores que atraem apenas uma espécie de insetos porque têm um sabor especial; é o caso da sálvia, que adaptou sua forma para que somente as abelhas possam realizar sua polinização.

 
 
 

25 - Porque os homens traem

 

Em nossa busca por entender, mesmo que precariamente o comportamento do homem, podemos perceber alguns dos motivos que levam um homem a trair. Claro que não são só estes, mas elencarei aqui apenas os cinco mais óbvios, ao menos para mim.

 

Homens e mulheres funcionam de maneiras diferentes. É comum que as mulheres associem fortemente relações sexuais com desejo. E desejo com amor. Logo, para muitas mulheres, sexo e amor são como um prato de strogonoff.

A base do strogonoff é a mistura de creme de leite com molho de tomate. Se separar os dois, o que é virtualmente impossível, o strogonoff deixará de ser strogonoff, passando a alguma outra coisa qualquer, sem forma, sem nome.

Entramos no perigoso terreno de explicar o amor. E qualquer cara mais bobo do que eu sabe que o amor não se explica. Então vou dar uma malandra desviada deste terreno arenoso, pegando um atalho e limitando-me a comentar que o conceito de amor foi sendo construído ao longo do tempo. E não necessariamente é o mesmo em todas as culturas e, principalmente, em todos os gêneros.

O homem vê o mundo com uma visão mais simples. Ele separa o amor do sexo com extrema naturalidade. É como arroz com feijão. Misturado é bom, mas separado, dá pra comer tranqüilamente.

Entender que o homem está num processo contínuo de evolução que começou lá atrás, no alto das árvores, ajuda na percepção de que os laços afetivos – logo, mentais – não estão intimamente associados quanto os laços corporais, carnais. Afinal, são milhões de anos procurando amantes no mato. Isso não se resolve do dia para a noite.

Para o homem traído, a traição provocada pela sua parceira dói, porque ela é emocional e carnal, além de funcionar pra ele como um atestado de incompetência como macho, como já falei antes.

 

O peso desta declaração é incomensurável. Eu tenho um curioso mecanismo mental que apagou completamente esta parte das minhas memórias. Sou míope e me casei sem óculos. Já percebi que quando eu vejo sem óculos, esqueço as coisas bem mais rápido. Isso foi bom, porque viver cada dia pensando na obrigação de amar até morrer é dose. Verdade.

Falando sério, se a gente der uma boa olhada neste juramento, entendemos porque os padres não casam.O peso de jurar que amará até o fim da vida é um fardo bem grande para uma pessoa normal carregar.

Mas são os ritos sociais e não desviamos deles, pois para muitos homens, com o passar do tempo, aquela verve instintiva de ser o rei da montaha, de ser o alpha garanhão, o cachorrão comedor, se esvai e só o que sobra é um fantasma.

Um fantasma resignado a uma vida cotidiana que com o passar do tempo, vai perdendo a graça.

O fato é que a vida é como um roteiro holywoodiano, cheio de mistérios e reviravoltas, e nem o mais criativo dos roteiristas se compara ao destino. Um dia, o sujeito descobre uma mocinha no trabalho, ou então no supermercado, ou então no elevador…

A chance se apresenta diante dele com toda sua majestade. É uma coisa rápida, um gracejo, um sorriso, um olhar que diz tudo. Aquele sujeito derrotado, conformado e omisso, experimenta uma nova sensação. Uma seiva mágica volta a correr-lhe as veias. Ele sente-se bem. Ele trairá para sentir-se vivo.

Para sentir-se como era no passado, na juventude. Ele trai porque esta traição nega, inconscientemente, o fator inexorável da morte.

26 - POR QUE MARTE É VERMELHO

Marte é conhecido como o Planeta Vermelho por motivos óbvios – mas será que alguém sabe mesmo dizer como ele adquiriu essa cor?

Cientistas geralmente concordam que o tom vermelho é causado pela oxidação de um metal chamado magnetita. Para muitos, a água, que estaria presente em Marte há milhões de anos, causou a oxidação – literalmente enferrujando o planeta.

Contrariando todas as teorias, pesquisadores da Universidade Aarhus, na Dinamarca, dizem que o responsável pela oxidação seria outro agente: o vento.

O estudo, liderado por Jonathan Merrison e publicado na defende que a cor característica de Marte pode ser resultado de milhares de anos de partículas colidindo umas com as outras.

Para simular o vento transportando areia em laboratório, eles utilizaram pequenas partículas de magnetita e quartzo – minerais presentes tanto na Terra quanto em Marte – em um balão de vidro cheio de dióxido de carbono (o principal gás da atmosfera marciana). Por meses, eles agitaram as substâncias e notaram que o recipiente foi se tornando cada vez mais vermelho, conforme a magnetita oxidava.

A explicação mais provável dada pela equipe é a de que as constantes colisões partiram os grãos de quartzo, expondo superfícies quimicamente reativas que oxidam as partículas de magnetita. Em Marte, esse agito poderia ser causado pelos ventos e tempestades de areia. Embora plausível, a teoria ainda precisa ser testada mais vezes antes de obter algum reconhecimento. Embora o quartzo tenha sido detectado em Marte, seria necessário averiguar as quantidades disponíveis no planeta capazes de causar tamanha reação.

A respeito dos ventos, a única informação oficial da NASA é a de que, em Marte, eles são bastante suaves. Sua velocidade é de cerca de 10 quilômetros por hora, podendo chegar a até 55 quilômetros por hora – no entanto, os ventos marcianos teriam menos força que os daqui da Terra, uma vez que o planeta vermelho possui uma atmosfera menos densa.

 

 27- Porque o mundo não é somente Windows

 

Política vai transformar o projeto da internet escolar em uma furada.

Por Paulo Rebêlo

Os questionamentos da imprensa especializada repercutiram suficientemente bem no governo para que algumas conclusões possam ser analisadas. No mínimo, sobre a derrocada da idéia original do PC Popular e a furada que pode se transformar o projeto da internet escolar.

Como em um passe de mágica, as notas oficiais à imprensa que tentavam explicar o ocorrido, apareceram da noite para o dia. Da Anatel, dos Ministérios, das Secretarias e da própria Microsoft. Esta garante que o custo Windows é consideravelmente mais baixo do que outros sistemas operacionais.

Um ponto em comum entre todas as notas: ninguém quer assumir o pepino que plantaram, ao obrigar o uso de programas Microsoft, em computadores que serão licitados para escolas públicas. O provimento de acesso à internet também sairá por licitação.

O programa de internet escolar visa beneficiar 13 mil escolas públicas do ensino médio e profissionalizante, com a infra–estrutura necessária ao acesso web. As operadoras de telefonia fixa serão as responsáveis pelo provimento do serviço e serão ressarcidas pelo governo –– com recursos do FUST, o Fundo de Universalização das Telecomunicações.

Cada um quer passar a bola para outro e, pior, algumas facções distintas procuram impetrar uma conotação política à causa, algo que, definitivamente, a imprensa especializada sequer perderia tempo em contestar.

E eis exatamente o problema: houve política demais e conhecimento técnico de menos nas decisões.

Através de nota oficial, o Ministério das Comunicações informou que o Plano Plurianual (PPA) de Investimentos não foi aprovado no Congresso. Os computadores em questão, assim como o acesso à internet nas escolas, dependiam da aprovação do orçamento referente ao PPA. Foi adiado mais uma vez, agora para 28 de fevereiro de 2002 –– para escolas com mais de 600 alunos.

Escolas com mais de 300 alunos esperam um pouco mais: 30 de julho de 2002. A licitação do FUST prevê a compra de cerca de 290 mil PCs e 16 mil servidores, afora os periféricos e equipamentos de rede.

Também em nota oficial, a Anatel garante que a decisão dos computadores do tipo A e B (veja coluna ao lado) usarem, obrigatoriamente, programas Microsoft, partiu de cima. Pela nota, o dono do pepino é o Ministério da Educação (MEC), em conjunto com as Secretarias Estaduais de Educação.

O MEC, por sua vez, garante que a escolha foi baseada em consulta pública e que os conselhos dos NTEs escolheram o Windows por unanimidade. Os NTEs –– Núcleos de Tecnologia Educacional –– integram o PROINFO –– Programa Nacional de Informática na Educação, projeto do MEC, que também procura instalar equipamentos de informática nas escolas públicas.

A Anatel, o MEC e o Ministério das Comunicações usaram o argumento de que a opção pelo Windows como sistema operacional único foi baseada na realidade atual. Para eles, a realidade atual é que o "mundo é Windows" (sic) e que "95% das empresas usam o Windows" (sic).

Seria possível escrever sobre incontáveis exemplos de como o Linux ganha espaço gradativo em empresas de grande porte e, essencialmente, no segmento de inclusão digital para equipar bibliotecas, escolas públicas etc. Entretanto, vamos ficar com a realidade local.

Como bem esclarece a jornalista Miriam Leitão, em sua coluna do dia 04.09.2001, a Embratel usa o Linux para as operações na web. Na Brasil Telecom, o Linux é usado na medição de dados das centrais telefônicas, junto a outras plataformas além do Windows, como Unix e Solaris. A Telemar informou que usa tudo: Solaris, Microsoft, Linux, IBM.

O mundo é misto e diverso, não é apenas Windows.

Conclusão: daqui até fevereiro/julho de 2002, muitas cabeças ainda vão rolar. Ninguém tem condições de saber como estará a cotação do dólar, a moeda que manda e desmanda em quaisquer compras de aparelhos importados –– como as peças do computador da internet escolar, por exemplo.

É possível que haja lucro além da conta.

Em julho de 2002, o Windows ME será um reles pretérito. Pelo edital, o sistema operacional obrigatório nos computadores do projeto é o Windows ME que, há tempos sabe–se bem, será descontinuado pela Microsoft em conjunto com o Windows 98. Os usuários serão convidados a migrar para o XP. A exemplo do que ocorreu com o Windows 95.

O que vão fazer? Comprar licenças do XP? Ou deixar as escolas públicas com um sistema operacional obsoleto, cheio de problemas e que requer uma máquina bem mais potente?

Enquanto isso, a idéia do PC Popular, aquele computador que funcionaria como estação web, sem disco rígido e cujo objetivo seria a popularização da internet nas comunidades e usaria o Linux, permanece em banho–maria. Não faz diferença. O importante é repercutir. Viva a inclusão digital. [web insider]

 

28 - por que os gagos conceguem cantar sem gaguejar?

A gagueira pode se manifestar tanto em meninos como em meninas.

Inúmeras pessoas são gagas e sentem certa dificuldade em se comunicar verbalmente. As brincadeiras feitas em cima dessa falha são diversas, muitas chegam a constranger o indivíduo.

A medicina trata a gagueira como uma disfemia (alteração da pronúncia das palavras sem lesões do aparelho fonador). Sua característica principal é a de fazer com que o indivíduo repita sílabas e/ou de que faça longas pausas ao pronunciar palavras. Fato que normalmente não acontece quando um gago canta, já que nosso cérebro processa a fala e o canto de maneiras diferentes. O processo da fala envolve a tradução de pensamento lingüístico dentro do tempo ótimo de rapidez lingüística, cuja linguagem oral se faz necessária para que as praxias envolvidas na articulação da linguagem ocorram de forma sincrônica e apropriada. Essa habilidade do processamento de segmentação temporal no cérebro do gago é afetada. A definição da gagueira não é tão simples, pois são diversas as teorias que tentam explicá-la, entre elas se destaca a de Bloodstein; a gagueira é o resultado da reação de luta interior do indivíduo que fala.

Existem três tipos de gagueira: Hereditária, Afásica, Bilíngüe, Tônica do Atraso de Linguagem e a Esquizóide. O gago pode cantar sem quaisquer dificuldades devido ao canto não possuir uma fala auto-expressiva (aquela que não precisa ser trabalhada antes de pronunciada), pois o ritmo e a letra da música já existem, restando apenas a interpretação para o gago, assim ele não terá que processar a fala para cantar.

A gagueira é tratada de diferentes formas na fonoaudiologia, dessa forma, dar sustos ou qualquer outra coisa do gênero em uma pessoa gaga não irá curá-la. Somente um profissional pode ministrar tratamentos para a gagueira, pois ele é capacitado a ajudar a controlar e até mesmo a curar a gagueira, dependendo do caso.

Existem muitos gagos que são famosos, dentre eles destacamos: Aristóteles, Charles Darwin, Marylin Monroe, Napoleão Bonaparte, Nelson Gonçalves, Machado de Assis.

fonte:

 

29 - Porque è que a Ferradura é sinal de sorte?

 

Há registros de que esse objeto já era considerado um amuleto poderoso desde a Grécia Antiga.
Primeiro porque era feito de ferro, elementos que os gregos acreditavam proteger contra todo mal.

Além disso, o seu formato lembrava a Lua crescente, símbolo de fertilidade e prosperidade.
Os cristãos europeus, por sua vez, creditam a sua origem a São Dunstan de Canterbury (924-988), monge e arcebispo inglês conhecido como Grande estudioso da metalurgia.
Segundo a lenda, Dunstan teria colocado ferraduras no próprio demónio e somente as retirou depois de ouvir a promessa de que ele, o tinhoso, nunca mais se aproximaria do objeto.

 

 

 

Por que Cortar cebola nos faz chorar?

Cebola

Com certeza, cortar cebola não é a coisa mais agradável que existe. Em alguns casos, a irritação provocada nos olhos é tão forte que é impossível continuar o que estava sendo feito.

Isso se dá pelo fato de que quando nós cortamos a cebola, rompemos suas células, o que faz com que determinados sulforetos e enzimas sejam combinados, originando o ácido sulfénico. É justamente esta a substância responsável por nosso choro, pois a mesma evapora e entra em contato com nossos olhos, os quais reagem produzindo mais lágrimas, na tentativa de amenizar a irritação.

 

 

 

Por que as baratas morrem
viradas de costas?

Barata

Você já viu uma barata morta na posição normal? Não? Pois bem, sempre que nos deparamos com esses insetos mortos (ou quase), eles estão virados de costas, com as patas para cima.

Uma das explicações para este fato é bastante simples: as baratas andam por paredes e superfícies verticais, e quando entram em contato com o veneno, caem de costas e permanecem nesta posição até morrerem.

Ok, mas e se elas estiverem no chão?

Bem, aí que entra a outra explicação. Como os órgãos respiratórios dos insetos se encontram em suas costas, quando a barata entra em contato como o veneno, o inseto se vira de costas justamente para poder respirar melhor e sobreviver frente ao efeito da substância venenosa.

 

 

 

 

Comments