Apresentação


O acesso aos medicamentos é parte do direito à cidadania. Esse acesso, entretanto, não pode ser dissociado do uso racional dos medicamentos porque tornasse inefetivo, inseguro e oneroso para a saúde individual e coletiva. Além de violar o direito dos cidadãos, o uso irracional dos medicamentos fere um dos axiomas mais importantes para profissionais de saúde: o dever de primeiro não lesar. Assim, o uso racional de medicamentos deve ser uma prática integrante das políticas públicas no país, e um esforço permanente dos diversos profissionais e setores envolvidos. Para apresentar aos participantes os diferentes métodos para investigar o uso de medicamentos na comunidade e estratégias para promover o uso racional de medicamentos  na comunidade, será realizado pelo Conselho Regional de Farmácia da Bahia o Curso Internacional de Uso Racional de Medicamentos nos dias 21 a 23 de setembro de 2011.

O curso será coordenado por Dr Benito Marchand, autoridade internacional no tema, é médico graduado en Paris,(1981) con Maestria de Salud Comunitaria (Liverpool 1997) y formación en farmacología clínica y fármaco epidemiología en Instituto Catalán de Farmacología, Barcelona. Miembro de la comisión técnica nacional del PENPURM (Plan Estratégico Nacional de Promoción del Uso Racional de Medicamentos del Ministerio de Salud de Nicaragua). Coordinador de la ONG nacional, AIS-Nicaragua , y del Comité Regional de AIS-LAC (Acción Internacional para la Salud).

Devido a metodologia adotada que busca o desenvolvimento efetivo de conhecimentos para o Uso Racional de Medicamentos as vagas para o curso são bastante limitadas. Faça logo sua inscrição.