Vitrine‎ > ‎Cadernos‎ > ‎

Providência

O que o mundo está fazendo hoje de Bom e Mal:

Banco chinês de bitcoins rouba 4,1 milhões de dólares de clientes

postado em 17 de nov de 2013 13:14 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:10 atualizado‎(s)‎ ]

A polícia de Hong Kong vem lidando com o que parece ser uma fraude de grandes proporções envolvendo bitcoins. O banco de bitcoins chinês GBL fechou, seus donos sumiram e, junto, desapareceu o dinheiro dos clientes -- cerca de 4,1 milhões de dólares em moeda virtual.

Segundo o site especializado Coindesk, o GBL começou a operar em maio. Dizia estar baseado em Hong Kong, mas seus servidores ficavam em Pequim. Pessoas que negociam bitcoins notaram que o site tinha informações copiadas de outros bancos virtuais. E seus dados de contato eram confusos.

O noticiário WantChinaTimes afirma que o GBL não tinha licença para prestar serviços financeiros em Hong Kong. Mesmo assim, a empresa fez várias campanhas prometendo isenções de taxas para atrair novos clientes. Pelo jeito, conseguiu convencer muitos, que depositaram suas bitcoins lá. 

O jornal The Standard, de Hong Kong, relata que alguns clientes tentaram ir à sede do banco seguindo informações que estavam no site antes do fechamento. Descobriram que o endereço era falso. O jornal diz, ainda, que 14 pessoas prestaram queixa contra o GBL à polícia local.

Há diversos casos como o do GBL no mercado de bitcoins, aponta um estudo dos pesquisadores Tyler Moore e Nicolas Christin, das universidades americanas Southern Methodist e Carnegie Mellon, respectivamente. 

Moore e Christin descobriram que 18 dos 40 sites criados nos últimos três anos para negociar bitcoins fecharam. Dos que fecharam, 13 encerraram suas atividades sem nenhuma explicação e os outros cinco deixaram de operar depois de serem atacados por hackers. Só seis deles reembolsaram os clientes pelas perdas.

Na semana passada, hackers roubaram 4,2 milhões de dólares em bitcoins de outro banco virtual, o australiano Inputs.io. Casos assim mostram que o mercado de bitcoins ainda envolve riscos consideráveis.

Apesar disso, a bitcoin segue em sua trajetória de valorização meteórica. A moeda chegou a ser negociada a 380 dólares hoje. Há apenas um mês, valia 140 dólares.

FONTE: exame.abril.com.br

Linux ganha processo contra Oracle/Sun

postado em 29 de ago de 2013 08:49 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:21 atualizado‎(s)‎ ]

Após a Oracle ter comprado a Sun, uma boa parte da comunidade open source sabia que a Oracle iria acabar com o MySQL e deixar o OpenOffice na estante ganhando poeira. Isso porque todos sabem que a Oracle só se preocupa em ganhar dinheiro. E mesmo assim, mal e porcamente. Assim, a compra da Sun pela Oracle nada mais é do que uma guerra para ter o Java. E com isso, quem pagaria o pato seria o MySQL e o OpenOffice porque estes já estavam com a Sun quando ela foi comprada pela Oracle. Para agravar esta situação, houveram também ameaças de que a Oracle pararia o financiamento do OpenOffice e dedicaria esse capital para produtos que ela achava que poderia trazer melhor retorno.

Nasce o Libre Office

Felizmente, um grupo através da fundação criada pela comunidade OpenOffice.org foi formado com o único propósito de construir e continuar com a evolução da suíte de escritório de código aberto. Este “fork” do OpenOffice foi chamado de Libre Office e promete retomar o trabalho de onde parou o OpenOffice 3.

Mas o que exatamente significa isso para a comunidade open source? O Libre Office é a melhor coisa que poderia ter acontecido com o OpenOffice. Por quê? Porque o desenvolvimento do OpenOffice começou a estagnar após a versão 3.0. Com o Libre Office livre das obrigações de qualquer empresa, a suíte de escritório irá se desenvolver mais rapidamente e vai estar mais em sintonia com o que os usuários querem e precisam. Ponto para o Linux.

Embora muitos podem argumentar sobre o fim do financiamento corporativo no Libre Office, como tantos outros projetos de código aberto, o Libre Office irá crescer sob o cuidadoso desenvolvimento da comunidade. Pois ela é e sempre foi a opção mais adequada para desenvolver softwares de fonte aberta.

FONTE: meupinguim.com

Capangas de FBI prejudicam os anonymous por traição do Sabu.

postado em 29 de ago de 2013 08:30 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:26 atualizado‎(s)‎ ]

O FBI alega que os grandes ataques coordenados e executados pelo coletivo hacker Anonymous chegaram ao fim por conta da prisão de membros centrais do grupo. A afirmação foi feita por um oficial do Departamento Federal de Investigação norte-americano ao The Huffington Post.

Os hackitivistas do Anonymous começaram a ganhar fama mundial em meados de 2010, quando fizeram uma série de ataques contra empresas norte-americanas e agências do governo dos Estados Unidos, roubando dados e tirando sites do ar.

Mas a prisão de cinco membros do Lulz Security, um grupo influente de hackers que trabalha em conjunto com o Anonymous, teve um "enorme efeito dissuasor" no difuso coletivo, criando uma camada adicional de desconfiança dentro do grupo. Ou pelo menos é isso que garante Austin P. Berglas, agente especial encarregado da divisão cibernética do FBI em Nova York, Estados Unidos.

Vale lembrar que, embora as palavras tenham a sua validade, as pessoas que já disseram coisas semelhantes sobre o Anonymous acabaram se dando muito, muito mal. O exemplo mais clássico é o do analista de segurança Aaron Barr, que na época era CEO da empresa HBGary e afirmou ter usado técnicas simples para identificar e delatar hackers do Anonymous, ironizando o grupo através de declarações na imprensa.

O Anonymous respondeu à altura: hackeou o site da firma, copiou dezenas de milhares de documentos das empresas HBGary e HBGary Federal, postou as senhas de todos os e-mails das empresas nas redes sociais e ainda dominou a conta deles no Twitter. Por fim, o e-mail pessoal do próprio Barr foi tomado, e o seu iPad invadido remotamente. O grupo responsável pela ação cresceu dentro do Anonymous e se tornou o LulzSec.

Mas a grande verdade é que, desde que um membro trabalhou com autoridades americanas para delatar seus ex-companheiros, o Anonymous nunca mais foi o mesmo. O agente alega que todos os hackers presos em 2012 eram cabeças importantes do Anonymous. Essas prisões contaram com a ajuda de um informante-chave na investigação, Hector Monsegur, mais conhecido como "Sabu", que foi preso e em seguida resolveu colaborar com FBI e revelou informações sobre alguns ex-companheiros. Isso semeou a desconfiança dentro do grupo, afinal todos pensavam que isso poderia acontecer de novo e que um deles poderia se voltar contra o Anonymous e denunciá-los em algum momento.

"O movimento ainda está lá, e eles ainda estão praticando hacking no Twitter e postando coisas, mas você não ouve nada sobre esses caras virem para cima com suas grandes violações", disse o agente. "Isso não está acontecendo, e isso se deve ao desmantelamento dos maiores jogadores".

Gabriella Coleman, uma professora da Universidade de McGill que estuda o Anonymous, disse que não há dúvidas de que as prisões deferiram um golpe quase mortal no núcleo da organização. Mas ela ressalta que o Anonymous ainda está vivo e que eles facilmente ressurgirão com muita mais força.

FONTE: canaltech.com.br

10 plantas perigosas que é comum pormos em nossas casas

postado em 28 de ago de 2013 07:58 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:31 atualizado‎(s)‎ ]

Muitos concordam que a nossa casa precisa de verde. Eu sou da teoria de que o melhor e mais verde, e se eu pudesse transformar minha casa em uma pequena floresta Valdivian faria feliz. É claro que eu não tenho muito espaço e meus cães têm a sua própria opinião sobre o papel das árvores e plantas como um brinquedo, por isso estou sujeito a certas restrições a esse respeito.

Como de qualquer maneira eu tenho muitas plantas dentro e fora da casa, e como eu disse eu tenho cães, um gato e um filho que está faltando tudo na boca, eu fiz uma pequena pesquisa para determinar algumas plantas comuns, presentes em muitas casas, tanto em América Latina e na Espanha, cuja toxicidade é desconhecido para as pessoas comuns. Às vezes, isso é irrelevante, porque ninguém tentou obter uma salada e não o envenenamento comum Philodendron com ele, mas o que se jogar uma criança ou um animal de estimação come um pedaço? É melhor saber o que os venenos tem em casa.

1 - Ou Philodendron Philodendron:. Há como 700 espécies diferentes de filodendro. Alguns são dadas apenas em regiões tropicais, outros se adaptar a climas secos e frios. Alguns são melhores como plantas de interior e de outras árvores praticamente "em cima" e viver em paz com as suas raízes aéreas. Em suma, filodendro, neste momento encontra-se em todo o mundo e ao mesmo tempo ninguém iria comer, problema zero. Mas se alguém acha que para fazer salada, olho, todas as partes da planta são veneno. As raízes, o caule, folhas, todos contendo oxalato de cálcio, um cristal de carbono cuja estrutura microscópica tem a forma de pequenos cristais. Um pouco de oxalato de cálcio produz queima de lábios e boca. Um pouco mais é gerado dor progressivamente estômago, rouquidão (porque irrita a garganta) e em maiores quantidades convulsões, perda de consciência e morte. Mas, mesmo se a morte não ocorre, a pessoa pode ficar com grave doença hepática ou renal.

2 - Dieffenbachia ou dieffenbachia: também existe em muitas versões, não tantos como o filodendro, e é muito bom, como uma planta de casa, porque quase não precisa de luz e é uma planta muito atraente visualmente. Como o filodentro, também está cheio de oxalato de cálcio. Talvez cheio é um exagero, porque é menos tóxico do que o filodendro. Na prática, só cria comichão, vermelhidão das membranas mucosas e da perda de voz durante algumas horas.

Outras plantas com cristais de oxalato de cálcio comuns são enseadas, orelha de elefante e manto eva.

3 - Hortensia: Esta planta tem uma flor que está organizado em conjuntos de crepe em forma. É uma planta linda e as flores são bonitas, mas ambas as folhas (em baixa concentração) e flores (em concentrações mais elevadas) contêm um composto chamado hidragina um glicosídeo de cianogênio. Glicosidos são um composto em que uma molécula de hidrato de carbono está ligado a um grupo de algum outro tipo. Em outras palavras, é uma parte de açúcar e o outro pode ser de vários tipos. Geralmente os glicósidos são usadas para extrair o outro composto, por hidrólise, e existem medicamentos a serem sintetizados desta maneira. No caso de a hortênsia, a molécula de açúcar é única para o cianeto, em relação cianeto. Como a hidrólise não envolve a ingestão de molécula de cianeto não liberam na corrente sanguínea, em geral, e ainda há casos documentados de pessoas, cães e até cavalos envenenados com hortênsias.

4 - Salvia Divinorum: Esta não é a mesma planta como o sábio que é usado na alimentação. A Salvia Divinorum presentes em muitos jardins contendo salvinorin um alucinógeno poderoso e onirógeno. Não é tão poderoso como o LSD, mas é claro, o LSD é artificial, Salvinorin é sim o mais poderoso encontrado na natureza. A infusão foi usado como práticas xamânicas e adivinhação e há aqueles que a usam para fins recreativos. Seja pelo design ou consumo acidental em altas doses desta planta gera um estado alterado de consciência que pode levar a alucinações terríveis, auto-mutilação, episódios psicóticos específicos e em alguns casos permanentes.

5 - Floripondio, trombeta do anjo Esta planta, gênero Brugmansia, existe em toda a América Central e do Sul sob vários nomes. É uma árvore muito atraente e suas flores são grandes e coloridos. Por sua própria atraente há casos em que as crianças são levadas para longe e saborear pensando que eles são doce como flor de acanto. Ele tem a alcalóides de tropano floripondio um composto de azoto presente em tais atropina e cocaína. O mais notório é a escopolamina, que deprime o sistema nervoso central. Em pequenas doses de escopolamina é usado em medicamentos para a doença de Parkinson, mas em doses elevadas causa paralisia, psicose, alucinações, e eventualmente a morte. Como no caso de Salvia Divinorum não se sabe o que a concentração da dose ou não a priori, as pessoas que ingerem datura para lazer ou xamânico costuma chegar às salas de emergência com grave auto-mutilação.


6 - Laurel em flor, espirradeira ou Trindade. É uma planta perene de floração e, muitas vezes, por isso é muitas vezes uso ornamental no jardim. As flores cheiro de baunilha e seu nome sugere uma folha comestível. Grande erro. As folhas, flores, caules e sementes são extremamente tóxicos. Ele glicosídeos cianogênicos como Hortensia, mas acrescenta, por exemplo oleandrin cardiogênico, um glicosídeo gera taquicardia em doses baixas e, em doses maiores arritmia, parada cardíaca e eventualmente a morte. O envenenamento floração louro ocorre várias horas após a ingestão e incluem não só os sintomas mentadas cardíaca, mas fortes dores abdominais, diarreia com sangue, vômitos, ataxia e condução dispnéia.

Eles dizem que um regimento de Napoleão, quando ocuparam a Espanha, estacas usadas para laurel assar em flor que havia caçado. Várias dezenas de soldados morreram intoxicados.

7 - Lilium, lírio, lírio:. Ao consumo de suas folhas é altamente tóxico para gatos, tanto causar a morte ou insuficiência renal crônica. Como não é muito tóxico para os seres humanos, ninguém se preocupou em identificar o felino composto ativo explicando a sua nocividade. Linda coisa.


8 - Ricina. Eu acho que a geração de hoje já não tinha que beber óleo de rícino como um tônico ou vitamina, mas a planta ainda está presente em muitos lares. A semente é muito, muito venenosa e se o óleo mencionado é porque ele não estava em sua fabricação é extraída a ricina, uma proteína altamente tóxico que causa diarreia, vómitos e hipotensão, mas seu efeito mais prejudicial é que ele se liga aos ribossomos células, impedindo a síntese de proteínas e, eventualmente, causar a morte resulta na morte de células do organismo. A mamona pode matar um gato. Dois a um cão ou uma criança, e três ou quatro de um adulto.

9 - Tomate:. Você já plantou tomates em seu quintal ou comprar os tomates "raw"? Bem, não se atreva salada decore com um ramo ou caule de tomate, porque ele contém atropina e outros alcalóides tropano. Tem também uma chamada glicoalcolóides tomatina é em concentrações tão baixas que não afectam os casos documentados de envenenamento. O composto quimicamente isolado pode ser utilizado como um fungicida, embora.

10 - Hemlock: Hemlock é uma planta que as pessoas cultivam algum propósito, mas está presente em quase todos os lote vazio porque ele cresce como erva daninha. Cicutoxin cicuta contém um estimulante do sistema nervoso central em altas doses causam convulsões e morte por parada cardíaca.


Curiosidade: O filósofo Sócrates, o motorista de uma escola de pensamento e professor de Platão foi acusado pelas autoridades de "corromper a juventude", com suas ideias, e foi obrigado a cometer suicídio bebendo um copo de cicuta. Sabendo que era injusto, antes de beber o cálice disse: "melhor ser vítima de uma injustiça que o autor deste".

Traduzido com Google Translate a partir de:

Professora universitária diz que manifestantes estão sendo sequestrados em suas casas e torturados

postado em 26 de ago de 2013 08:09 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:34 atualizado‎(s)‎ ]

A professora universitária Liana Cirne Lins, atuante na Faculdade de Direito do Recife, denunciou em seu Facebook que membros dos grupos Black Bloc e Anonymous estão sendo sequestrados e conduzidos sem mandado de prisão.Segundo a mesma, um dos manifestantes foi torturado e encontrado desacordado.
“Recebi confirmação de que os sequestros são reais, que os membros do Black Bloc estão sendo sequestrados, conduzidos para viaturas do GATI, SEM MANDADO DE PRISÃO.

Os militantes do grupo estão acuados. Suas famílias estão em desespero.Há dois militantes desaparecidos nesse momento.Um do Anonymous e um do Block Bloc.

O primeiro sequestrado, do Black Bloc, foi encontrado desacordado e duramente torturado. Sua mãe testemunhou o momento do sequestro, em frente ao domicílio da vítima.O facebook deles está inacessível, inviabilizando o pedido de socorro pelas redes sociais.Peço a toda e qualquer pessoa que tem qualquer contato com o governo do estado, com a SDS que interceda para que cessem imediatamente essas ilegalidades e que especialmente os dois militantes sequestrados sejam DEVOLVIDOS IMEDIATAMENTE ÀS SUAS FAMÍLIAS.

Faço esse apelo em defesa do estado democrático de direito, valor maior do nosso país.
E faço esse apelo em nome das mães e dos pais desses jovens, que podem até ter quebrado uma ou duas bicicletas e a gente achar isso errado, mas atire a primeira pedra quem não teve um filho que causou problemas um dia, seja no colégio, com um professor ou com um colega, seja na rua ou mesmo em casa.
E ninguém nunca teve o filho sequestrado por isso. Esses sequestros são políticos!

São a criminalização de uma ideologia! Há outro filho provisoriamente sequestrado, ameaçado e aterrorizado. Um filho de todos nós. E esse filho é a democracia”.




Imagem: Reprodução/Facebook



Após ser questionada quanto a denúncias, replicou: “A grande dificuldade é convencê-los a depor. Conversei com Alê (do Anonymous) até duas da madrugada. Expliquei que ele e sua família e amigos ficariam mais protegidos com a formalização da denúncia e a comunicação à mídia. Expliquei a importância dessa denúncia para o fortalecimento da democracia e para exigirmos que o diálogo do governo com a sociedade seja pautado pelas regras do estado democrático de direito. Falei da importância da denúncia para requerermos a presença de mecanismos internacionais de defesa dos direitos humanos. Ele ouviu tudo e vai decidir. A questão é que esses jovens – que estão na base da pirâmide social – têm uma enorme desconfiança de todas as instituições estatais e não conseguem confiar em nada nem ninguém. E como ele foi torturado e ameaçado, inclusive citando os nomes de seus parentes, eles estão apavorados, porque obviamente lhes foi dito para não denunciarem. E às vezes nossas boas intenções não são garantia bastante de que eles não sofrerão retaliações ainda maiores… Enfim, vamos aguardar sua decisão.

Uma das pessoas que teriam sido sequestradas no Recife, Vatsyani Marques Ferrão, declarou ter realizado exame de corpo de delito e publicou imagens de sua face na rede social. Segundo ela, o ato partiu de dois policiais à paisana.
vats
Imagem: Reprodução/Facebook

vats1

FONTE: 

Menino mata os pais? A culpa é do videogame, claro!

postado em 25 de ago de 2013 10:01 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:37 atualizado‎(s)‎ ]

Essa mania que alguns têm de sempre buscar uma explicação reducionista para fenômenos complexos é mesmo cansativa. E eles sempre erram o alvo, pois buscam bodes expiatórios para retirar a responsabilidade de indivíduos.

Objetos inanimados ganham vida, e se tornam os grandes culpados pelas desgraças. Armas matam, videogames assassinam, e os seres humanos se tornam autômatos, vítimas indefesas dessas forças exógenas malignas.

É o que podemos concluir da fala do advogado Arles Gonçalves Júnior, presidente da comissão de segurança da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP). Segundo ele, o garoto Marcelo Pesseghini, suspeito de matar os pais, a avó e a tia-avó e depois se suicidar, foi “influenciado” por jogar muito videogame e que o caso é “um divisor de águas” na crônica policial.

Eis os indícios: O garoto usava a imagem de um assassino de videogame no seu perfil do Facebook há um mês. O suspeito havia trocado sua foto de perfil no dia 5 de julho, passando a utilizar a imagem de um matador do game “Assassin’s Creed”. Esta foi a última atualização de Marcelo na rede social. Pronto: culpa do videogame!

Não importa que o garoto, ainda adolescente, tenha aprendido a atirar e a dirigir com os próprios pais. Tampouco importa que inúmeros outros garotos passem horas jogando videogame, os jogos mais violentos do mundo, e depois sejam crianças amáveis incapazes de fazer mal a uma mosca. Garoto assassino e fã de videogame, o objeto inanimado se torna o assassino, para preservar a inocência que gostamos de alimentar acerca das crianças.

Essas teorias esquerdistas tão comuns no Brasil, de que os filmes e os jogos violentos são grandes agentes de influência que praticamente levam indivíduos ao crime, deveria ser confrontada com os dados empíricos. Mas isso a esquerda nunca aceitará fazer, por motivos óbvios: os fatos jogam contra sua teoria.

Países como Japão ou Canadá possuem milhões de crianças e adolescentes mergulhados em jogos violentos ou filmes repletos de sangue, e nem por isso saem atirando nos pais por aí. Não vou negar que a exposição a esses filmes e jogos possa ter algum grau de influência, mas isso será potencializado somente se houver predisposição, por algum outro motivo, ao crime. O ambiente familiar e a punição legal são muito mais importantes do que os filmes e jogos.

O abuso de uma minoria não deve tolher o uso da maioria. A imensa maioria consegue assistir aos filmes mais violentos, jogar os jogos mais brutais, e depois seguir com sua vida normalmente. Pode ser confortante jogar a responsabilidade de atos nefastos no colo dos objetos, mas isso é fugir da realidade. Videogames não matam ninguém de carne e osso. Armas tampouco matam. Quem mata é sempre um indivíduo, e ele deve ser responsável por isso.

FONTE: veja.abril.com.br

Preparação para sobreviver a catástrofes ganha adeptos nas áreas urbanas

postado em 9 de jun de 2013 10:45 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:44 atualizado‎(s)‎ ]

Desde que João registrou suas revelações alucinantes e campeãs de venda na ilha grega de Patmos, no século 1°, imaginar -- e se preparar para -- o fim do mundo oferece oportunidades de negócios. Hoje em dia, em vez da salvação eterna e das camisas de pelo de cabra, temos o movimento "prepper" e a mochila de emergência.

A mochila de emergência "prepper" --nome dado às pessoas que se preparam para sobreviver a uma catástrofe-- pode incluir comida desidratada, uma lanterna acionada a manivela, cortadores de arame, uma máscara contra gás, um machado que funciona como uma pá, uma verdadeira pá, cantis de água, fita adesiva, uma barraca e, talvez para os dias ensolarados em uma rota de fuga litorânea, uma toalha de praia.

Essas mochilas estão sendo vendidas rapidamente para todo tipo de pessoa hoje em dia. Como as cervejas artesanais, a carne de criadores locais e os bonés de caminhoneiro, o movimento "sobreviventista" migrou do interior dos Estados Unidos para Nova York.

Antigamente, o típico "sobreviventista" americano era visto como um libertário rural que evitava a ameaça da intervenção do Estado.

Hoje, ele pode ser um médico urbano, um pequeno empresário ou um professor que pretende escapar de qualquer tipo de ameaça: uma queda de asteroide, uma falha na rede elétrica, uma tempestade ou mesmo um tradicional evento cósmico.

O repórter do "Times" Nick Bilton comentou recentemente que ele mesmo tornou-se um "prepper". Depois de contemplar a instabilidade dos mercados financeiros mundiais durante algum tempo, Bilton escreveu: "Comecei a formar uma imagem do mundo como um sistema insustentável, uma máquina frágil em que a falta de qualquer peça -- petróleo barato, digamos -- poderia descarrilar todo o aparato, desde o transporte por caminhões até a distribuição de alimentos".

Certamente, o mundo pode ser um lugar frágil, e o improvável pode acontecer. Tivemos um lembrete violento disso em 15 de fevereiro, quando um meteoro atravessou a atmosfera sobre a Sibéria, causando uma luz extremamente forte e uma onda de choque que feriu mais de mil pessoas e danificou prédios em uma área de quilômetros. A extinção causada por um invasor do espaço não parece mais tão distante.

Então, quando o preparo para um desastre é uma ilusão e quando é uma prudência razoável? Pode depender de para o que você se prepara. Quando o final do ciclo no calendário maia foi interpretado como um sinal do fim do mundo, em 21 de dezembro de 2012, a previsão se espalhou. Muitas pessoas, incluindo os próprios maias, ficaram surpresas.

Um título no "Times" em dezembro dizia: "Maias do Brooklyn têm certeza de que o mundo não acabará na sexta-feira", refletindo uma atitude que talvez fosse mais de Nova York do que de Tikal.

De fato, a forma como um país reage à uma catástrofe iminente pode refletir a personalidade nacional. Escrevendo no blog "Latitude" do jornal "International Herald Tribune", Masha Gessen notou que a bola de fogo que explodiu sobre a Sibéria foi recebida nessa região com uma espécie de fatalismo. "Por quê? Porque eles esperam que um desastre aconteça a qualquer momento."

Dada a sua história, escreveu Gessen, "os russos geralmente não pretendem controlar o que acontece com eles e não veem necessidade de tentar". Outro fator, ela acrescentou, "é uma desconfiança generalizada das autoridades: um alarme de incêndio sempre pode ser falso". 


FONTE: folha.uol.com.br

Alerta ou Oferta - Existe Extraterrestres e um Governo das Sombras?

postado em 8 de jun de 2013 20:51 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:40 atualizado‎(s)‎ ]

O ex-Ministro do Canadá, senhor Paul Hellyer, afirmou em conferencia com os chefes de estado do G8, que existem 4 espécies alienígena. Onde 2 delas estão trabalhando para os militares dos Estados Unidos. E que o Estados Unidos já possui em seu arsenal a tecnologia de locomoção dos discos voadores.

O ex-Ministro Paul Hellyer alega também que existe um governo mundial oculto constituído por pessoas não eleitas pelo povo, que tomas as verdadeiras decisões sobre que país entra em guerra contra quem. Este Governo das Sombras não se preocupa com o povo, quer somente ampliar o mercado econômico, escravizando o povo mais ainda, em um círculo vicioso de trabalhar-gastar.



Opinião pessoal de Lunovox Heavenfinder

Eu, Lunovox Heavenfinder, gosto do livro Protocolo Bluehand Alienígenas (PBHa). PBHa é um dos melhores livros brasileiros que já tive oportunidade de ler. Mas Alegações Mirabolantes precisam de Provas Mirabolantes. O fato é que Paul Hellyer só depois de se aposentar veio apresentar um livro contando revelações. Qual é a verdadeira intenção dele: Alertar ou Vender o livros?

Uma boa ficção é sempre construída misturando casos reais comprovados com casos fictícios inventados. Quem parou para pensar que a escravidão (conhecida como capitalismo) legada pelo senhor Paul Hellyer já faz arte de nosso dia a dia? Se você não pagar a suas contas (de Água, Luz, Esgoto, IPTU, IPVA) será tratado como lixo pela sociedade. Sua eletricidade, sua higiene, sua casa, seu carro, sua dignidade lhe serão tirados. O Governo das Sombras (que não é eleito por ninguém) não quer lhe dar uma vida digna. O Governo das Sombras está mais preocupados em ampliar o mercado econômico, que causa cada vez mais a dependência povo no mercado financeiro.

Para sair desta corrida dos ratos gerado pelo mercado financeiro é cada um de nós produzindo seu próprios recursos (eletricidade, água, alimentos, moradia, transporte). Mas como o senhor Paul Hellyer disse: Os visitantes tentaram nos dar esta tecnologia, mas o Governo das Sombras atira primeiro e pergunta depois. Será que é verdade ou é apenas mais um vovozinho querendo vender um livro? O fato é: Ficção Científica é construída misturando realidade tecnológica atual com exageros de um possível e improvável futuro.

Outros vídeos: EIWoWzkH1Rs

Afinal, devemos acredita ou não?

Acredito na parte da existência do Governo das Sombras chamado "Capitalismo", pois infelizmente vivo nele no meu dia-a-dia. E sei que todas as contas que são pagas aqui em casa todos os meses servem apenas para nos escravizar mais ainda. No capitalismo, ou você se escraviza trabalhando para pagar as coisas mais básicas, ou morre na rua sem dignidade.

Mas a parte sobre extraterrestre vivendo entre nós é uma alegação grande demais para que eu possa acreditar sem provas tão grandes quanto. Neste caso, só o fato do cara ser um ex ministro da defesa não é prova suficiente.

DIGA NÃO À PEC 37 - A Lei da Impunidade - Última Derrocada do Brasil

postado em 6 de jun de 2013 13:36 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:57 atualizado‎(s)‎ ]

topo pec37










O Plenário da Câmara Federal deve votar em breve a Proposta de Emenda à Constituição nº 37. O projeto, conhecido como PEC da Impunidade, pretende tirar o poder de investigação criminal dos Ministérios Públicos Estaduais e Federal, modificando a Constituição Brasileira. Na prática, se aprovada, a emenda praticamente inviabilizará investigações contra o crime organizado, desvio de verbas, corrupção, abusos cometidos por agentes do Estado e violações de direitos humanos.

Os grandes escândalos sempre foram investigados e denunciados pelo Ministério Público, que atua em defesa da cidadania de forma independente. A PEC 37 atenta contra o regime democrático, a cidadania e o Estado de Direito e pode impedir também que outros órgãos realizem investigações, como a Receita Federal, a COAF (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), o TCU (Tribunal de Contas da União), as CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito), entre outros.

Em todo o mundo, apenas três países vedam a investigação do MP: Quênia, Indonésia e Uganda.

A PEC 37 poderá ser votada em plenário pela Câmara dos Deputados a qualquer momento. Se você também não quer deixar que esse retrocesso aconteça em nosso país, manifeste-se! Defenda a sociedade brasileira e ajude nessa luta contra o crime e a impunidade! Assine a petição eletrônica e participe desta mobilização nacional.

botao porquebotao sigabotao assista


FONTE: www.mp.pr.gov.br

Software livre: um bem social

postado em 30 de mai de 2013 11:09 por Lunovox Heavenfinder   [ 29 de jul de 2014 06:58 atualizado‎(s)‎ ]

Software livre é coisa séria. Quem pensa que Linux e software livre é ideologia boba de adolescente que não tem o que fazer está muitíssimo enganado. Além de ser um conhecimento muito valorizado pelo mercado de trabalho para a gestão de servidores, também é um estilo de vida que inclui valores políticos, morais e filosóficos. Vejamos como isso se desenvolve.

Valores

Em um mundo carente de valores morais e éticos, a questão do software livre vem para ser mais uma das fontes de contestação da realidade em que vivemos. Abrange direitos como a liberdade de expressão e cidadania. Provê uma liberdade para aqueles que usam, particulares ou departamentos governamentais. Na educação, uma oportunidade de ensinar e aprender ciência da computação de forma ética e holística para expandir o potencial futuro do país através da incorporação de conhecimento útil e treinamento de habilidades para o domínio total da computação. Mas, principalmente, a filosofia e a ética do software livre dá a possibilidade de construção da cidadania em relação às novas tecnologias, um profundo conhecimento das tecnologias que determinam muitos dos processos de nossa vida diária, como as nossas comunicações. Usar e distribuir o software livre é uma questão ética. É entender e promover o bem social, é participar de um movimento que entende que o conhecimento é compartilhado pelo bem comum.

Monopólio do conhecimento

Construir alternativas é uma das formas de acabar com os monopólios de informação. É perigoso o nível de concentração em áreas como motores de busca ou plataformas de redes sociais, por exemplo. Temos de criar e usar outros meios. Por isso a necessidade de sistemas operacionais diversos, tais como o Linux. Por outro lado, devemos exigir que os Estados apliquem as leis de defesa da concorrência, privacidade de dados e proteção dos consumidores para regulamentar e colocar limites nos níveis de concentração enormes que estão sendo gerados de uns anos para cá. Devemos saber que a concentração dos meios nunca foi saudável para qualquer sociedade. Porque a sociedade que não tem alternativas tecnológicas se torna escrava da tecnologia vigente. E é justamente isso que muitos cidadãos não enxergam quando se fala em software livre. Preferem acreditar que se trata de brincadeira de nerd/geek.

Solução

As universidades, especialmente as públicas, têm o dever de produzir conhecimento socialmente útil e torná-lo público. Isto em ciência da computação só é possível a partir do uso do software livre. O Estado tem responsabilidades para com seus cidadãos a serem cumpridas em tecnologia da informação. Deve ser aplicado rigorosamente o uso do software livre para ajudar em matérias como auditabilidade pública e transparência, proteção de dados dos cidadãos, soberania e independência. Há muitas áreas em que o Estado não pode e não deve ser vinculado a uma empresa de software proprietário para que ela não domine a infra-estrutura de TI da administração pública. O mesmo se aplica na área privada e pessoal. Você não nasceu para ser escravo de empresa nenhuma. Você nasceu para ser livre e aprender além daquilo que as empresas querem que você saiba. Não se limite ao software proprietário. Busque alternativas pois existe um mundo lá fora. Use software livre.


FONTE: meupinguim.com

1-10 of 81