Autor Desconhecido

< voltar   

(***)

Autor - Compositor - Tradutor

Desconhecido

 

Há muito tempo atrás, uma autora de um hino muito conhecido e publicado, foi procurada por alguém que estava inconformado pelo fato de encontrar um cântico escrito, onde se lia a seguinte observação "AUTOR DESCONHECIDO", quando, na verdade, era do seu conhecimento a autoria. Aquela senhora  respondeu que desejava que continuasse sendo de "autoria desconhecida". Disse que ela não tinha interesse em associar o seu nome àquele hino porque na Bíblia está escrito que "de graça recebestes, de graça dai." (Mateus 10:8)

Não importa se aqui na Terra nosso nome não é conhecido, nossas obras não sejam lembradas ou nossos esforços não sejam valorizados. Deus nos conhece Ele sabe reconhecer como ninguém. Ele deve ser o motivo da nossa existência pois, dEle, por Ele e para Ele  são todas as coisas. Toda honra toda glória e todo louvor devem ser, sempre, para o nosso Deus. Não há Deus maior, não há Deus melhor, não há Deus tão grande, como o nosso Deus. Para nós, o maior privilégio que temos é a certeza da nossa Salvação. Nossa maior  glória é ter o nosso nome escrito no livro da vida.

Qual a razão dos chamados atualmente, "hinos clássicos" atravessarem gerações e se perpetuarem por tanto tempo? Nosso saudoso Missionário Daniel Berg, pioneiro da Assembléia de Deus, toda vez que era perguntado "sobre o segredo", sabiamente, sempre afirmava que "o segredo é o Espírito Santo."

Não quer dizer que hoje em dia não existam hinos inspirados. Nosso Deus é o mesmo ontem, hoje e eternamente. Porém, o que assistimos nos dias atuais, é uma onda de contemporização exacerbada de ritmos, sons, textos, espetáculos, profissionalismo, moda, etc, que não existem palavras adequadas para expressar a falta de sinceridade, amor, respeito, reverência, temor de Deus e tantos outros ítens mínimos para qualificar um cântico (hino), como "louvor". Como está escrito em Provérbios 9:10, o Livro da Sabedoria, "O temor do SENHOR é o princípio da sabedoria, e o conhecimento do Santo a prudência."

Muitas vezes algumas pessoas se esquecem que o homem sem Deus é nada. Porém, Deus sem o homem, continua sendo Deus.

Isabel Silva é um nos nomes que faz parte da relação dos dezenove crentes da Igreja Batista, que mais tarde iriam semear a semente da Assembléia de Deus. Com nome de "Missão da Fé Apostólica", esses valentes servos e servas de Deus começaram a realizar um sonho que, mais tarde, se tornaria na maior denominação protestante/pentecostal do País.

Dessa serva de Deus pouco se sabe. Como diriam alguns: "uma ilustre desconhecida". No entanto, nada pode se comparar à glória que recebeu ao adentrar na eternidade, sob os olhares dos que lá já estavam.

 

Benaía Vieira de Melo