Instrumentação para o Ensino de Ciências


Ementa da Disciplina

Organização de ambientes educacionais formais e não-formais para o Ensino de Ciências da Natureza. Elaboração de planos de aula e sequências didáticas no Ensino de Ciências: pressupostos teóricos e metodológicos, objetivos, preparação, desenvolvimento e formas de avaliação. O papel da argumentação no Ensino de Ciências. O papel das atividades experimentais no ensino das disciplinas científicas. Tipos de atividades experimentais - demonstração, reconhecimento de fenômenos, atividades de natureza investigativa e problematizadoras -  suas funções e adequação a diferentes realidades educacionais. Planejamento de atividades experimentais fundamentadas em pressupostos teóricos e metodológicos; aspectos pedagógicos, de segurança e ambientais. Desenvolvimento de materiais didáticos para aulas experimentais, ensino em ambientes formais e não formais. Planejamento de Feiras de ciências, estudos do meio, atividades de julgamento e a participação ativa dos alunos da educação básica na produção de conhecimento. Atividades mobilizadoras da aprendizagem dos conhecimentos científicos em museus, centros culturais e demais instituições de divulgação científica. Especificidades no ensino de Ciências no Ensino Fundamental e de Biologia, de Química e de Física no Ensino Médio.

Tendências atuais do ensino de ciências: contextualização, Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA); ensino por competências e habilidades; ensino por abordagem temática; ensino por problemas e projetos, alfabetização científica.


Abordagem Metodológica
É essencial nessa unidade curricular a busca por relações coerentes entre os objetivos educacionais propostos nos planos de aula, o desenvolvimento das atividades de ensino e a avaliação da aprendizagem, além da busca por práticas que incentivem ou mobilizem os estudantes da Educação Básica ou o público lego para a aprendizagem dos conhecimentos científicos da física, da química e da biologia. A atividade experimental como enfoque metodológico privilegiado nas discussões presentes nesta unidade curricular é pertinente em decorrência das diversas possibilidades de desenvolvimento
didático que elas permitem ao ensino das Ciências da Natureza, tanto na educação formal quanto na não-formal. De forma a ampliar as discussões sobre as relações entre os objetivos educacionais, as atividades de ensino planejadas e a forma de avaliação proposta, o desenvolvimento de outras estratégias de ensino são enriquecedoras, em especial, as Feiras de Ciências, os Estudos do Meio ou as atividades de julgamento. 



Comments