Psitacídeos

      Fotos do Campeonato Mundial 2012 em Almeria   
 

Psitacídeos

 
 

Cantinho dos Pássaros

 

Canários

Exóticos

Aves Europeias

Fotos/Galeria

Fórum

Noticias

Conselhos/Doenças

Anúncios

Links Relacionados

Psitacideos

-Esta grande familia de aves tem despertado a atenção e a curiosidade do homem desde a antiguidade.

O primeiro Psittacula nepalensis chegou a Roma no ano 330 a.c.

Ao papagaio eram atribuidos os mais estranhos poderes,certamente devido à sua curiosa possibilidade de imitar a voz humana.

O seu bico,com efeito,apresenta uma capacidade semelhante à da boca do homem onde uma lingua espessa e carnuda se move livremente.

Os sons são modificados através da sua passagem contra o bordo da mandíbula inferior e de uma fileira de dentes.Entretanto,a parte superior do bico dos psitacideos é bastante forte e musculada,permitindo-lhes partir com facilidade as cascas de sementes duras como as nozes,amêndoas,etc.

Serve-lhes igualmente de apoio para trepar,no que são auxiliados pela forma característica das suas patas,que dispõem de quatro dedos,dois dirigidos para a frente e outros dois para trás.

Em cativeiro e de uma maneira geral,os psitacideos são omnívoros,bebem frequentemente e gostam de tomar banho.São monógamos e ciosos das suas fêmeas.

Espécies 

É costume dividi-los em 6 grandes grupos dos quais normalmente os avicultores conhecem apenas algumas das suas 316 espécies.

Para uma melhor facilidade de entendimento,dividi-las-emos em:
Periquitos(de pequeno e grande porte;
Loris,Papagaios,
Catatuas e Araras.
 
Periquito     Australiano-É o vulgar periquito que se vende nas casas da especialidade.
Originário da Austrália onde a espécie selvagem é de cor verde,mas hoje apresentando as mais variadas cores desde o azul celeste,ao amarelo,cinzento, branco,etc.A diferenciação dos sexos faz-se através da carúncula nasal,onde a do macho fica azul e a da fêmea fica castanho-rosada.Isto no entanto não é válido para os periquitos arlequins e para os albinos,em que a carúncula é sempre cor-de-rosa.A criação tem lugar durante todo o ano.A postura é de 4 a 6 ovos,cada um de dois em dois dias.A incubação dura 18 dias feita pela fêmea que não abandona o ninho,sendo alimentada pelo macho.As crias saem do ninho pelas 4 ou 5 semanas.
 
Periquito Rosela-É originário da Austrália e forma uma familia com cerca de 60 espécies.Em Portugal aparecem sobretudo o omnicolor,o splendid e o pennant.A diferênciação dos sexos é sempre dificil,baseando-se sobretudo numa maior ou menor intensidade das cores e maior ou menor estatura em relação ao macho e à fêmea,
respectivamente.Os Roselas são um pouco agressivos na época de acasalamento e é conveniente que os casais se encontrem separados uns dos outros.A postura é de 4 a 9 ovos de cor branca,incubados pela fêmea durante 22 dias.Um aspecto importante na criação dos Roselas é a humidade ambiente a fim de que os ovos não sequem.Apesar de estas aves serem normalmente bons pais,é conveniente retirar as crias logo que elas possam comer sozinhas.

Periquito Rabo-de-Junco-Existem duas raças diferentes,a Indiana(psittacula krameri manillensis)que habita na India e Ceilão,e a Africana(psittacula krameri krameri)que se encontra sobretudo no Senegal,Guiné e Abissinia.A primeira tem o bico vermelho e a segunda o bico escuro.Ambas são de plumagem verde com as penas da cauda bastante compridas e de um tom verde-azulado.Em liberdade vivem aos casais em grandes colónias,tanto nos bosques como nas regiões rochosas e áridas.Em cativeiro devemos conservar os casais isolados.A postura consta de 2 a 4 ovos de cor branca que levam cerca de 22 dias a incubar por ambos os pais.As crias saem do ninho com cerca de mês e meio.

Catatuas-A familia das Catatuas ou Cacatuas está representada por cerca de duas dezenas de espécies de plumagem geralmente clara ou mesmo branca,sempre desprovida de cor verde,como é frequente nos outros psitacideos.
Localizadas principalmente na Austrália,mas aparecendo ainda nas ilhas Salomão,Celebes e Filipinas,todas as Catatuas apresentam uma característica que facilmenta as identifica:uma espécie de crista de penas ou poupa no alto da cabeça,eréctil e colorida,que se abre ao minimo sinal de emotividade.As catatuas vivem muito tempo,chegando mesmo a atingir os 120 anos.Nesta familia estão inseridas as Caturras que passo agora a falar:Pequena catatua de origem Australiana,onde vive em bandos ou aos pares nas margens dos cursos de água.A plumagem da Caturra é de cor cinzenta,embora exista hoje em dia uma variedade branca conseguida em cativeiro.O macho tem as duas faces de cor branca amarelada,ornadas de uma mancha cor-de-laranja e poupa amarela.A fêmea não tem as duas manchas cor-de-laranja e as duas penas longas da cauda são pintalgadas de preto,enquanto no macho são cinzentas.A postura é de 5 a 7 ovos,com uma incubação de 21 dias.

 

Excertos retirados dos livros"Criação das aves exóticas"e Criação de Agapornis ou Inseparáveis"

                                

   

Comecei a criar Psitacideos por influência da minha mulher.Quando ela viu 1 casal de Agapornis Roseicollis,foi amor à primeira vista e não conseguindo resistir-lhes,comprámos o casal.
 
 
De seguida adquirimos um casal de Caturras,em que  a fêmea era amarela e o macho cinzento.Criaram com sucesso e tiraram várias crias,das quais mantenho 1 macho hoje em dia.
 
 
 Mais tarde num certo dia dirigi-me a uma loja de animais para vender aves ,quando me deparei com um Papagaio da Patagónia.Tinha umas cores lindas,verde azeitona nas asas e cabeça,vermelho e amarelo no peito.Não resisti e adquiri-o.Hoje em dia vive comigo e com a minha mulher em nossa casa. 
 

                                             

  

 
 
São aves que não me cativam tanto como os canários,mas que têm as suas qualidades.Têm um porte mais acentuado,possuem variadissimas cores e a venda das crias que vou tirando são uma grande ajuda para a manutenção e bem estar de todas as outras.O grande defeito que encontro é o estardalhaço que o seu cantar provoca.
 

                                                                   

 
 
Periquitos Inseparáveis-Com este nome são conhecidos os periquitos do género Agapornis,todos oriundos do continente Africano.São pequenos psitacideos de cauda muita curta,parecidos com pequenos papagaios em cuja plumagem predomina o verde.Em Portugal,são mais vulgarmente conhecidos os roseicollis,os personatas e os fisher.Entre estas espécies existem duas com contornos brancos nos olhos e bico vermelho:personata e fisher.Os Agapornis são monógamos,ou seja,ficam juntos para toda a vida com o(a) companheiro(a)que escolherem.Na vida selvagem voam alguns quilómetros por dia e,portanto batem as asas muitos milhares de vezes por dia.Em cativeiro é habitual vê-los agarrados a um poleiro e baterem vigorosamente as asas.A forma de diferenciar o macho da fêmea é colocar o dedo mindinho no diafragma do animal e verificar se os ossos da bacia são muito ou pouco afastados,se sim,é fêmea,se não,é macho.Na altura do acasalamento deveremos pôr à sua disposição agulhas de pinheiro manso ou folhas de palmeira.A postura é composta por 4 a 6 ovos que são incubados durante 21 dias,num ambiente húmido.As crias abandonam o ninho com cerca de 35 dias.
 
Loris e Loritos- Estas aves,todas originárias das regiões Australianas e da Oceania,compreendem cerca de 16 géneros subdivididos em muitas espécies que apresentam uma caracteristica comum:a sua lingua tem a forma de um pincel comprido e estreito,munido de pelos na extremidade,com o qual retiram o mel e o nectar das flores.Em Portugal as espécies mais conhecidas e criadas são,o Lori-Verde-de-cabeça-Azul,o Lori vermelho e o Loriquito arco-íris.A postura é composta por 2 ovos,com uma incubação de 23 a 26 dias.As crias saem do ninho com cerca de 8 semanas.
 
Papagaios-Entre os mais conhecidos estão o Papagaio cinzento de África e os Papagaios verdes do Amazonas.A diferênciação do sexo verifica-se pelo crânio e bico um pouco maiores,que é indicador de que se está na presença de um macho.Em liberdade os Papagaios têm uma alimentação bastante variada,preferindo sementes de leguminosas,sementes de palmeira e diversas amêndoas.Em cativeiro,são habitualmente alimentados de sementes de girassol o que,no entanto,não pode constituir o alimento exclusivo.Sendo assim poderemos proporcionar-lhes fruta,tal como maçã,banana,pêra,figos secos,uvas maduras e cenouras.
 
Araras-São os psitacideos de maior envergadura.São todas originárias da América do sul e central.A mais apta de todas para imitar a voz humana é a Arara azul e amarela,vulgar no Panamá,Paraguai e Brasil.A diferenciação dos sexos é bastante dificil.A postura é de 2 ovos com uma incubação de 23 a 24 dias.
 
Tucanos-Os Tucanos pertencem ao género Ramphastos e compreendem 41 espécies diferentes que vivem nas florestas da América do Sul,nomeadamente no Brasil.Habitam a parte alta das árvores,onde dão pequenos voos de uns ramos para outros.A sua característica principal é o estranho e comprido bico que,logo à nascença,é tão grande como a própria cabeça.É com ele que a fêmea se defende dos ataques dos macacos,causadores de muitas mortes nos ninhos de aves nas florestas tropicais.É com ele também que o Tucano apanha pequenos reptéis,como lagartos e lagartixas.Em cativeiro o casal terá que estar afastado de outras aves de menor porte.A postura é de 2 a 4 ovos,com uma incubação de 16 dias.
 
-De seguida deixo-vos com algumas fotos das várias raças de psitacideos existentes actualmente.   
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

                                                                                                                         

                                                                   

Observações:

Tops de Sites