Cursos

Sociedade de Terapia Intensiva de Rondônia - SOTIRO
Voltar


 

  

 

 

 

 

A Medicina Intensiva foi reconhecida pela Associação Médica Brasileira como especialidade médica apenas em 1982.

Tem apresentado um crescimento acelerado nos serviços que  disponibiliza e, através de seus profissionais qualificados e especializados em Medicina Intensiva, apoia os Serviços de Emergência, Trauma, Cirurgia e  outros que necessitem oferecer assistência ao paciente crítico.

Com a introdução de novas tecnologias os conhecimentos médicos de profissionais de outras área
s afins (Clínica Médica, Cardiologia, Anestesiologia, Pneumologia, Cirurgia Geral, etc) e que assumiam os serviços de Terapia Intensiva como coordenadores ou plantonistas, ficaram aquém da formação necessária para o cuidado do paciente gravemente doente.  Hoje em dia, a complementação na formação do profissional em Terapia Intensiva é fundamental para o bom desempenho junto ao paciente crítico.

Além disto, a legislação vigente e que regulamenta o funcionamento das Unidades Terapia Intensiva exige que o coordenador do serviço e um número cada vez mais crescente de seus plantonistas sejam titulados como intensivistas para que possam oferecer um atendimento mais qualificado à população.

Calendário 2011