Papel do Educador
 

Início

Blog - O cantinho das crianças

Análise inicial aos Sites

Resumos

Planificação de uma actividade 

Objectivos

Descrição de algumas Actividades

Actividades sem a utilização do computador

Actividades com utilização do computador

Utilização dos computadores no jardim de Infância

Orientações Curriculares

Papel do educador

Bibliografia

Reflexão final

O educador tem uma função muito importante na dinamização das actividades do Jardim de Infãncia. Cabe a ele avaliar quais os objectivos e as intencionalidades das actividades que tenciona dar às crianças, assim como, perceber quais os melhores métodos a utilizar com as crianças para que estas percebam da melhor forma possível o que se pretende e que consigam cumprir os objectivos propostos pelo educador.

 

Neste sentido, para iniciar o tema da alimentação, o educador de infância deve começar por abordar o tema com todas as crianças, converçando com elas, também para ficar com uma ideia sobre aquilo que as crianças já sabem, analisando os conhecimentos das mesmas para depois preparar-lhes actividades pedagógicas adequadas.

 

O educador deve apoiar as crianças na realização das actividades ao computador, incentivando-as a continuarem e a terem prazer em aprender mais sobre o tema. Porém, antes de utilizar o computador com as crianças o educador deve primeiramente ter em conta o número de aparelhos que existem na sala, organizando os grupos consoante o número de computadores existentes. “As crianças preferem trabalhar em grupo com os computadores e, (…), há muitas provas de que a qualidade desta interacção é elevada, sobretudo no que diz respeito ao comportamento cooperativo” (Siraj-Blatchford, 2004, p.109). Deve ainda avaliar e seleccionar as actividades educativas que possam ser utilizadas pelas crianças, percebendo quais os programas educativos que mais se adequam à utilização directa das crianças, assim como, explicar como funciona o programa em que as crianças vão trabalhar e em que consiste a actividade apoiando-as, para que estas a consigam de seguida realizar de forma autónoma ajudando-se umas às outras.

 

É importante que as crianças enquanto exploram e manipulam o computador tenham po educador por perto para que lhes possa responder, esclarecer ou ajudar em alguma dúvida que possa surgir, assim como, para incentivá-las e questioná-las, no momento em que estão a desempenhar a actividade.

 

É muito importante que o educador proporcione várias actividades no computador, sobre o tema da alimentação que motivem as crianças e que as levem a explorar o tema mais a fundo, com entusiasmo e vontade de aprender; pretendemos com estas actividades despertar a curiosidade e o desejo de experimentar das crianças, de desenvolver a sua criatividade, a expressão, a comunicação, a colaboração e a segurança.

 

O educador deve ainda desenvolver a autonomia da criança, estimular o seu rigor intelectual e criar condições necessárias para o sucesso da formação da criança; deve ter a capacidade de levar as crianças a sentirem-se motivadas e despertas para novos desafios, implicando novas aprendizagens; deve encorajar as crianças a aprender umas com as outras; deve proporcionar actividades educativas atraentes que facilitem e promovam a cooperação entre as crianças e que lhes despertem interesse, ajudando-as e desafiando-as.

 

O educador tem assim um papel fulcral na formação da personalidade das crianças, na formação de atitudes positivas e negativas face ao processo de ensino-aprendizagem, funcionando como guia, conselheiro, parceiro na procura de informação e da verdade, contribuindo para o aumento da participação cada vez mais activa das crianças, propondo algumas ideias e fazendo questões às crianças de forma a motivá-las e incentivá-las a interessar-se pelo tema proposto.