Gilbert Schimmel

Nasce em 1906, em uma zona rural perto de Wisconsin/EUA. Sua juventude é dedicada à oração pela vocação religiosa. Trabalha com Allis Chalmer e funda o Movimento Operário dentro desse conglomerado. Dirige, com êxito, greves e lutas operárias para conseguir a melhoria da situação econômica dos trabalhadores.

 

Conhece o Padre Kentenich em 1954, e se encanta com os ideais de Schoenstatt.

 

Padre Kentenich capta seu imenso anseio de renovação da sociedade e seu modo de pensar um tanto humanista demais. Gilbert se deixa educar pelo Fundador e percebe que para a renovação do mundo não basta apenas ações humanas. É necessário uni-las com a graça divina e construir uma sociedade nova, na qual Deus seja o centro.

 

Não é fácil, para seu temperamento, sondar os planos divinos e deixar-se guiar pela fé, não somente pelos sentimentos humanos de justiça. Mas, a Mãe de Deus o conquista inteiramente.

 

Gilbert sela sua Aliança de Amor em 1956. Está pronto a colaborar com Maria para a construção de uma nova ordem social, formada por homens novos. No entanto, Deus não quer somente a doação do entusiasmo, ele quer sua vida como semente dessa nova ordem social.

 

Em 1959 detecta-se um câncer, já em estado muito avançado. Gilbert não é somente construtor, é pedra e semente de construção. Morre neste mesmo ano, tendo oferecido seus sofrimentos a Jesus Cristo e à Mãe e Rainha de Schoenstatt.

 

<< voltar